Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Dicionário Internacional da Outra Economia


Dicionário Internacional da Outra Economia

Coordenação: Antonio David Cattani; Jean-Louis Laville; Luiz Inácio Gaiger e

Pedro Hespanha

Número de páginas: 350

 

 

 

 

 

 

 



Dicionário Internacional da Outra Economia

coordenado pelos sociólogos gaúchos Antônio Cattani e Luís Inácio Gaiger

 

O livro é um marco no planejamento estratégico do Grupo Almedina, sediado em Coimbra, Portugal.

Com esta obra, a Almedina Brasil, unidade brasileira do Grupo Editorial deixa de ser apenas distribuidora para se transformar, também, numa prospectora e divulgadora da nova produção intelectual do Brasil.

O Dicionário Internacional da Outra Economia já foi editado sob as normas que unificaram a ortografia da Língua Portuguesa, o que o torna uma obra apta a toda a Comunidade de Países de Língua Portuguesa - CPLP.

 

 

O Dicionário Internacional da Outra Economia surgiu dos encontros do Fórum Social Mundial e se propõe a clarificar e precisar conceitos e teorias relacionados aos processos alternativos à economia capitalista.

Os sociólogos Antônio Cattani e Luís Inácio Gaiger, juntamente com o francês Jean-Louis Laville e o português Pedro Hespanha coordenaram as contribuições de cerca de 50 cientistas, que formularam 58 verbetes para conceituar uma outra economia transcendente à lógica do mercado e do capital. É uma obra coletiva e interdisciplinar, haja posto que congrega o pensamento de economistas, sociólogos, advogados, engenheiros, cientistas políticos, biólogos, educadores, filósofos e psicólogos

Os verbetes estão estruturados da seguinte forma: definição sintética, gênese, desenvolvimento histórico do conceito, controvérsias, atualidade e validade do conceito. Entre os verbetes, vale destacar os conceitos de autogestão, comércio justo, cooperativismo, desenvolvimento local, economia popular, economia moral, terceiro setor, economia solidária, moeda social e socioeconomia solidária.

O Dicionário Internacional da Outra Economia mostra que as estratégias de sobrevivência frente a economia formal devem ir além das práticas sociais do cotidiano envolvendo famílias, vizinhanças e comunidades. São as lutas no plano da macropolítica por meio de mecanismos como a democratização dos ambientes de trabalho, as novas lutas sindicais e os controles sociais sobre a aplicação da alta tecnologia.

Contudo, não se trata de um livro ingênuo e incondicional na defesa “do outro mundo possível”. Na realidade, os textos apresentam visão crítica a partir de um exame criterioso das próprias contradições existentes nas práticas sociais analisadas. Traz, assim, uma produção de conhecimento engajada no avanço de relações, processos e estruturas sociais, econômicas, políticas e culturais.

 

AS EDITORAS

A Almedina nasceu em Coimbra, em 1955, e rapidamente tornou-se referência nos meios acadêmicos, a ponto de hoje ser reconhecidamente uma das mais importantes editoras portuguesas na área do Direito, tendo como um dos pilares de sua política editorial a publicação de teses de mestrado e doutorado de novos autores e correntes de opinião e investigação.

A Almedina também publica em diversas outras áreas do saber, notadamente em obras sobre Estudos Literários e Linguística dos mais importantes autores, destinadas principalmente ao Ensino Superior.

Mas o Grupo Almedina não se restringe a uma editora. Por meio de publicações do selo Edições 70, o grupo demonstra a opção preferencial pela Cultura, no sentido amplo do termo. O catálogo da Edições 70 é centrado nas Ciências Humanas e Sociais, com uma listagem de títulos em língua portuguesa sem comparação com outras editoras, que abrange do ensaio à historiografia, da investigação antropológica à divulgação do saber científico, da problemática atual na arquitetura e no urbanismo ao ensaio sobre arte, da música e teatro à filosofia até ao pensamento da antiguidade clássica, sempre com extremo rigor no seu tratamento, buscando a homogeneidade interdisciplinar e a oportunidade temática.

A Actual Editora, que também é outro selo do grupo é reconhecida pelas publicações nas áreas de Gestão empresarial e Economia.

Diogo Bettencourt, executivo da Almedina Brasil, informa que o planejamento para a internacionalização das editoras está sendo feito com o olhar voltado ao mercado ao qual atua e que pretende publicar autores nacionais e produtos que venham ao encontro da necessidade do público da área em questão.

 

Lançamento

ALMEDINA


publicado por o editor às 13:49
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds