Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2009

Guerra no palco do Novelas Curitibanas


Texto de Manoel Carlos Karam, que narra uma guerra fictícia, embasa trabalho do grupo “A Armadilha”, na abertura da temporada 2009.

Ironia e sarcasmo são os ingredientes que apimentam a peça Jornal da Guerra Contra os Taedos, na abertura da temporada 2009 de espetáculos do Teatro Novelas Curitibanas, patrocinada pelo Fundo Municipal da Cultura. Encenada pelo grupo A Armadilha, sob direção de Diego Fortes, a montagem que estreia nesta quarta-feira (18), às 21h, leva ao palco a adaptação do texto de Manoel Carlos Karam.

Formada por diversas crônicas jornalísticas de uma guerra fictícia, a obra que embasa a peça retrata de forma cáustica as grandes instituições bélicas e oficiais, que agem de acordo com interesses particulares em nome de um ideal. Karam utiliza o discurso da guerra, a partir do ponto de vista de um suposto jornalista, para atacar a transformação do conflito em um espetáculo, com todas as falsidades possíveis. As apresentações prosseguem até 15 de março, de quarta-feira a sábado, às 21h, e aos domingos, às 19h.

O trabalho que o público aprecia no Teatro Novelas Curitibanas resultou de uma ampla pesquisa realizada pela companhia A Armadilha, sobre a produção de Manoel Carlos Karam. Desde 2007, quando foi premiado pela Funarte com o projeto Bolacha Maria – que previa montagens baseadas na obra do autor –, o grupo investiga o texto fragmentado e altamente imaginativo do escritor e jornalista.

Para a peça Jornal da Guerra Contra os Taedos, a companhia usa o chamado teatro pós-dramático, com a utilização de diversas linhas narrativas para ressaltar a recepção analítica do material exposto. A metalinguagem e autorreflexão no palco também aparecem como elementos do arranjo cênico, tornando o texto teatral um componente autônomo. Com esse recurso, as apresentações ganham diferenciações a cada dia, fazendo do encontro uma ação real a ser vivenciada coletivamente.

Outro aspecto que destaca a montagem é o humor, um dos traços característicos tanto do autor como da companhia. O resultado é uma comédia feita com sutilezas e ironias, sem exageros nem recursos fáceis que, ao trabalho dos atores, soma instrumentos musicais de percussão para pontuar o roteiro de cenas.

No elenco estão os atores Alan Raffo, Gabriel Gorosito, Mariana Gomez, Patrícia Ramos, Patrícia Kamis e Diego Fortes, que também responde pela direção da peça. A cenografia é de Erica Mityko, com figurino de Fabiana Pescara e Renata Skrobot. A iluminação está a cargo de Waldo Leon e a sonoplastia é de Marcio Mattana.

O autor – Manoel Carlos Karam nasceu em Rio do Sul (SC), em 1947. Viveu em Curitiba desde 1966. Era escritor e jornalista. Trabalhou nos anos de 1970 com teatro, escreveu e encenou textos como “O velório de Joaquim Silvério dos Reis”, “Hotel Luar do Sertão”, “Doce primavera”, “Fulano de Tal”, “Urubu”, “Esquina de 7 de Setembro com 31 de Março”, entre outros. Naquela mesma época, foi roteirista e assistente de direção do filme “Aleluia, Gretchen”, de Sylvio Back.

A partir da década de 1980 passou a dedicar-se aos livros. Publicou “Fontes murmurantes” (Marco Zero, Rio de Janeiro, 1985), “O impostor no baile de máscaras” (Artes&Ofícios, Porto Alegre, 1992), “Cebola” (Prêmio Cruz e Souza de Romance - FCC Edições, Florianópolis, 1995), “Comendo bolacha maria no dia de São Nunca” (Ciência do Acidente, São Paulo, 1999), “Pescoço ladeado por parafusos” (Ciência do Acidente, São Paulo, 2001), “Encrenca” (Ateliê Editorial/Imprensa Oficial do Paraná, São Paulo/Curitiba, 2002) e “Sujeito Oculto” (Editora Barcarolla, São Paulo, 2004). Faleceu em dezembro de 2007, em Curitiba.

Serviço:

Temporada da peça Jornal da Guerra Contra os Taedos, com o grupo A Armadilha, sob direção de Diego Fortes

Local: Teatro Novelas Curitibanas (Rua Carlos Cavalcanti, 1.222)

Data e horário: estreia no dia 18 de fevereiro (quarta-feira), às 21h. Apresentações até 15 de março de 2009, de quarta-feira a sábado, às 21h, e aos domingos, às 19h.

Ingresso: uma lata de leite em pó

Classificação: 14 anos

publicado por o editor às 12:54
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds