Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

Camerata apresenta-se com regência de maestro francês e solo de Marília Vargas


O concerto da Camerata Antiqua de Curitiba, neste fim de semana, conta com a participação especial do maestro Martin Gester e da soprano Marília Vargas.



Um dos concertos mais interessantes da temporada 2008 da Camerata Antiqua de Curitiba, sob o patrocínio da Volvo, acontece neste fim de semana, tendo dois convidados especiais – o maestro francês Martin Gester e a soprano Marília Vargas. Serão duas apresentações: sexta-feira (29), às 20h, na Paróquia Bom Pastor, com entrada franca, e sábado (30), às 18h30, na Capela Santa Maria. O concerto também traz um repertório raro, com obras pouco executadas de três compositores do século XVIII – Domenico Cimarosa (1749-1801), Johann Christian Bach (1735-1782) e Baldassare Galuppi (1706-1785). O contratenor Paulo Mestre também atuará como solista.

O maestro Martin Gester, que pela primeira vez vem reger uma orquestra no Brasil, atua também como solista de cravo e órgão. Tem apresentado recitais e concertos na maioria dos países europeus, bem como nos Estados Unidos e países da Ásia. É chefe do departamento de música antiga do Conservatório de Strasbourg e dirigente do grupo Le Parlement de Musique. Como solista e como maestro desse grupo, Martin Gester gravou perto de 40 discos, muitos deles premiados e aclamados pela crítica. Pelo seu trabalho musical, o maestro tornou-se, em 2001, Cavaleiro das Artes e Letras pelo Ministério da Cultura da França.

Outra convidada especial da apresentação é a soprano Marília Vargas, artista curitibana que vem desenvolvendo uma brilhante carreira no exterior. A artista iniciou seus estudos de canto aos 12 anos com Neyde Thomas, mas atualmente estuda fora do Brasil. Em 2001 obteve o diploma de solista de um dos mais conceituados conservatórios da Europa, a Schola Cantorum Basiliensis, e em 2005 diplomou-se pela Escola de Música de Zurique. Também participou de concursos e recebeu vários prêmios.

Professora convidada para cursos e festivais, Marília Vargas colabora regularmente com diversos grupos de música antiga, com os quais se apresenta por toda a Europa, pelo Brasil e Japão, além de realizar diversas gravações para rádio, televisão e CDs. Desde o ano de 2000, canta com La Capella Real de Catalunya, sob a direção de Jordi Savall, com a qual gravou o CD Homenatge al Misteri D'Elx. Também tem atuado como solista do Ensemble Le Parlement de Musique, sob a direção de Martin Gester. Tem sido solista convidada de diversas orquestras, entre elas Aargauer Symphonie Orchester, Orchestra of the Age of Enlightenment, Zürcher Kammerorchester, Orquestra Sinfônica do Paraná, Orquestra Sinfônica de Londrina, Orquestra Petrobras Sinfônica.

Em junho de 2005, Marília Vargas apresentou-se no concerto de abertura do Ano Brasil-França, em Versalhes, e na oportunidade interpretou, ao lado de Antonio Menezes, a Bachiana n.º 5 de Villa Lobos. Sob a regência de Ricardo Kanji, realizou em 2005 uma série de concertos com Música Colonial Brasileira em importantes teatros franceses, tais como o Auditorium de Dijon e o Arsenal de Metz. Durante o mês de julho de 2006, cantou pela primeira vez no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, solista da Missa em Dó menor de Mozart, com a Orquestra Petrobras Sinfônica. Este ano, além de vários recitais e concertos no Brasil e na Europa, a cantora iniciou a gravação de um CD de canções da compositora italiana Barbara Strozzi.



O repertório – O concerto tem início com a Missa Pro Defunctis em Sol menor, do italiano Domenico Cimarosa. Trata-se de uma música majestosa, porém serena, escrita para ser executada por um conjunto de coro e corda, com destaque para as vozes de soprano, alto, tenor, baixo, além de órgão e duas trompas. Foi composta para o funeral da Duquesa de Serra Capriola e mais tarde foi executada em seu próprio funeral, em 1801. Considerado um dos mais importantes compositores da Ópera Cômica Italiana no último quarto do século XVIII, Cimarosa permaneceu quatro anos na corte de São Petersburgo, a convite da imperatriz da Rússia Catarina II. Quando voltou a Nápoles, participou da revolução contra os Bourbon e chegou a ser preso e condenado à morte, mas foi libertado por pressão diplomática da Rússia.

Outra peça do programa é o Moteto Si Nocte Tenebrosa, do compositor Johann Christian Bach, filho mais jovem de Johann Sebastian Bach. Christian Bach nasceu na Alemanha, mas passou boa parte de sua vida na Inglaterra, o que fez com que sua obra, composta de numerosos trabalhos orquestrais e de câmara, músicas sacras, além de várias óperas, tivesse características diferentes das de seu pai. Conhecido como o “Bach Londrino”, escreveu este moteto quando estava em Londres. A obra, em tom vibrante e melodia atrativa, mostra o seu talento na utilização de contrastes. É possível que ela tenha sido escrita para Anton Raaff, um dos famosos tenores daquele século.

Baldasare Galuppi é outro compositor italiano escolhido para o concerto da Camerata com Marília Vargas, que executa o solo da peça Magnificat. Galuppi escreveu quase 100 óperas, sendo um dos mestres mais admirados da ópera bufa. Escreveu também mais de 20 oratórios, composições religiosas e obras instrumentais. O Magnificat é um exemplo das habilidades de Galuppi para escrever no verdadeiro estilo eclesiático, com boas harmonias, modulações e fugas bem trabalhadas.



Serviço:

Concertos da Camerata Antiqua de Curitiba com o maestro francês Martin Gester e a soprano Marília Vargas

Data: 29 de agosto de 2008 (sexta-feira), às 20h

Local: Paróquia Bom Pastor (R. Victório Viezzer, 810 – Vista Alegre)

Entrada franca

Data: 30 de agosto de 2008 (sábado), às 18h30

Local: Capela Santa Maria – Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)

Ingressos: R$ 10 ou R$ 5 (mais um quilo de alimento não perecível)
publicado por o editor às 15:49
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds