Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

DO OUTRO LADO


DO OUTRO LADO
de Natsuo Kirino



Páginas:544


Do outro lado é uma mistura potente de maldade humana, feminismo obstinado e justiça precavida.”

The New York Times Book Review

“Ousado e perturbador, Do outro lado está preparado para redefinir os limites humanos...Extraordinário.”

Los Angeles Times

De meia-noite às cinco e meia, sem intervalo, Yayoi, Masako, Yoshie, Kuniko e seus colegas permanecem ao lado da esteira transportadora, embalando quentinhas. Apesar de oferecer bom salário para meio-expediente, o serviço na fábrica de refeições de comida pronta é desgastante. Entre o trabalho mecânico da madrugada e os afazeres domésticos da manhã seguinte, as quatro operárias japonesas viveriam o repetitivo e extenuante cotidiano da mulher contemporânea até que um trágico assassinato mudasse suas vidas para sempre. Livro de maior sucesso da japonesa Natsuo Kirino e primeiro da escritora a chegar ao Brasil, Do outro lado ganhou o Grande Prêmio Japonês de Melhor Romance Policial e ficou entre os finalistas do Edgar Allan Poe de 2004.

Aclamada por ultrapassar as convenções da literatura policial e surpreender com um romance realista, cortante e de ritmo cinematográfico, Natsuo Kirino expõe, neste premiado livro, as angústias e esperanças de quatro mulheres massacradas pela rotina de seu emprego e pela crise em suas vidas conjugal e familiar. Entremeado por cenas pesadas, costuradas por humor negro, Do outro lado é também uma emocionante narrativa sobre os motivos que conduzem essas mulheres aos seus extremos, e a amizade que nasce dessa situação-limite.

Casado com a bela Yayoi e pai de seus dois filhos pequenos, Kenji Yamamoto chegara ao limite da irresponsabilidade ao arriscar todas as economias da família no bacará. Viciado no jogo e obcecado por uma misteriosa e sensual prostituta da boate Playground, perdera o respeito em casa quando agrediu covardemente a mulher. No dia seguinte, reagindo às humilhações impostas pelo marido, Yayoi o enforca, em uma briga, com o cinto de sua calça.

O gesto inconseqüente da jovem senhora Yamamoto é o início de uma trama sem mocinhos e bandidos. Desesperada com a possibilidade de parar atrás das grades, Yayoi apela para a solidariedade de sua colega de fábrica Masako, que, por estranhos motivos, decide ajudá-la a se livrar do corpo do marido. Com a ajuda de Yoshie e Kuniko, Masako desmembra o cadáver de Kenji e o espalha em sacos plásticos pelos lixos de Tóquio. O assassinato talvez ficasse para sempre sem solução se corvos não indicassem à polícia as primeiras pistas do crime.

Ao identificar em poucos dias o corpo de Kenji Yamamoto, os investigadores logo passam a se debruçar sobre as possíveis causas do homicídio. Os problemas que o marido de Yayoi acumulara na boate Playground e no cassino anexo lançam suspeitas sobre o cafetão Satake, um homem capaz de tudo para proteger suas “mercadorias”. Cúmplices no assassinato e na ocultação de cadáver, Yayoi, Masako, Yoshie e Kuniko sabem, porém, que seu segredo está a perigo. Suas vidas de tédio e indiferença nunca mais serão as mesmas.

 

UM LANÇAMENTO



publicado por o editor às 09:38
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds