Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2016

“Vianinha conta o último combate do homem comum”

 

MINISTÉRIO DA CULTURA E PETROBRAS apresentam

 

“Vianinha conta

o último combate do homem comum”

 

 

Originalmente conhecida como “Nossa Vida em Família” ou simplesmente “Em Família”, a peça de Oduvaldo Vianna Filho, escrita no início dos anos 1970, recebeu do diretor Aderbal Freire Filho este novo título, que homenageia as lendárias montagens do Teatro de Arena, e destaca, como diz o diretor, “a grandeza desse personagem tão caro à dramaturgia da sua geração: o lutador anônimo, o homem comum.”

 

DATAS e HORÁRIOS: Dias 12 e 13 de fevereiro, às 20h; dia 14 de fevereiro, às 19h

LOCAL: Auditório Salvador de Ferrante (Guairinha) – Rua XV de Novembro, 971 – Centro – Curitiba / PR

Informações: (41) 3315-0808 (Disk Ingressos)

INGRESSOS: R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia)

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: 14 anos

DURAÇÃO: 120 Minutos

CAPACIDADE: 476 lugares

Na sessão do dia 14 de Fevereiro haverá tradução simultânea em Libras

 

SINOPSE

O casal de idosos Souza (Marcello Escorel) e Lu (Vera Novello) reúne os filhos em um almoço de domingo em sua casa em Miguel Pereira, onde os filhos foram criados, para dar-lhes a notícia de que terão de deixar esta mesma casa onde viveram boa parte de sua vida. Após o falecimento do proprietário do imóvel, os herdeiros decidem reajustar o aluguel para um valor incompatível com a aposentadoria de funcionário público de Souza.

 

Tentando ganhar tempo para buscar uma solução definitiva, os filhos decidem separar os pais temporariamente: Souza vai passar um tempo com a filha Cora (Ana Velloso) em São Paulo e Lu fica com o filho Jorge (Isio Ghelman) no Rio. Neli (Beth Lamas), a filha que teria a situação financeira mais estável entre os irmãos, promete conversar com o marido, mas antecipa que ele não concordou nem mesmo em ter a própria mãe em casa.

 

O tempo vai passando e a triste solução encontrada é separar o casal, no fim de sua vida: Souza vai morar com a filha Mariazinha em Brasília, onde o clima é seco e, portanto, ideal para sua saúde; e Lu fica no Rio, em um asilo, pois não há espaço na casa dos filhos.

 

Com direção de Aderbal Freire Filho, o elenco conta com Marcello Escorel, Vera Novello, Ana Velloso, Paulo Giardini, Gillray Coutinho, Isio Ghelman, Ana Barroso, Beth Lamas, Bella Camero, Kadu Garcia.

 

Lançando mão do humor, a peça conta o último combate deste homem comum - que é um pouco de todos nós. Depois de uma vida inteira de trabalho, um casamento de longa data e cinco filhos criados, Souza (o nosso protagonista) se vê sem ter onde morar e sem autonomia, sendo obrigado a se separar de sua companheira de toda a vida, por decisão dos filhos. Vianinha pinta um triste - e ainda atual - quadro sobre o idoso no Brasil, mas sempre usando as tintas do humor e assim imprimindo uma dimensão humana aos seus personagens.

 

“É sempre oportuno fazer um texto do Vianinha. Ele é um dos nossos autores clássicos. O teatro brasileiro é jovem, recente e a gente reconhece esse mesmo valor no teatro do Nelson Rodrigues, uma das nossas referências. Ambos são inventores do teatro brasileiro, que bebe dos teatros universais. O Vianinha é um ‘autor inventor’ que descobriu formas novas, ‘abriu o palco’. O teatro dele tem características não só dramáticas quanto épicas. Os personagens trazem reflexão e um pensamento que traduz o homem comum brasileiro.”, afirma Aderbal.

 

HISTÓRICO DO ESPETÁCULO

“Vianinha conta o último combate do homem comum” estreou em junho de 2014 no Teatro SESC Ginástico. Em função do sucesso do espetáculo junto ao público e à crítica especializada, o espetáculo continuou em cartaz no Teatro Poeira. O espetáculo foi contemplado com os Prêmios Cesgranrio e Questão de Crítica na categoria Melhor Ator (2014). Foi vencedor do Prêmio Questão de Crítica, na categoria Melhor Cenário. Foi indicado para Prêmio APTR nas categorias Melhor Ator e Iluminação. A direção de Aderbal Freire Filho, o elenco e o espetáculo também foram indicados ao Prêmio Questão de Crítica. O espetáculo foi contemplado com o PRÊMIO FUNARTE DE TEATRO MYRIAM MUNIZ que permitiu a realização de 10 apresentações (Teatro da UFF, SESC Nova Iguaçu, SESC Niterói e SESC Teresópolis) no início de 2015 e a participação do espetáculo na MOSTRA DE TEATRO TIRADENTES EM CENA – 3ª edição/ 2015 (Tiradentes – MG).

 

A MONTAGEM

A encenação destaca os valores expressivos da peça – que vão além da sua estrutura básica de comédia de costumes e, como em todas as peças de Vianinha, antecipam o teatro aberto, épico e dramático ao mesmo tempo, que configuram o que se tem chamado de "nova dramaturgia" - oferecendo a ela uma poética cênica capaz de dialogar amplamente com a imaginação do espectador. O cenário de Fernando Mello da Costa e os figurinos de Ney Madeira e Dani Vidal pretendem criar uma visualidade que remeta a um passado relativamente recente, da época em que se passa a ação, isto é, o começo dos anos 1970, partindo de uma estética em preto e branco (dos filmes PB), e formas vagamente inspiradas, quer nas roupas, quer nos mobiliários, naqueles anos. Sem, no entanto, recorrer a imagens icônicas ou demasiadamente marcantes.

 

Em cena, apenas uma mesa e cadeiras. Em cada lateral do palco, há objetos de uso variado, chamados pelo diretor de “despojos domésticos” – camas, cadeiras, máquinas de escrever, malas, compondo um espaço que pertencerá mais aos atores e sua preparação para entrar em cena do que aos seus personagens.

 

A ação, centrada neste núcleo familiar, é conduzida por um “clown / mestre de cerimônias”, ator que abre o espetáculo e responde também pelos papéis dos personagens interlocutores desta família - um médico, uma mulher da sociedade, o patrão de Jorge.

 

A luz é de Paulo Cesar Medeiros, e direção musical e trilha sonora original são de Tato Taborda.

 

LINHA DO TEMPO

Em 1970, a peça “Em Família” foi escrita por Vianinha e dirigida por Sérgio Britto. Posteriormente, o texto seria transformado pelo autor em roteiro de filme, dirigido por Paulo Porto e vencedor da Medalha de Prata no Festival Internacional de Moscou em 1971. O mesmo texto, escrito em 1972 por Vianinha, teve seu título mudado para "Nossa Vida Em Família", e estreou no Teatro Itália, em São Paulo, em março do mesmo ano, com direção de Antunes Filho e cenografia de José de Anchieta, e um elenco encabeçado por Paulo Autran e Carmen Silva como os pais, acompanhados por Mauro Mendonça, Karin Rodrigues, Pedro Cassador e Cláudia de Castro como os quatro filhos que aparecem na peça.

 

A SBAT

Ao longo dos últimos dez anos, muito já se falou sobre a importância da SBAT e ações foram realizadas na luta pela sua revitalização. Agora inicia-se um novo capítulo, que mais uma vez conta com o auxílio precioso do diretor Aderbal Freire-Filho: a montagem de uma peça de Oduvaldo Vianna Filho (Vianinha, cuja morte completou 40 anos em 2014), “Em Família”, agora rebatizada pelo diretor como “Vianinha conta o último combate do homem comum”.

 

Esta montagem é a primeira de uma série que vem sendo planejada com o objetivo de reativar a SBAT como um centro difusor da dramaturgia brasileira. Aderbal e um grupo de artistas vem trabalhando para chamar a atenção do público para o maior patrimônio construído nestes quase 100 anos de vida da entidade: o seu acervo, que hoje conta com mais de 35.000 peças teatrais brasileiras.

 

“Essa produção foi muito ligada ao movimento da SBAT, que é uma das sociedades de autores mais antigas do mundo. Ela foi fundada por Chiquinha Gonzaga em 1917. Entre a equipe de fundadores estava o pai do Vianinha, Oduvaldo Vianna. Fiz uma série de leituras de autores da SBAT há quatro anos. Quando lemos ‘Em Família’ (título original da peça), vemos o quanto ela é fundamental no teatro brasileiro.”, endossa o diretor.

 

Dirigiram a SBAT artistas como Joracy Camargo (autor do clássico “Deus lhe Pague”), Raimundo Magalhães Júnior (Academia Brasileira de Letras), Heitor Villa-Lobos, Guilherme Figueiredo, Paschoal Carlos Magno, Genolino Amado, entre muitos outros. Grandes dramaturgos brasileiros e escritores foram associados à SBAT, entre eles o próprio Vianinha, Nelson Rodrigues, Raquel de Queiroz, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, Dias Gomes, Plínio Marcos, Gianfrancesco Guarnieri.

 

FICHA TÉCNICA

TEXTO: ODUVALDO VIANNA FILHO

CONCEPÇÃO: ODUVALDO VIANNA FILHO e FERREIRA GULLAR

DIREÇÃO: ADERBAL FREIRE-FILHO

 

ELENCO (em ordem alfabética) / PERSONAGEM:

ANA BARROSO (nora Anita)

ANA VELLOSO (Cora)

BELLA CAMERO (Suzana)

BETH LAMAS (Neli)

GILLRAY COUTINHO (Afonsinho)

ISIO GHELMAN (Jorge)

KADU GARCIA (Aparecida, Patrão e Médico)

MARCELLO ESCOREL (Souza)

PAULO GIARDINI / RODRIGO PENNA (Beto)

VERA NOVELLO (Lu)

CENÁRIO: FERNANDO MELLO DA COSTA

FIGURINO: NEY MADEIRA E DANI VIDAL

DIREÇÃO MUSICAL E TRILHA SONORA: TATO TABORDA

ILUMINAÇÃO: PAULO CESAR MEDEIROS

PROGRAMAÇÃO VISUAL: CACAU GONDOMAR

ASSESSORIA DE IMPRENSA: HEITOR HUMBERTO

PRODUÇÃO LOCAL: KASSANDRA SPELTRI

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: LÚDICO PRODUÇÕES ARTÍSTICAS

Postado por Eduardo Cruz às 1/29/2016 11:33:00 AM 0 comentários

Marcadores: guairinha

tags:
publicado por o editor às 13:34
link do post | comentar | favorito

4ª Cúpula da CELAC

 

 
 
Nesta última quarta-feira, 27 de janeiro, realizou-se em Quito, Equador, a 4ª Cúpula de Presidentes da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC).
A preocupação com os efeitos da crise econômica internacional, com a queda nos preços das commodities e com a desaceleração econômica que afeta a região foram pontos centrais nos discursos dos vários líderes presentes. Em seu discurso, a Presidenta Dilma Rousseff propôs fomentar a cooperação no combate ao zika vírus, que afeta também outros países da região. A proposta foi adotada pela sessão plenária e deve ter seguimento com uma reunião dos ministros de saúde do bloco.
Além disso, dentre as várias resoluções adotadas estão o envio de uma missão de chanceleres ao Haiti para acompanhar o desenrolar da crise política no país, a ênfase na defesa do fim do embargo dos EUA à Cuba e o apoio ao processo de paz na Colômbia. Dias antes, o Conselho de Segurança da ONU havia aprovado o envio de uma missão para integrar o futuro mecanismo tripartite de monitoramento do cessar fogo e do desarmamento na Colômbia, por solicitação do Presidente Juan Manuel Santos, em acordo com as FARC. Durante a Cúpula da CELAC, em atenção ao pedido de Santos, todos os países membros da organização se dispuseram a integrar esta mecanismo. A escolha dos integrantes - dentre os membros da CELAC – será feita pelo Conselho de Segurança.
Como anfitrião do encontro, já que o Equador exerceu no último ano a presidência pró-tempore da organização, o Presidente Rafael Correa propôs uma agenda comum para a região – em torno de alguns eixos de trabalho e metas específicas – que não foi adotada devido à falta de consenso e diferentes visões sobre o papel do bloco. A proposta de agenda comum incluía a redução da pobreza extrema e das desigualdades, o fortalecimento da educação, ciência e tecnologia, o meio ambiente e mudanças climáticas, a gestão do financiamento para o desenvolvimento com ênfase em infraestrutura e conectividade e o fortalecimento do potencial da CELAC como bloco regional.
A próxima presidência pró-tempore será exercida pela República Dominicana.
A Presidenta Dilma Rousseff chegou ao Equador na véspera da cúpula presidencial, para uma reunião de trabalho com o Presidente Rafael Correa. Na ocasião, os governantes discutiram aspectos comerciais da relação bilateral, bem como projetos comuns de infraestrutura como o Eixo Multimodal Manta-Manaus, que deve ligar a cidade brasileira ao porto de Manta, no oceano Pacífico.
 
Tensões e incertezas políticas no Haiti
Há meses o Haiti vive um clima político tenso, que se intensificou nas últimas semanas frente à possibilidade de realização do segundo turno das eleições presidenciais.
O processo eleitoral começou ainda em agosto, quando foi realizado o primeiro turno das eleições legislativas. No dia 25 de outubro, realizaram-se o segundo turno das eleições legislativas e o primeiro turno das eleições presidenciais, que contou com mais de 50 candidatos. Na ocasião, o candidato governista Jovenel Moïse obteve 32,8% dos votos e os opositores Jude Célestin e Jean-Charles Moïse alcançaram 25,2% e 14,2% respectivamente. Desde então, uma série de mobilizações populares vêm denunciando fraudes no processo eleitoral. O segundo turno presidencial, inicialmente previsto para 27 de dezembro foi remarcado para o dia 24 de janeiro e novamente adiado, agora sem data definida. Antes do segundo adiamento, o candidato opositor Jude Célestin já havia se negado a participar, devido às alegadas irregularidades. Nas últimas semanas variados setores de oposição intensificaram os protestos, com posições políticas variadas que, em comum, denunciam a legitimação de um processo fraudulento caso o segundo turno seja realizado nos atuais termos e exigem a saída do atual Presidente Martelly e a convocação de novas eleições.
O quadro atual é de incerteza, já que no dia 7 de fevereiro termina o mandato do Presidente Michel Martelly, o que provavelmente implicará na formação de um governo de transição. Este eventual governo transitório deveria ser nomeado pela Assembleia Nacional, mas uma dificuldade adicional é que a legislatura eleita em agosto ainda não tomou posse e está incompleta (devido ao cancelamento da votação em alguns distritos). A disputa agora portanto é sobre o perfil deste governo de transição e sobre o futuro do processo eleitoral. Por um lado, os setores governistas têm interesse em prolongar sua presença num eventual governo transitório de forma a controlar a sucessão. Por outro lado, os setores de oposição se unem no rechaço a Martelly, mas com propostas distintas até o momento. Segundo entrevista do dirigente social Camille Chalmers, uma primeira posição defende a saída imediata do Presidente e a convocação de eleições gerais; um segundo grupo propõe manter os resultados das eleições legislativas e realizar eleições presidenciais o mais breve possível; e uma terceira posição defende um governo de transição mais longo, que possa organizar um diálogo político amplo e, em seguida, convocar eleições gerais.
Estes setores mobilizados, muitos deles críticos à presença das tropas da MINUSTAH, também têm denunciado pressões por parte da ONU, da OEA, dos Estados Unidos e da União Europeia para que o processo eleitoral seja finalizado o mais breve possível, o que é interpretado como apoio a Martelly. A OEA enviou missões de acompanhamento eleitoral tanto em agosto, quanto em outubro. A missão de outubro foi chefiada pelo ex-ministro Celso Amorim. Na ocasião, a OEA publicou relatório preliminar no qual apontava problemas no primeiro turno (como intimidação e medidas insuficientes para a confidencialidade do voto) e anunciava o encaminhamento de recomendações específicas às autoridades eleitorais.
 
 
Nesta última quarta-feira, a OEA aprovou o envio de uma missão especial ao país para auxiliar na negociação de uma saída para a crise política. O pedido foi formulado pelo Embaixador do Haiti e teria sido requerido pelo Presidente Martelly. Também nesta quarta, 27 de janeiro, por sugestão do Haiti, a 4a. Cúpula da CELAC aprovou o envio de uma missão de chanceleres ao país, que será formada por Venezuela, Uruguai, Bahamas e Equador.

 

publicado por o editor às 13:28
link do post | comentar | favorito

REMANDO COM A ALMA: EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA DE NAIDERON JR REVELA BELEZA DO STAND UP PADDLE

 

 
 
Em sua primeira exposição individual, o fotógrafo Naideron Junior apresenta uma mostra focada na prática do Stand Up Paddle e da canoa havaiana, englobando toda a cultura que cerca as modalidades. A mostra "Remando com a alma" acontece na Fnac Curitiba com abertura nesta terça-feira (2/2), 19h30, com um bate-papo. Reconhecido como um dos grandes repórteres fotográficos de sua geração, ele revela nas imagens toda a beleza que envolve o esporte e sua integração com a natureza. Naideron é um dos fundadores do grupo Amigos do Passaúna, um dos pioneiros em divulgar o Stand Up  no local. Nas fotos, ele retrata detalhes do esporte e belas paisagens, com um forte apelo para a preservação. Fica em cartaz até o dia 28, com entrada franca.
 
Com fortes influências de ilhas da Polinésia e do Pacífico, como o Havaí, o Stand Up Paddle (SUP) é um esporte que cresce muito no Brasil. “A integração com a natureza gera um envolvimento dos praticantes que é muito forte”, conta o fotógrafo. “Nesta mostra trago um pouco deste espírito”. Menos divulgada, a canoa havaiana também vem ganhando destaque. No início do século XIX, a ocupação europeia tomou conhecimento destas embarcações tradicionais e elas começaram a ser utilizadas como esporte. Nos anos 1970, se difundiu para a Austrália e, em 2000, chega ao Brasil. Em Curitiba, Naideron fundou, no final do ano passado, um grupo dedicado à prática. Realizou um batismo simbólico da canoa no lago do Parque Passaúna, evento registrado em algumas fotos da exposição. Batizar este tipo de embarcação é uma tradição ancestral de povos do Pacífico.
 
Praticante de SUP há cinco anos, Naideron alia neste trabalho suas duas paixões: o esporte e a fotografia. Como fotógrafo, tem uma carreira de 13 anos, tendo registrado grandes acontecimentos no Paraná. Já fotografou pata Vogue, Prada, Versace e Tiffany's, bem como eventos de moda locais. Clicou shows como Roberto Carlos, Guns n'Roses e Fatboy Slim e festivais como Country Festival e Creamfields.
 
 
EXPOSIÇÃO “REMANDO COM A ALMA”, DO FOTÓGRAFO NAIDERON JR
 
NA FNAC CURITIBA
 
Data: abertura em 2 de fevereiro, terça-feira, 19h30. Em cartaz até 28 de fevereiro.
Exposição: Horário de funcionamento da loja – De segunda-feira a sábado, das 11h às 23h, domingos e feriados das 14h às 20h.
Endereço: Park Shopping Barigui - Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600 – Ecoville, Curitiba - PR
Ingressos: Entrada franca | www.agendafnac.com.br

 

publicado por o editor às 13:27
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2016

34ª Oficina de Música chega à Boca Maldita

 

 

 

 
 
A 34ª Oficina de Música de Curitiba também vai às ruas e neste sábado (23) promove uma série de shows no centro da cidade. Um palco estará montado na Boca Maldita para receber, a partir das 11h, uma série de atrações. A programação começa com a Banda Gentileza e tem ainda João Pedro Teixeira e Octeto de Acordeons, a cantora Cida Airam, o som dos beats digitais de Felipe e Manoel Cordeiro, e a emblemática banda curitibana Blindagem.
A curitibana Banda Gentileza mistura diversos ritmos e gêneros musicais, e tem no bom humor elemento constante em suas letras. O grupo formado por João Pedro Teixeira e Octeto de Acordeons apresenta em sua formação instrumentos que fazem parte da família das sanfonas: a sanfona de oito baixos, a cromática e a concertina, além do próprio acordeom. No repertório, músicas de Hermeto Pascoal.
Cida Airam, cantora natural de Natal (RN) e radicada em Curitiba, lança seu CD de estreia, que apresenta influências que vão do Nordeste ao Sul do país. O paraense Felipe Cordeiro ganhou destaque com o álbum Kitsch Pop Cult (2012). O artista mistura a tradição popular musical do Pará com a sonoridade contemporânea dos beats digitais da América Latina, tais como a cúmbia, zouk, reggaeton, bachata, cacicó. Esse show conta com a participação de Manoel Cordeiro, guitarrista e pai de Felipe.
Encerrando a festa da 34ª Oficina na Boca Maldita está a banda Blindagem, patrimônio do rock local, que em 2015 completou seus 40 anos de existência. Confira a programação:
 
34ª Oficina de Música na Boca Maldita
Sábado, dia 23 de janeiro
11h – Banda Gentileza
13h – João Pedro Teixeira e Octeto de Acordeons
15h – Cida Airam
17h – Felipe Cordeiro e Manoel Cordeiro
19h – Blindagem
 
Parceiros – Realizada pela Prefeitura Municipal e Fundação Cultural de Curitiba, por meio do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC), a Oficina de Música 2016 tem o patrocínio da Copel, apoio master da PUC – Pontifícia Universidade Católica do Paraná, apoio do Banco do Brasil e apoio cultural do Centro Cultural Teatro Guaíra, Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo, Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, Curitiba Hostel, Família Farinha, E-Paraná, Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Faculdade de Artes do Paraná, Lumen FM, Secretaria de Estado da Cultura, SESC da Esquina e Paço da Liberdade, UFPR/Pró-Reitoria de Extensão e Cultura.

 

 
publicado por o editor às 12:48
link do post | comentar | favorito

DHZ lança a faixa "Batendo"

 

 

O selo Buuum (Skol Music), comandado por Zegon, começa 2016 com seu 

primeiro lançamento, da faixa "Batendo" https://soundcloud.com/buuumtrax/dhz-batendo. A música é do DHZ, projeto inovador de trap music formado em 2015 e composto por três artistas da nova safra do rap nacional. Flem, Knox e Lil Tec somam apresentações por todo o país e exterior, além de produzir diversos artistas nacionais e internacionais. 

O som do grupo tem grande influência do trap mundial, mas com uma pitada tropical e brasileira nos ritmos e timbres, dando um toque especial ao projeto. "Desde que começamos com o selo Buuum, tenho recebido muita música boa de novos produtores aqui do Brasil. Em 2016, resolvemos abrir espaço para essa nova galera. Direto de Curitiba, berço de beatmakers e DJs de alto nível, meu parceiro Flem mandou alguns sons do seu projeto DHZ. Então é com ele que decidimos abrir o ano e anunciar que em breve lançaremos uma coletânea, com o melhor da nova escola e alguns clássicos também. Feliz Ano Novo!", comenta Zegon.

Mais informações: http://www.skol.com.br/music/

tags:
publicado por o editor às 12:47
link do post | comentar | favorito

Marina Lima apresenta seu novo trabalho em Curitiba

 

 

O Trajeto Lumen Ao Vivo de janeiro traz pocket show e sessão de autógrafos com a cantora

 

A quinta temporada do Trajeto Lumen Ao Vivo traz a Curitiba a cantora e compositora Marina Lima com seu trabalho atual “No Osso”. Em seu 20º álbum, a cantora se apresenta com seu violão e relembra sua origem no primeiro trabalho solo em 35 anos de carreira.

 

Marina Lima é conhecida por sua originalidade, a cantora e compositora foi lançada em 1979 com o LP “Simples como Fogo” e desde então é trilha sonora de várias gerações de brasileiros. O primeiro “Trajeto Lumen Ao Vivo” de 2016, projeto em parceria com o Shopping Curitiba, volta dia 29 de janeiro e traz a carioca para cantar e conversar com o público curitibano.

 

Para participar da sessão de autógrafos, senhas estarão disponíveis na Livraria Cultura, a partir das 10h do dia do evento. O Trajeto Lumen Ao Vivo começa às 18h, é gratuito e aberto ao público, no Largo Curitiba. Quem não puder comparecer poderá ouvir na Rádio Lumen FM (99,5) que transmitirá ao vivo o programa. 

 

Mais informações: (41) 3271-4700

 

Serviço:

Trajeto Lumen ao Vivo com Marina Lima.

Data: 29 de janeiro

Horário: 18h

Local: Largo Curitiba (Piso L2) do Shopping Curitiba.

Entrada gratuita.

 

SOBRE O TRAJETO LUMEN AO VIVO

O projeto da Rádio Lumen FM em parceria com o Shopping Curitiba entra em sua quinta temporada. O objetivo é fomentar e divulgar a cultura em Curitiba e aproximar artistas do público curitibano. Em 2015, passaram pelo palco artistas como: Tiê, Biquini Cavadão, Pato Fu, Nenhum de Nós, Ivan Lins, Mariana Aydar, Marcelo Jeneci, Tiago Iorc, Jair Oliveira e Leoni.

publicado por o editor às 12:45
link do post | comentar | favorito

Carnaval 2016 tem 'reeleição' do Rei Momo e Rainha estreante

 

 

 

 

O Rei Momo curitibano teve o reinado prorrogado por mais um ano. Rubens Marques da Silva foi um dos concorrentes da escolha do Cortejo Real do carnaval 2016 nesta quarta-feira (20), no Memorial de Curitiba, e novamente venceu a disputa. Já a nova rainha do carnaval, Renatha Rosa, de apenas 19 anos, concorria pela primeira vez. O Cortejo ainda é composto por Franciele Loiola, como 1ª Princesa e Daniele Sansone como 2ª Princesa do Carnaval.

"Foi uma surpresa para mim porque é a primeira vez que participo do concurso. Eu não esperava. Estou muito emocionada", diz Renatha. Já Rubens disse que apesar da "reeleição" ainda prepara surpresas para este ano. "A fantasia que estou preparando vai ser mais bonita que a de 2015", promete.

Além de representar a cidade em eventos do Carnaval agendados pela Fundação Cultural, o Rei Momo e a Rainha receberão R$ 3 mil cada. Já as duas princesas receberão R$ 2 mil cada. As obrigações dos eleitos começaram logo depois do concurso e envolvem participar dos ensaios das escolas de samba, do desfile da Marechal Deodoro no dia 6 de fevereiro e dos bailes populares e demais festividades.

O concurso foi aberto para maiores de 18 anos, residentes em Curitiba há pelo menos seis meses e que tenham espírito carnavalesco, simpatia e samba no pé.

O Carnaval de Curitiba 2016 é uma realização da Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC). Acompanhe o site da FCC (fundacaoculturaldecuritiba.com.br) para saber mais detalhes e outras atualizações.
 

 

 
publicado por o editor às 12:44
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2016

EX-ALCÓOLATRA LUTA POR SEGUNDA CHANCE EM LEITURA DE QUADRINHO NA CAIXA CULTURAL CURITIBA

 

 

 

Estética infantil e conteúdo adulto estão em A vida de Jonas, obra levada ao palco no dia 27 de janeiro pelo projeto Cena HQ

 

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, dentro da programação do projeto Cena HQ, a leitura do quadrinho A vida de Jonas no dia 27 de janeiro (quarta-feira), às 20h. O autor da obra, Magno Costa, estará presente para um bate-papo com o público logo após a apresentação ao lado dos atores e do diretor Paulo Biscaia.

 

O livro A vida de Jonas – que conta com o trabalho de Marcelo, irmão gêmeo do autor, nas cores – parece inspirado nos fantoches do clássico Muppets, criados pelo norte-americano Jim Henson para cinema e televisão. O conteúdo, no entanto, é bem diferente. Se à primeira vista a estética da obra parece infantil, logo nota-se que a narrativa mergulha num mundo repleto de densos dramas adultos permeados pelo vício, pela culpa, autopiedade e egoísmo.

 

Ex-alcoólatra, desempregado e abandonado pela esposa, Jonas luta para se regenerar e ter uma segunda chance na vida, precisando enfrentar fantasmas do passado e alguns perigos pelo caminho.

 

A vida de Jonas relata expressões singelas e ao mesmo tempo intensas de uma reabilitação, como o momento em que o protagonista faz compras e fica parado na seção de bebidas, pensativo. Revela ainda momentos de raiva, compaixão, de perda dos amigos, retratando um personagem na essência de sua humanidade.

 

Os autores

Nascido no Paraná e radicado há mais de 20 anos em São Paulo, Magno costuma trabalhar em parceria com o irmão Marcelo desde o início da carreira. A dupla faturou, em 2012, o 24º Troféu HQ Mixna categoria Novo talento.

 

Entre suas principais obras, estão Matinê, de 2011, repleta de ação e inspirada nos filmes de Tarantino e John Woo. A HQ com dois volumes acabou virando filme em 2013, dirigido por Elder Fraga e com atuação de Júlio Rocha. Ainda em 2013, lançaram Oeste vermelho, uma briga literalmente entre gatos e ratos inspirada nos filmes de Sergio Leone e John Ford.

 

Cena HQ

Bicampeão do Troféu HQ Mix 2015 na categoria Produção para Outras Linguagens, o projeto Cena HQ segue a proposta de ler em cena obras publicadas originalmente em quadrinhos. O evento é uma parceria entre a Cia Vigor Mortis e a Quadrinhofilia, com curadoria dos autores feita pelo quadrinhista José Aguiar e escolha dos encenadores pelo diretor Paulo Biscaia Filho. Cada leitura é seguida por um debate envolvendo público, autores, diretor e atores.

 

Serviço:

Leitura cênica: Cena HQ – A vida de Jonas

Local: CAIXA Cultural Curitiba, Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Centro – Curitiba (PR)

Data: 27 de janeiro de 2016 (quarta-feira)

Horário: 20h

Ingressos: entrada franca. Retirada de ingressos a partir das 19h do dia da apresentação.

Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 16h às 19h)

Classificação etária: não recomendado para menores de 14 anos

Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

POSTADO 

publicado por o editor às 12:20
link do post | comentar | favorito

Seguimento do acordo nuclear com o Irã

 

 

 

Neste último fim de semana, a retirada das sanções dos Estados Unidos e da União Europeia sobre o Irã e a troca de prisioneiros trouxeram avanços no cumprimento do acordo nuclear anunciado em julho passado e na normatização das relações diplomáticas entre os países.
A retirada das sanções ocorreu após a Agência Internacional de Energia Atômica confirmar que Teerã manteve seus compromissos com relação aos pontos negociados no acordo de julho, que preveem a limitação de vários aspectos do programa nuclear do país.
No caso dos Estados Unidos, a retirada completa das sanções ainda depende de aprovação do Congresso, o que não deve ocorrer antes das eleições presidenciais de novembro. De qualquer forma, a suspensão anunciada das sanções já permite a retomada de negócios com o Irã e o descongelamento parcial de fundos iranianos no exterior que chegam a US$100 bilhões.
A implementação efetiva do acordo abre caminho para maior participação de Teerã na diplomacia regional e também abre o mercado iraniano para as multinacionais europeias e estadunidenses. No ano passado, poucos dias após o anúncio do acordo nuclear, potências europeias, como Alemanha e França, enviaram seus ministros de relações exteriores e líderes empresariais em missões ao país persa. A normatização das relações com o Irã também deve acentuar a queda do preço do petróleo, que vem registrando quedas recordes nos últimos dias.
Vale lembrar que este acordo ocorre mais de cinco anos após o Brasil e a Turquia terem alcançado um compromisso semelhante do Irã, que na época não se confirmou devido a falta de disposição dos Estados Unidos com a negociação. Desta vez, mudanças no contexto político regional podem ajudar a explicar o acordo, pois o Irã tem ocupado um espaço crescente na política do Oriente Médio (presença no conflito sírio, combate ao Estado Islâmico, apoio ao frágil governo iraquiano, que também é apoiado pelos Estados Unidos), sendo um ator cada vez mais importante para o instável equilíbrio regional. Contudo, nem todos os atores estão jogando pelo sucesso do acordo. Dentre as posições contrárias, podemos destacar Israel e a Arábia Saudita, que justamente vêm promovendo uma escalada de tensões e o rompimento de relações diplomáticas como reação ao acordo.
Ainda no final de semana, os Estados Unidos anunciaram novas pequenas sanções devido a testes com mísseis balísticos. Embora haja uma contradição aparente entre os dois anúncios, é plausível que as novas sanções cumpram um papel para as audiências domésticas em ano eleitoral nos Estados Unidos e no Irã, já que as novas medidas são bastante limitadas frente à abrangência das primeiras.

 

 
publicado por o editor às 12:19
link do post | comentar | favorito

A Jornada do Roteirista

 

 

 

A Jornada do Roteirista
com Thelma Guedes
A novelista e escritora Thelma Guedes dará aula sobre a trajetória profissional e simbólica de um roteirista profissional. Neste curso ela abordará os diferentes estágios da formação de quem escreve para TV e cinema. Desde o despertar do desejo, as ferramentas, técnicas e referências, até as provações para se chegar a ser um profissional seguro e respeitado. 

"Um roteirista não nasce roteirista, nem se forma da noite para o dia. Há um longo caminho a ser trilhado, que parte de um “chamado”, isto é, um desejo ou interesse despertado. Nesta travessia há um “tesouro” a ser buscado, que são as ferramentas, técnicas, saberes e referências. São essas valiosas “armas” que tornarão possível enfrentar dificuldades e provações deste ofício." Saiba mais
Datas 
Dia 30 de janeiro
Sábado, das 10h às 14h

 

 
publicado por o editor às 12:18
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds