Domingo, 31 de Outubro de 2010

...

PARABENS BRASIL DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDIIIIIIILLLLLLLLLLLLLLLMMMMMMMMMMMMAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

publicado por o editor às 22:19
link do post | comentar | favorito
Sábado, 30 de Outubro de 2010

Lançamento da Editora 34


publicado por o editor às 13:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

XX Narrativas do Século XX




Sessão de novembro é a penúltima do projeto XX Narrativas do Século XX





O Teatro da CAIXA apresenta, no dia 03 de novembro, a penúltima sessão do projeto XX Narrativas do Século XX. Os autores desta edição são Thomas Mann, com trechos da obra “Mário e Mágico”, e Amos Oz, com o conto “Cenas da Vida na Aldeia”. Ângelo Esmanhotto é o músico convidado, a direção é de Márcio Mattana e a mediação de Paulo Soethe.



O alemão Thomas Mann, nascido em 1875, é um dos maiores romancistas do século XX. Sua primeira obra, “Os Buddenbrooks” (1901), teve impacto internacional. Posteriormente, “A Montanha Mágica” (1924) estabeleceu Mann como um dos escritores de maior arrojo filosófico na modernidade. Escreveu romances condenando o racismo e o anti-semitismo e, posteriormente, mudou para os Estados Unidos para lecionar na Universidade de Princeton. “Doutor Fausto” é lançado em 1947, retratando a arte da música. Mann foi o Nobel de Literatura de 1929. “Morte em Veneza & Tonio Kröger”, “Confissões do impostor Felix Krull” e “As cabeças trocadas” são clássicos de sua autoria.

Amos Oz nasceu em 1939 em Israel e estudou Literatura e Filosofia na Universidade Hebraica de Jerusalém. Publicou, entre 1960 e 1963, seus primeiros contos curtos. Pacifista ativo, Oz combateu em duas guerras e é o principal expoente da literatura israelense, com obras como “Conhecer uma mulher” (1992), “Pantera no porão” (1999) e ”Meu Michel” (2002). Oz já publicou mais de 20 livros em hebraico e 450 artigos para jornais e revistas do mundo todo. Quase toda sua obra está traduzida para o português.

Amos Oz recebeu em 1992 o prêmio de Frankfurt pela Paz e prêmio Israel de Literatura, principal premiação no país. Em 1998, ganhou o prêmio Femina em França e quatro anos depois foi indicado para o Nobel de Literatura. Recebeu o prêmio Internacional Catalunya em 2004 e o prêmio de Literatura do jornal alemão Die Welt. Em 2005, recebeu o prêmio Goethe, como escritor e em 2007, o prêmio Príncipe das Astúrias de Letras.





O projeto propõe uma leitura mensal composta por textos de autores da literatura universal. A intenção é expor e comparar a panorâmica da literatura mundial no século XX, em que o homem é visto como o “contador de histórias”, em todas as diferentes maneiras de se contar a cultura.



XX Narrativas do Século XX valoriza a vocalização das leituras e dá atenção à palavra, às melodias e aos ritmos dos textos, por entender que este é o caminho para devolver aos textos a sua função primordial: a de serem lidos e ouvidos.



Serviço XX Narrativas do Século XX – Thomas Mann e Amos Oz Local: Teatro da CAIXA Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba/PR Data: 03 de novembro Horários: quarta 20h Ingressos: 01 (um) livro não didático Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta, das 12 às 19h, sábado e domingo, das 16 às 19h) Classificação etária: Não recomendado para menores de 14 anos Lotação máxima do teatro: 125 lugares (02 para cadeirantes) www.caixa.gov.br/caixacultural

 

publicado por o editor às 13:06
link do post | comentar | favorito

CD Jagannath Swami



Lançamento!



CD Jagannath Swami







O novo CD de Sadhu Sanga Das!



São 11 canções da tradição Vaisnava em ritmo de rock, pop e bossa nova!



Todas as músicas poderão ser inteiramente ouvidas em: http://www.reverbnation.com/sadhusangadas.



Mas caso realmente goste, encorajo-o(a) a visitar a loja virtual do mesmo site e baixar a(s) música(s) que mais gostar.

 

publicado por o editor às 13:05
link do post | comentar | favorito

Biblioparque estará domingo no Parque Bacacheri







Neste domingo (31), a unidade móvel de empréstimo de livros estará no Parque Bacacheri. Por causa da eleição, o horário de funcionamento será das 13h às 18h.



O Biblioparque, posto móvel de empréstimo gratuito de livros que percorre os parques da cidade, estará no Parque Bacacheri, das 13h às 18h. O horário foi reduzido em função da eleição presidencial, mas resta tempo suficiente para que os frequentadores do parque possam conhecer o novo equipamento. O Biblioparque só não funcionará se estiver chovendo.

O equipamento é composto por um veículo movido a energia elétrica e uma estrutura adaptada para acomodar livros, periódicos, ombrelones, cadeiras para adultos e crianças, pufs e mesas desmontáveis. Esta primeira unidade foi patrocinada pela Vivo, que também será a responsável pelo gerenciamento da operação até abril de 2011, em parceria com a Fundação Cultural de Curitiba.

A programação inclui sessões de contação de histórias ao longo do dia, distribuição de marcadores de livros, além de pintura em livros de quadrinhos. A empresa também disponibiliza uma tela interativa que dá acesso às sinopses dos livros que podem ser emprestados e dois notebooks para navegação na internet. Junto ao Biblioparque, o público encontra ainda um local para descarte de aparelhos celulares e baterias velhas.

Além da leitura no parque, quem quiser poderá emprestar os livros por 21 dias, de forma simples e sem burocracia. A devolução pode ser feita no próprio Biblioparque ou em qualquer das Casas da Leitura mantidas pela Fundação Cultural. O Biblioparque vai percorrer também o Bosque do Papa, Parque Tingüi, Parque Barigüi e Parque São Lourenço.


Serviço: Biblioparque, unidade de empréstimo gratuito de livros que compõe o programa Curitiba Lê, desenvolvido pela Fundação Cultural de Curitiba. Local: Parque Bacacheri Data: dia 31 de outubro de 2010 (domingo) Horário de funcionamento: das 13h às 18h. Somente em caso de chuva, o equipamento não poderá funcionar. Entrada franca

 

tags:
publicado por o editor às 13:03
link do post | comentar | favorito

Obra crítica de Reynaldo Roels


Doutora em Artes Visuais,Rosana de Freitas aborda obra crítica de Reynaldo Roels no Troca de Ideias



Doutora em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e curadora do Centro de Pesquisa e Documentação do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, a professora Rosana Pereira de Freitas apresentará o tema "Reynaldo Roels Jr. - Crítica Reunida", dentro do programa Troca de Ideias, no cineteatro do Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 - 2º andar - Centro - fone: (85) 3464.3108), no próximo dia 9 de novembro (terça-feira), às 19 horas. A palestra e debate têm entrada franca.

Reynaldo Roels Jr. foi curador do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM-Rio) por dois anos (2007 a 2009), com passagem também pelo centro de pesquisa e documentação do museu. Carioca nascido no bairro da Urca, Roels Jr. faleceu em julho de 2009 e dedicou a maior parte de sua vida às artes.

Conhecido por suas críticas de artes plásticas publicadas no Jornal do Brasil na década de 1980, era formado em História pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ e pós-graduado em História da Arte pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Durante quatro anos trabalhou como diretor e professor de Estética e História da Arte da Escola de Artes Visuais do Parque Lage.

Também foi curador da coleção de arte de Gilberto Chateaubriand, criando salas no MAM-Rio com uma exposição permanente das obras. Entre seus últimos trabalhos como curador, constam as exposições "Nova Figuração", "MAM 60 Anos" e "Neoconcretismo 50 Anos". Reynaldo Roels Jr. deixou texto inédito sobre a evolução da escultura no Brasil.

Segundo a professora Rosana de Freitas, "como contribuição fundamental à circulação e à reflexão da nossa produção artística e ao entendimento e discussão das iniciativas internacionais em solo brasileiro, os textos de Reynaldo Roels Jr. merecem transcender os arquivos públicos e privados, e retornar à arena pública".

 

publicado por o editor às 13:01
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 29 de Outubro de 2010

Waltel Branco comemora 81 anos



Waltel Branco comemora 81 anos com grandes nomes do violão no Teatro da CAIXA



O show, que faz parte da Corrente Cultural, traz parcerias inéditas entre o músico parnanguara, Cláudio Menandro, Mário da Silva, Paulo Porto Alegre e Ulisses Rocha





Waltel Branco é atração no Teatro da CAIXA, de 05 a 07 de novembro. O show é uma homenagem aos 81 anos do músico e faz parte da Corrente Cultural, evento que durante 12 dias transforma Curitiba em um grande palco para espetáculos, exposições, shows, mostras, entre outras atividades, e conta com a parceria da CAIXA. O espetáculo se completa com a presença de Cláudio Menandro, Mário da Silva, Paulo Porto Alegre e Ulisses Rocha, além da exibição do curta-metragem “Descobrindo Waltel", de Alessandro Gamo.

No repertório do show, encontram-se apenas obras de Waltel: choros, estudos, valsas, chimarrita, minuetos e, para finalizar em grande estilo, uma fantasia para quarteto para violões. Os músicos apresentam obras que vão do popular ao erudito.

Ex-diretor de trilhas da Rede Globo, músico múltiplo e arranjador de primeira grandeza, Waltel trabalhou com nomes como Henry Mancini, João Gilberto, Dorival Caymmi, Tim Maia, Cazuza, Ney Matogrosso, entre tantos outros. Teve músicas gravadas por Elis Regina e Elizeth Cardoso e foi arranjador de muitos nomes da MPB.



Waltel Branco nasceu em Paranaguá em 1929, e escreveu aproximadamente 300 obras para violão, o que o coloca entre um dos mais produtivos compositores para o instrumento no país. Foi homenageado como “Cidadão Benemérito do Paraná”, em 1999, recebeu o “Diploma de Honra ao Mérito do Rio de Janeiro”, em 2000, e “Grão Mestre da Ordem do Pinheiro” do Governo do Paraná, em 2002. Em 2008 teve seu primeiro livro de partituras editado.

"Descobrindo Waltel" - Curta-metragem de Alessandro Gamo, “Descobrindo Waltel” retrata em 15 minutos a vida do músico. O documentário, patrocinado pela CAIXA em 2005, tem no elenco Dom Salvador, Durval Ferreira, Ed Motta, Roberto Menescal, Sergio Cabral, entre outros, e recebeu os prêmios “Os 10 Mais - Escolha do Público no Festival Internacional de Curtas de São Paulo, em 2005, e o prêmio Unibanco de Cinema no Festival Internacional de Curtas de São Paulo, no mesmo ano.

Cláudio Menandro - Natural de Salvador, reside em Curitiba desde 2000. Em 2007 lançou o CD “Tributo a Waltel Branco” e participou do projeto Circular Brasil, dividindo o palco com Paulo Moura. Trabalhou como arranjador para o CD “Antiquera”, da Orquestra a Base de Cordas, com o violeiro Roberto Corrêa. Em 2008 fez a edição musical do livro “A obra para violão de Waltel Branco”. Este ano prepara o seu próprio livro de partituras, com sua produção para choro. É professor do Conservatório de MPB de Curitiba.



Mário da Silva - Professor de violão clássico da Embap, é especialista em Música de Câmara e mestre em Práticas Interpretativas na Universidade do Rio de Janeiro – UNIRIO. Possui dois CDs solo gravados e realizou concertos no Brasil e exterior.



Paulo Porto Alegre - Violonista de referência, compositor e arranjador, foi curador do SESC. Possui um disco solo gravado, além de trabalhos com Trio Opus 12 e o Quarteto Quaternaglia de Violões. Como solista de orquestras, atuou sob regência de Eleazar de Carvalho, Isaac Karabchewsky, Mozart Camargo Guarnieri, entre outros. Atualmente, leciona violão na Escola Municipal de Música de São Paulo e é integrante dos grupos Trio Opus 12 de Violões e Núcleo Hespérides de Música das Américas.


Ulisses Rocha - Ex-integrante do grupo D`alma, com nove discos gravados. Já se apresentou com Gal Costa, Zé Renato, Olívia Byington, gravou com Hermeto Pascoal, Roberto Carlos, Marlui Miranda e dividiu o palco com Toquinho, Eliane Elias, Paulo Belinatti e com grupo Boca Livre.



Ficha Técnica



Violonista e compositor: Walter Branco

Violonistas: Cláudio Menandro, Mário da Silva, Paulo Porto Alegre e Ulisses Rocha

Produtor: Álvaro Collaço


Serviço



Música: Waltel Branco

Local: Teatro da CAIXA

Data: De 05 a 07 de novembro

Hora: Sexta 21h e sábado e domingo 19h

Ingressos: Entrada franca. Os ingressos devem ser retirados na bilheteria do Teatro, no dia do evento, a partir das 20h e 18h, respectivamente.

Classificação etária: Livre para todos os públicos

www.caixa.gov.br/caixacultural

 

publicado por o editor às 13:46
link do post | comentar | favorito

73ª Mostra do Teatro Escola Macunaíma



Obras dramáticas no contexto contemporâneo



Maior mostra de teatro do país, que apresentará

56 montagens entre peças infantis e adultas,

estreia no dia 12 de novembro com

Um Tango Argentino, de Maria Clara Machado.
De 12 de novembro a 20 de dezembro de 2010





“Renomados dramaturgos no contexto contemporâneo”

é o tema da 73ª Mostra do Teatro Escola Macunaíma,

que estreia no dia 12 de novembro

com 56 espetáculos encenados pelos

alunos da escola, incluído espetáculo

para o público adulto e infantil,

na maior mostra de teatro do país.



Cada peça será apresentada 6 vezes,

em dias diferentes, até 20 de dezembro,

distribuídas em cinco salas da Escola,

que fica na Rua Rua Adolpho Gordo, 238 – Barra Funda.



O Macunaíma é a única escola que possui 5 teatros completos,

para que os alunos possam exercitar, desde cedo,

a interpretação em um palco de verdade.

Uma vivência única, com técnicos especializados,

iluminação e cenários de nível profissional.



Cada turma funciona como uma unidade

independente, onde o professor tem a

possibilidade de escolher o texto

e a interpretação de sua preferência.



As Mostras de Teatro organizadas pelo Macunaíma

têm sido a porta de entrada no mercado profissional de diversos

atores consagrados. Elas são um diferencial que o Macunaíma

tem em relação a outros cursos, por colocar

todo semestre os alunos, os professores e profissionais

para vivenciarem a prática teatral,

num evento que envolve mais de 500 pessoas.



Os ingressos custam R$ 14,00,

meia entrada para estudantes e terceira idade,

e R$ 3,50 para os alunos da escola.

Os ingressos podem ser adquiridos,

na sede do Macunaíma,

e também pelo site www.macunaima.com.br





Programação do Novembro



UM TANGO ARGENTINO

Direção: Wanderley Martins

Data: 12, 13 e 14 de novembro

Horários: 19hs e 21hs

Local: Teatro: 1

Capacidade: 86

Gênero: comédia

Duração: 60 minutos

Recomendação (idade): livre

Autor: Maria Clara Machado

Sinopse

Em uma academia de dança, pessoas com diferentes desejos

se reúnem para vivenciar suas paixões ao ritmo do tango.

Em meio a muitas surpresas do destino descobrem que tem muito em comum.

Seriedade, dádiva, paixão, entrega!



O BURGUÊS FIDALGO

Direção: Lucia de Lellis

Data: 13, 14 e 15 de novembro

Horários: 19h e 21h

Teatro: 2

Capacidade: 96

Gênero: Comédia

Duração: 60 minutos

Recomendação (idade): Livre

Autor : Molière

Sinopse:

Quem sou eu? O medo da resposta não estar

listada entre as definições mais admiradas por terceiros pode nos levar a um perigoso auto engano. Você me engana, ou eu me engano para te enganar? Na vida é fato:

Você me engana, eu te engano. Você se engana para me enganar,

eu me engano para te enganar. Nós nos enganamos para enganarmos a todos mutuamente. Poderia ser trágico, mas Moliere fez desse círculo vicioso, uma clássica comédia.



MAIS UM

Direção: Thiago Silveira

Horários: 19h e 21h

Teatro: Teatro 3

Capacidade: 72

Data: 12, 13 e 14 de Novembro

Gênero: Drama

Duração: 90 min

Recomendação (idade): 14 anos

Sinopse: “Mais Um” traça de forma não linear

fragmentos da vida de pessoas que circulam pelas diferentes linhas do metrô de São Paulo.

São personagens cotidianos – cada um deles sendo o “mais um”

que se perde em meio à multidão das grandes cidades.



AS TROIANAS

Direção: Beto Marcondes

Horários: 19h e 21h

Teatro: 4

Capacidade: 74 lugares

Data: 13, 14 e 15 de novembro

Gênero: tragédia

Duração: 50 minutos

Recomendação (idade): 12 anos

Autor: Eurípedes

Tradutor: Francisco carneiro da Cunha

Sinopse:

A montagem traz a força de um dos maiores clássicos da literatura da

Antiguidade Clássica, estreado em 415 a.c.

Um drama grego aliado a uma encenação contemporânea.

Fala-nos da tragédia da impotência humana, tendo por fundo

a cidade de Tróia massacrada pelos gregos.

Uma historia que revela até onde pode ir o amor e o ódio,

a sanidade e a loucura

das mulheres sobreviventes desta guerra.



A ROSA DE CABRIÚNA

Direção: Adriana Costa

Gênero Comédia

Duração: 80 minutos

Recomendação: Livre

Autor: Luis Alberto de Abreu

Sinopse

Errê, mundo velho sem porteira, sem aldrava e sem batente, sem porta e sem cerqueira! Em meio a toda a peculiaridade de um sertão distante, no meio do nada, fruto de uma cultura tão diversa e cheia de influências como a do Brasil, Cabriúna traz em si os costumes, a religião e a fé de um povo festivo e guiado por certas tradições. Na simplicidade do interior, uma família de moças belas, com sonhos e desejos e à espera de um bom partido. A singeleza dessa gente torna-os presa fácil dos que ali mal intencionados se achegam. Aviva o fogo, bate o pé, rasta a saia... com boas ou más intenções, se achegue pra ouvir esse causo!



MARAT-SADE

Direção: Christiane Lopes

Horários: 19hs e 21hs

Teatro: 3

Capacidade 72 lugares

Data: 19, 20 e 21 de novembro

Gênero: Drama

Duração: 75 minutos

Recomendação (idade): 14 anos

Nome da peça:

Sinopse: No manicômio de Charenton, próximo a Paris, o Marquês de Sade representa a tragédia de Marat, um dos líderes da revolução francesa de 1789. A peça é encenada pelos internos do manicômio e faz parte dos “avançados” métodos aplicados na cura dos pacientes. Sade aproveita o evento para contrapor suas idéias individualistas com as do famoso líder revolucionário comprometido com a causa do povo.



O INSPETOR GERAL

Horários: 19hs e 21hs

Teatro: 2 (dois)

Capacidade: 96 lugares

Data: 20, 21 e 22 de novembro

Gênero: Comédia

Duração: 80 minutos

Recomendação (idade): livre

Nome da peça:

Direção: Wanderley Martins

Sinopse:

Numa província do interior da Rússia, administrada por funcionários e políticos incompetentes e corruptos, espalha-se a notícia de que está prestes a chegar de São Petersburgo um inspetor, para instaurar uma sindicância. Está armada a confusão: palco de suborno,

corrupção e mentira, mecanismos do jogo social.



GOTA D’AGUA

Direção: Lúcia de Léllis

Data: 20, 21 e 22 de novembro

Horários: 19h e 21h

Teatro: 4

Capacidade: 74 lugares

Gênero: Tragédia

Duração: 80 min.

Recomendação (idade): 12 anos

Músico: Bruno Cabral, Gabriela Coelho.

Sinopse:

Numa favela brasileira, no conjunto residencial Vila do Meio Dia,

que se passa a tragédia de Joana. Mulher madura,

abandonada pelo jovem marido Jasão, que acaba de se tornar um sambista de sucesso.

Não podendo suportar empreende uma vingança

contra todos aqueles que considera responsáveis por sua desgraça.



PETER PAN

Direção: René Piazentin

Datas : 22, 23 e 24 de novembro

Horário: 19h e 21h

Teatro 1

Capacidade 86 lugares

Gênero: Fábula Dramática

Duração: 75 minutos

Recomendação: Livre

Sinopse:

Livre leitura da obra de J.M. Barrie, que através de paralelos

com momentos conhecidos do texto reflete sobre sua idéia central:

“Todas as crianças crescem. Menos uma”.







O MENOR QUER SER TUTOR

Direção: Adriano Cypriano

Data: 22, 23 e 24 de novembro

Horários: 19h & 21h

Teatro: 03

Capacidade: 72 lugares

Gênero: Drama

Duração: 50’

Recomendação (idade): livre

Assistência de Direção: Milena Filocomo

Sinopse:

Através da relação entre mestre e pupilo,

o texto aborda a complexa questão do aprender.



PODE SER QUE SEJA SÓ O LEITEIRO LÁ FORA

Direção: Eduardo de Paula

Data: 23, 24 e 25 de Novembro

Horários: 19h e 21h

Teatro: 2

Capacidade: 96 lugares

Gênero: Drama

Duração: 60min.

Recomendação (idade): 14 anos

Autor: Caio Fernando Abreu

Sinopse: Sempre existe uma solução para os problemas

e um caminho para a felicidade, mesmo que este caminho

seja mergulhar em um mundo de imaginação e fantasia.

Numa noite chuvosa, um grupo de andarilhos procura abrigo numa casa abandonada.

Entre a loucura de todos e de cada um, tudo pode acontecer,

desde um aborto do Cristo da Era de Aquário,

até um rapto pelos extraterrestres! Piração, piração, tudo piração!



O RINOCERONTE

Direção: Beto Marcondes

Data: 23, 24 e 25 de novembro

Horários: 19:00 e 21:00 hs

Teatro: 4

Capacidade: 74 lugares

Gênero: teatro do absurdo

Duração: 70 minutos

Recomendação (idade): 10 anos

Autor: Eugène Ionesco

Sinopse

O súbito aparecimento de um rinoceronte por ruas e becos de uma pacata cidade instala o absurdo do caos entre as pessoas.

Então, impotentes pela alienação do cotidiano, pela

burocratização de seu potencial de pensar

e pelo medo diante do novo, elas vão sendo

subjugadas, e cedem sua liberdade

e entorpecidas em seu livre-arbítrio vão

metamorfoseando em rinocerontes

até se anularem sob a carapaça do totalitarismo.

Aconteceu num lugarejo, mas sempre

haverá tropéis de rinocerontes em torno das Metrópoles...







Teatros do Macunaíma 1, 2, 3, 4 e 5

www.macunaima.com.br

Rua Adolpho Gordo, 238 – Barra Funda

(11) 3217.3400

 

publicado por o editor às 13:45
link do post | comentar | favorito

Cantoras de Petrópolis




Apresentação das Cantoras de Petrópolis, um dos corais mais famosos e premiados do país formado exclusivamente por meninas. Elas cantam na escadaria da praça central do shopping com transmissão em tempo real para telão instalado na área externa. Atração faz parte da abertura do projeto “BH Capital do Natal” no Minas Shopping.

Data: 30 de outubro

Horário: Sábado, 19h

Local: Minas Shopping, Av. Cristiano Machado, 4000, União

Entrada gratuita

publicado por o editor às 13:43
link do post | comentar | favorito

Ingressos para o THE MAGIC ÍNDIA já estão disponíveis








Para quem que pretende assistir o maior espetáculo da cultura indiana já realizado no Brasil, o THE MAGIC ÍNDIA TOUR BRASIL, já pode adquirir seu ingresso através do web site www.festivaldaindia.com.br

Indradyumna Swami e mais 25 músicos e artistas de diferentes partes do mundo desembarcam em São Paulo entre os dias 27 e 29 de Novembro 2010, trazendo com eles, toneladas de equipamentos entre de sonorização, iluminação, decoração, artigos para teatro e outras parafernálias.

O THE MAGIC ÍNDIA está prestes a começar!

Veja no site oficial do evento todos os TEATROS e CASAS DE SHOWS que receberão o espetáculo.

publicado por o editor às 13:42
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds