Quarta-feira, 31 de Agosto de 2016

SOMOS SOUL TRAZ À CAIXA CULTURAL CURITIBA NEGRA LI, SIMONINHA E LADY ZU

 

 

 

A cada noite, um artista faz a sua homenagem à dançante soul music

 

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, de 9 a 11 de setembro, a série Somos Soul. Durante três noites, três artistas de expressividade nacional farão uma homenagem à soul music. A paulistana Negra Li abre a série, seguida pelo multifacetado Wilson Simoninha. A cantora Lady Zu encerra o pequeno festival, com a participação especial do cantor Gérson King Combo, um dos precursores do ritmo soul no Brasil.

 

A soul music, ou música da alma em tradução literal, foi originada nos EUA e aflorou no Brasil no início dos anos 1970, em franca atividade até hoje. Muitos artistas brasileiros, influenciados por grandes nomes, absorveram e reprocessaram a mistura de rock and roll, rhythm & blues e samba, dando vida à música de precursores como Tim Maia, Hyldon, Cassiano, Gérson King Combo, entre outros.

 

 

Programação:

 

Negra Li – 9 de setembro

Nascida no bairro da Vila Brasilândia, zona norte de São Paulo, apesar das dificuldades, Negra Li começou a se interessar pela música ainda na infância. Nessa época, cantava hinos da igreja evangélica que frequentava (e ainda frequenta) com sua mãe.  Quando adolescente, influenciada pelas cantoras Whitney Houston e Mariah Carey, entre outras, começou a flertar com a black music. Hoje, aos 33 anos, com uma carreira de sucesso consolidada, seu trabalho transita entre o soul e o R&B.

 

“Tudo de Novo”, o segundo disco solo de Negra Li, de 2012, traz um repertório com fortes referências ao universo de Hyldon, Tim Maia e Aretha Franklin. Em 2006, estreou como atriz no filme “Antônia”, de Tata Amaral, que em 2007 viraria um seriado homônimo na TV Globo, também protagonizado por ela. Tudo de Novo, Não Vá e Hoje eu só quero ser Feliz, canções com a vibração dos anos 1980, prometem estar presentes no show da cantora.

 

 

Simoninha – 10 de Setembro

Músico, intérprete, produtor e empresário, Wilson Simoninha dedica-se de forma especial à soul music brasileira. Filho do legendário Wilson Simonal (1939-2000), com quem atuou como tecladista e produtor, Simoninha lançou seu mais recente álbum, "Alta Fidelidade", em 2013, trazendo dez canções inéditas e autorais, entre outras. No projeto “Somos Soul”, o cantor promete um show pra lá de dançante, com a marca da diversidade musical de Wilson Simoninha. Canções de temática soul, como Whats Going on (Marvin Gaye), Olhos Coloridos (Sandra de Sá) e Flor do Futuro (Claudio Zoli), além de sambas e MPB fazem parte do repertório.

 

Lady Zu – 11 de Setembro

Lady Zu gravou seu primeiro compacto simples, intitulado A Noite Vai Chegar, no final dos anos 1970. Rapidamente transformado em hit nas rádios e nas pistas de dança do país, a música foi também incluída na trilha sonora da novela "Sem Lenço, sem Documento", da Rede Globo. O sucesso da cantora e compositora lhe valeu o título de "Donna Summer brasileira", dado pelo apresentador de televisão Chacrinha, em referência à cantora norte-americana da disco music. Este e outros hits, como Com sabor (Dom Charles e Nélson Motta), Novidades (Peninha e Miguel Cidras) e Lady é meu nome (Arthur Giglio) fazem parte do show de Lady Zu.

 

A cantora recebe como convidado especial, o cantor e compositor Gérson King Combo.

 

Serviço:

Música: Somos Soul

Local: CAIXA Cultural Curitiba - Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba (PR)

Data: 9 a 11 de setembro de 2016 (Negra Li, dia 9, Simoninha, dia 10, Lady Zu, dia 11)

Hora: sexta-feira e sábado, às 20h. Domingo, às 19h

Ingressos: vendas a partir de 3 de setembro (sábado). R$ 20 e R$ 10 (meia - conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.

Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h. Domingo, das 16h às 19h)

Classificação etária: Livre para todos os públicos

Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

 

publicado por o editor às 15:35
link do post | comentar | favorito

Música de Roberta Campos é tema da novela “Sol Nascente”

 

 

 


A cantora e compositora Roberta Campos pela primeira vez interpretará o tema de abertura de uma novela: a música é “Minha Felicidade” https://www.youtube.com/watch?v=N5k3KdPAKis, em “Sol Nascente” (Globo). A romântica canção foi escrita com Danilo Oliveira e é do seu mais recente álbum, “Todo Caminho É Sorte” (Deck / 2015). O single, lançado em formato digital na última sexta-feira (26), está em primeiro lugar no ranking de downloads no iTunes e já dobrou seu número de execuções no Spotify.

 

Assim como as demais faixas de “Todo Caminho É Sorte”, “Minha Felicidade” foi produzida por Rafael Ramos. Tocando violão, Roberta foi acompanhada pela banda formada por Loco Sosa (bateria e percussão), Zé Nigro (baixo), Fabio Pinczowski (rhodes e hammond) e Christiaan Oyens na gravação da música. A mineira já teve outras canções suas em trilhas de novelas, como “De Janeiro a Janeiro”, com participação de Nando Reis em “Sangue Bom” (Globo” e “Rebelde” (Record), “Varrendo a Lua” em “Malhação” (Globo) e “Sete Dias” em “Amor Eterno Amor” (Globo), entre outras.

 

Mais informações: www.deckdisc.com.br

 

publicado por o editor às 15:33
link do post | comentar | favorito

SAMBAS TRADICIONAIS E CONTEMPORÂNEOS NA VOZ DO CANTOR MARCOS OZZELIN

 

 

Conhecido no circuito da Lapa carioca, artista apresenta o melhor do samba de todos os tempos na CAIXA Cultural Curitiba

 

 

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, como atração do projeto Samba de Bamba, o show de Marcos Ozzelin, cantor paulista já conhecido no circuito da Lapa carioca. Será no dia 6 de setembro (terça-feira), às 20h. No repertório, o cantor concilia a tradição dos mestres com alguns dos grandes nomes do samba contemporâneo. E vem a Curitiba para mostrar ao público as canções de seus dois discos de carreira: Samba Transcendental (2010) e Intersecção (2014). A fusão dos dois trabalhos revela um painel de sambas de qualidade de todos os tempos.

 

No disco de estreia, Samba Transcendental, Ozzelin touxe sambas conhecidos em arranjos elegantes. A seleção de repertório privilegiou sambas com letras mais alegres e otimistas, fugindo da dor de cotovelo. Marcos vai apresentar grandes clássicos de compositores como Noel Rosa (O X do problema e Com que roupa), Dorival Caymmi (O dengo que a nega tem) e Ary Barroso (Quando eu penso na Bahia).

 

Já com seu segundo álbum, Intersecção, ele apresenta um interessante diálogo entre o samba paulista e o carioca. Uma ponte aérea musical entre as duas cidades mais importantes para Marcos Ozzellin – a que ele nasceu e a que escolheu para viver. O repertório reúne Paulo Vanzolini (Volta por Cima), Adoniran Barbosa (Apaga o Fogo, Mané), Chico Buarque (Estação Derradeira), Paulinho da Viola (Onde a dor não tem razão), Moyséis Marques e Bernardo Lobo (Pra ter seu bem querer), Wilson Moreira e Ney Lopes (Sandália Amarela), Geraldo Filme (Tradição – Vai no Bixiga), entre outros.

 

Ozzelin vem acompanhado por um time de jovens talentos como o cavaquinista Henrique Vasconcelos, o bandolinista Vinícius Santos e o percussionista Thiago Kobe.

 

Nascido em São Bernardo do Campo (SP), Marcos Ozzellin iniciou sua carreira no final dos anos 1990 em São Paulo, cantando na noite paulista e viveu por dois anos em Portugal, se apresentando no circuito Lisboa-Cascais-Estoril. No Rio de Janeiro e em São Paulo, fez shows de samba e de MPB em diversas casas de espetáculo.

 

A próxima atração do Samba de Bamba é o afinadíssimo Julio Estrela, no dia 4 de outubro. O projeto tem a curadoria do jornalista e crítico musical, Rodrigo Browne.

 

 

Serviço:

Música: Samba de Bamba apresenta Marcos Ozzelin

Local: CAIXA Cultural Curitiba, Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)

Data: 6 de setembro de 2016, terça-feira

Horário: 20h

Ingressos: vendas a partir de 3 de setembro (sábado). R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.

Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 16h às 19h)

Classificação etária: livre para todos os públicos

Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

 

Crédito foto: Rodrigo Guimarães

 

publicado por o editor às 15:32
link do post | comentar | favorito

Fundação Cultural publica relação de inabilitados no Mecenato 2016

 

 

 



A Fundação Cultural de Curitiba divulgou, nesta terça-feira (30), a relação de projetos inabilitados para Editais do Mecenato 2016 nas categorias INICIANTE e NÃO INICIANTE. Os proponentes  inabilitados e por conseguinte desclassificados, terão o prazo de 07 (sete) dias úteis, para apresentar pedido de revisão, em instância única ao Órgão responsável pelo Programa de Apoio e Incentivo à Cultura.
Para acesso a motivação da inabilitação, deverá o proponente acessar, com seu login e senha, o seu projeto no sistema SISPROFICE, a partir do endereço eletrônico www.sic.cultura.pr.gov.br
Os interessados em requerer revisão deverão fazê-lo exclusivamente através do endereço eletrônico www.sic.cultura.pr.gov.br e, utilizando-se de seu login, transcrever diretamente seu requerimento na aba “RECURSO” do sistema SISPROFICE.

 

tags:
publicado por o editor às 15:31
link do post | comentar | favorito

Paróquia Nossa Senhora de Lourdes recebe concerto da Camerata Antiqua

 

 

 



O Santuário Santa Rita de Cássia, no bairro Hauer, recebe a Camerata Antiqua de Curitiba nesta quinta-feira (dia 1º), às 20 horas, para concerto aberto ao público. A apresentação de obras clássicas de vários períodos. serão executadas pelo grupo sob a regência do chefe de naipe e ensaiador, Alexandre Razera. 
O repertório desse concerto também reflete a característica e a proposta musical do projeto sendo um apanhado histórico de compositores estrangeiros e brasileiros, representativos em sua época, como: Johann Sebastian Bach, George Friedrich Händel, Heitor Villa-Lobos, Antônio Carlos Gomes, Mozart Camargo Guarnieri e Edmundo Villani-Côrtes.
Para esse ano ainda estão previstos mais três concertos em igrejas de Curitiba: na Paróquia Divino Espírito Santo, Santuário Nossa Senhora do Guadalupe e Comunidade do Redentor.

Regente
Natural de Piracicaba, iniciou seus estudos musicais na Escola de Música de Piracicaba. No Brasil estudou com Celisa Frias e Elisa Fukuda. Em 1998 foi contemplado com uma bolsa para integrar a Academia Karajan da Filarmônica de Berlim, onde teve a orientação de Wielfried Strehle. Realizou concertos e gravações sob a batuta de maestros como Claudio Abbado, Simon Ratle, Daniel Baremboim e Lorin Maazel. Estudou com Ulrich Knoerzer na Universidade de Artes de Berlim. Atuou como primeiro violista de inúmeras orquestras, como Orquestra da Rádio e Televisao Eslovêna, OSESP, OSUSP e OSB. Trabalhou junto à Orquestra do Festival de Lucerna, Filarmônica de Berlim, Mahler Chamber Orchestra e diversos grupos de música de câmera pela Europa. Integra regularmente o corpo docente de Festivais por todo o país, como o Festival de Campos do Jordão, Oficina de Música de Curitiba, CIVEBRA (Brasília) e FEIMEP (Piracicaba). Atualmente, além da atividade solística e camerística pelo Brasil e exterior, é primeiro violista e ensaiador da Orquestra de Câmera de Curitiba.
Serviço:
 Apresentação da Camerata Antiqua de Curitiba no Santuário Santa Rita de Cássia
Regente Alexandre Razera (São Paulo/Paraná)
Data: 01 de setembro (quinta-feira)
Horário: 20h
Local: Santuário Santa Rita de Cássia
Endereço: . Padre Dehon, 728 – Hauer, Curitiba – PR (41) 3276-2075
Próximos concertos
14 de outubro (sexta-feira), 20h – Paróquia Divino Espírito Santo
17 de novembro (quinta-feira), 20h – Santuário Nossa Senhora do Guadalupe
02 de dezembro (sexta-feira), 20h – Comunidade do Redentor
 
publicado por o editor às 15:29
link do post | comentar | favorito

Show no TUC reúne dois novos talentos da música curitibana

 

 


 
            Duas jovens cantoras e compositoras, representantes da novíssima geração da música curitibana, estarão no palco do TUC – Teatro Universitário de Curitiba na próxima quinta-feira, 1º de setembro, às 19h, para mostrar porque têm sido os maiores destaques dos últimos festivais de música da cidade. Carlinha PK e Gi Luersen desenvolvem suas carreiras demonstrando muito talento e maturidade musical. 
O show foi proposto para dar ao público uma oportunidade de conhecer a qualidade do trabalho autoral das duas intérpretes. Carlinha PK é compositora e intérprete autodidata. Participou de festivais independentes e integrou bandas de Curitiba como compositora, baixista, baterista e vocalista. Carlinha desenvolve o projeto solo “Voz e Violão” desde 2007, mostrando suas músicas autorais do gênero MPB com algumas influências de reggae e hip-hop.
Gi Luersen faz de suas canções verdadeiras crônicas da cidade, com temas que tratam de assuntos ligados à cultura local e personagens que passeiam pelo imaginário de quem vive em Curitiba. Tais personagens surgem no discurso da artista, tanto em fatos de importância histórica – como a imigração haitiana presente no país, tema da canção “CWBTI” –, quanto no cidadão sem rosto que habita bairros como a Cidade Industrial de Curitiba – caso de Renato Otto, personagem, mas também morador da CIC que ganha uma espécie de biografia na música “Classic”.
A artista circula pelo cenário musical desde 2011, quando ingressou na Faculdade de Artes do Paraná. Logo lançou seus dois primeiros álbuns, “Manifestos de carinho estão queimando no meu quintal” e “Toda a explosão sincera”. Gi Luersen passeia por uma sonoridade que combina o timbre do violão de cordas de aço e a suavidade dos harmônicos presentes nas melodias.
Na bagagem, a compositora traz apresentações em importantes espaços culturais da cidade como o Teatro do Paiol e o Teatro Londrina (Memorial de Curitiba). Mais recentemente teve a canção CWBTI selecionada para integrar a primeira edição do Festival de Cultura Popular, iniciativa da Fundação Cultural de Curitiba. 
 
Serviço:
Apresentações das cantoras e compositoras Carlinha PK e Gi Luersen
Local: TUC – Teatro Universitário de Curitiba
Data e horário: 1º de setembro de 2016 (quinta-feira), às 19h
Entrada franca

 

publicado por o editor às 15:27
link do post | comentar | favorito

Emanuelle Araújo lança inédita de autoria de Moska

 

 

 
 
Nessa sexta-feira (02), Emanuelle Araújo lança em todas as plataformas digitais seu primeiro álbum solo, “O Problema é a Velocidade”, pela Deck. Enquanto não está totalmente disponível, ela apresenta hoje mais uma faixa do disco, “O Amor Está ao Meu Lado”. O samba inédito é de autoria de Moska, que enviou para a atriz e cantora com o recado: “Fiz pensando em Paulinho da Viola”.

A música foi produzida por Kassin, assim como as demais do disco. Para gravá-la, Emanuelle contou com os amigos Pedro Sá (violão e guitarras) e Stephane San Juan (bateria e percussão).

Para ouvir, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=TCEBlBX1VXs&feature=youtu.be

 

publicado por o editor às 15:26
link do post | comentar | favorito

Fundação Ema Klabin promove visita temática Fotografia Guardada

 

 

 

 
 
Após a visita temática confira o show do grupo Timbaloca, pela série Tardes Musicais.
Fotos inéditas do acervo da Fundação Ema Klabin serão apresentadas ao público em exercício narrativo. 
 
Nesse sábado, 3 de setembro, à partir das 14h30, a Fundação Ema Klabin apresenta uma visita temática que propõe aos participantes um exercício de olhar para fotografias guardadas (dessas que todos temos) e realizar um jogo perceptivo para estímulo de criações narrativas.
 “Visitaremos a coleção fotográfica da Fundação Ema Klabin, inclusive com fotos que não estão expostas diariamente, além de outras imagens que atravessam a casa-museu em uma sobreposição de tempos: passado e presente”, explica a coordenadora do setor educativo da Fundação Ema Klabin, Cristiane Alves.
O jogo perceptivo proposto pelo setor educativo também contará com vídeos artísticos produzidos pelos educadores que usaram como referência para embasar as atividades autores como Roland Barthes e Borys Kossoy.
O público também poderá conferir o acervo da casa-museu que conta com mais de 1500 obras de arte de grandes mestres mundiais.
 
Show com o grupo Timbaloca
Atuando  pelos palcos do mundo, Sizão Machado participou da gravação de mais de uma centena de discos.  Foto:  Divulgação
 
Após a visita temática, às 16h, a Fundação Ema Klabin apresenta o grupo Timbaloca, pela série Tardes Musicais. Surgido a partir de um grupo de estudos de Música Afro Latina da Escola de Música do Estado de São Paulo – EMESP, a banda de salsa Timbaloca, sob a direção musical do contrabaixista Sizão Machado, se destaca pelas suas características rítmicas, melódicas e harmônicas bem como sua estruturação estética.
 
Novidade:
Em 1º de setembro, a casa-museu Ema Klabin ganha novos dias e horários para visitação. Funciona de quarta a domingo, das 14h às 17h, sem agendamento. Aos finais de semana, a visita tem, ainda, entrada franca. Nos outros dias, o ingresso custa R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)
 
Serviço:
Data: 3 de setembro – sábado
14h30 às 16h30 - Visitas Temática Fotografia Guardada-   25 vagas
16h - Programa Tardes Musicais – Grupo Timbaloca EMESP- 180 lugares
Entrada franca
Indicação: livre
Fundação Ema Klabin:  Rua Portugal, 43 - Jardim Europa - São Paulo
Fone:   11 3897-3232 

 

 
publicado por o editor às 15:25
link do post | comentar | favorito

Cinemateca apresenta Mostra de Cinema Soviético

 

 

 


A Cinemateca de Curitiba apresenta de quinta-feira a domingo ( 1º a 4 de setembro), na sessão das 19h, a Mostra de Cinema Soviético, com uma série de quatro filmes que têm como tema ou pano de fundo as duas guerras mundiais. A entrada é franca.
Programação:
01/09
Lenin em Outubro, de Dmitri Vasilyev, Mikhail Romm (Rússia, 1937,108’)
Rússia, 1917. O filme apresenta a série de acontecimentos que culminou na saída da Rússia da Segunda Guerra Mundial. A Frota do Báltico e unidades do Exército estão contra o governo Kerenski, unindo as vozes às dos operários e camponeses que exigem paz e a saída da Rússia da guerra. Lenin, ao chegar a Petrogrado num trem vindo da Finlândia, derrota as resistências de Zinoviev, Kamenev e Trotsky para deflagrar a insurreição. Enquanto isso, as forças contra revolucionárias organizam uma caçada para matar o líder dos bolcheviques, mas nada impede que a Revolução de Outubro triunfe.
Elenco: Nikolai Okhlopkov, Vasili Vanin, Nikolai Arsky
Classificação: 14 anos
02/09
O Quadragésimo Primeiro, de Grigori Chukhrai (União Soviética, 1956, 88’)
Ambientado na época da guerra, "O quadragésimo primeiro " é um filme que mostra um inesperado romance que acontece entre uma atiradora do Exército Vermelho e um oficial do Exército Branco. Grande trabalho do diretor russo Grigori Chukhrai.
Elenco: Izolda Izvitskaya, Nikolai Kryuchkov, Oleg Strizhenov
Classificação: Livre
03/09
Primavera, de Grigori Aleksandrov (União Soviética, 1947, 104’)
Quinta comédia musical com direção de Grigori Aleksandrov e trilha composta por Isaak Dunaievsky, na qual Liubov Orlova contracena com Nikolai Cherkasov – o astro de Eisenstein em "Alexandre Nevsky" e "Ivan, o Terrível". A seqüência de abertura marca o ritmo febril da reconstrução do país no início do pós-guerra, período em que se situa o enredo do filme: uma sucessão de quiprocós que leva artistas e cientistas a superar preconceitos mútuos, aprendendo a conhecer melhor o papel de cada um na sociedade.
Elenco: Liubov Orlova, Nikolai Cherkasov, Faina Ranevskaia.
Classificação: Livre
04/09
O Retorno de Vassily Bortnikov, de Vsevolod Pudovkin (União Soviética, 1953, 102’)
Dado como desaparecido na guerra, Vassily Bortnikov regressa ao lar e encontra a mulher casada com outro. Comunista abnegado e voluntarioso, ele enfrenta a situação, em seguida assume a liderança da reconstrução do kholkóz, mergulha de cabeça na batalha pelo aumento da produção, mas com o passar do tempo vai se dando conta de que suas soluções para os problemas não estão funcionando bem. Os novos tempos exigem dele algo mais.
Elenco: Sergei Lukyanov, Natalya Medvedeva, Nikolai Timofeyev
Classificação: Livre
publicado por o editor às 15:24
link do post | comentar | favorito

Direitos trabalhistas em crise

 

 

 
Apresentação do professor José Dari Krein, em congresso da Associação Latinoamericana de Estudos do Trabalho, faz uma síntese dos principais pontos em risco para os trabalhadores brasileiros no contexto do golpe.
O autor aponta que estão sendo propostas a terceirização total (sem limites e em todas as atividades econômicas), a prevalência do negociado sobre o legislado e um projeto de Proteção ao Emprego com incentivos públicos para manter o emprego, com o trabalhador ficando sem seguro desemprego. O autor lembra que a revisão de benefícios previdenciários (auxílio-doença e aposentadoria por invalidez) ocorreu com a MP nº 739/2016, assinada por Michel Temer.
O autor aponta que há uma ofensiva legislativa de conformar uma regulamentação na perspectiva de ampliar a liberdade de o empregador estabelecer as condições de contratação, uso e remuneração do trabalho, tais como: medidas para negociação direta de trabalhadores com maior remuneração sem participação sindical; adoção do “Simples Trabalhista” para micro e pequena empresas, com piso salarial rebaixado, bancos de horas, autorização do trabalho aos domingos, parcelamento do 13º etc, proposta no PL 450/2015; Flexibilização da CLT, que seria válida somente nos aspectos em que não houver negociação coletiva (PL 4193/12) e o fim da ultratividade, que é o entendimento de que os direitos continuem em vigor após vencimento do contrato coletivo (PL 6411/13).
O autor ainda aponta riscos com relação à retirada de jornada exaustiva e trabalho degradante da definição de trabalho escravo, como proposto pelos PLs 3842/12 e 5016/05; a redução da idade para início da atividade laboral de 16 para 14 anos (PEC 18/11) e a ampliação da jornada rural em até doze horas diárias (PL 208/12). Ainda, há medidas em discussão para fragilização do papel das instituições públicas, tais como o da Justiça do Trabalho (trabalhador demitido somente poderá reclamar direitos na Justiça em caso de fazer ressalva na homologação, propostos nos PL 948/11 e PL 7549/14) e da fiscalização do trabalho temporário (PL 1615/14).
Ainda se prevê, no campo sindical, mudanças quanto ao direito de greve (PL 4.497/2001, PLS 710/2011 e PLS 327/2014); prestação de contas ao TCU sobre aplicação da contribuição sindical (PLS 211/16) e extinção da contribuição sindical obrigatória (PL 5.244/2016 e PEC nº 71/1995).
Abrindo espaço para tais propostas, o governo interino joga a conta da crise para os trabalhadores.

 

 
publicado por o editor às 15:23
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds