Segunda-feira, 5 de Janeiro de 2009

A ARTE DA GUERRA OU UMA GUERRA SEM ARTE (1a parte)

Uma guerra contra miseráveis está em curso. Explico. O que tirar mais de um pouco a quem só sobrou a fé um tanto de terra pobre. Pois assim está sendo feito sob o olhar concubino dos Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra e de uma sonolenta (ou seria pachorrenta e servil) ONU.

A ofensiva israelense na faixa de Gaza vem assolar uma região que já vinha afundado em dificuldades econômicas, sociais e sanitárias intensificadas pelo bloqueio imposto por Israel em junho de 2007, quando o grupo islâmico Hamas tomou o controle da área em eleições soberanas. O grupo considerado terrorista por Israel, EUA e União Européia ganhou as legislativas e, mesmo com o corte da ajuda ocidental, governou por um ano, até combates com o Fatah culminarem com a expulsão dos rivais de Gaza.

Em março do ano passado, dez meses antes do início dos ataques, a situação do território palestino já havia chocado o chefe da ONU para assuntos humanitários. Após percorrer a região, John Holmes relatou "uma miséria que priva os moradores das mais elementares condições de dignidade" e se disse "escandalizado com as coisas cinzentas [que viu]".

Mais de 80% dos 1,5 milhão de habitantes do território são pobres, e metade da população ativa não tem renda fixa.

Dois terços dos cerca de 110 mil empregos que existiam no comércio desapareceram nos últimos anos. O bloqueio de 2007 acirrou a crise. Das 3.900 empresas locais de 3 anos atrás, sobraram menos de 200.

Com o colapso do sistema de esgoto, os dejetos acabam despejados no mar, tornando insalubres as praias mediterrâneas e aniquilando a fonte de lazer preferida da juventude local.

Só há eletricidade durante metade do dia no território, que se assemelha em tamanho e população ao município de Guarulhos (SP) - na prática, duas das áreas mais densamente povoadas no mundo, com mais de 4.000 habitantes/km2.

É sobre este este recorte de terra que Israel agora ataca. As tropas israelenses entraram neste sábado (3/01/0009) na Faixa de Gaza e enfrentam, pela primeira vez desde o início dos bombardeios aéreos, os homens do Hamas dentro da zona de conflito.

Em resposta ao ataque terrestre israelense, os líderes do grupo palestino, responsável pela administração da Faixa de Gaza, ameaçaram transformar o território em um "cemitério" para os soldados israelenses.

Do outro lado, o Exército de Israel anunciou que a ofensiva terrestre, a primeira desta envergadura desde a evacuação da Faixa de Gaza, em 2005, durará "muitos dias". O governo explicou que o objetivo é "tomar o controle" dos setores de Gaza de onde são disparados os foguetes contra Israel.

Segundo nota divulgada pelo Itamaraty, o ataque "tende a agravar ainda mais o conflito israelo-palestino". A nota informa ainda que o ministro Celso Amorim manteve contatos nos últimos dias com lideranças políticas para tentar criar uma conferência internacional pela paz na região. LEIA MAIS EM ENSAIOS.


publicado por o editor às 11:18
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds