Terça-feira, 19 de Novembro de 2013

1º Aniversário do Muquifu 20 de Novembro - Dia Nacional da Consciência Negra Lançamento do Livro de Receitas do Projeto Gastronomia no Morro

 

1º Aniversário do Muquifu

20 de Novembro - Dia Nacional da Consciência Negra

Lançamento do Livro de Receitas do Projeto Gastronomia no Morro



O Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos  (Muquifu), idealizado pelo padre Mauro Luiz Silva, da Paróquia Nossa Senhora do Morro, comemora o seu primeiro aniversário no dia 20 de novembro, quarta-feira.



O Muquifu - Museus dos Quilombos e Favelas Urbanos, tem como vocação garantir o reconhecimento e a salvaguarda das favelas, os verdadeiros quilombos urbanos do Brasil: lugares não apenas de sofrimento e de privações, mas, também, de memória coletiva digna de ser cuidada. A instituição reúne como acervo fotografias, objetos, imagens de festas, danças, celebrações, tradições e histórias que representam a tradição e a vida cultural dos moradores das diversas favelas e quilombos urbanos do Estado de Minas Gerais. O Muquifu nasce com a proposta de ser um museu de território e comunitário, como  instrumento de resistência diante do risco iminente de expulsão dos favelados dos centros urbanos; reconhecimento e preservação do patrimônio, das histórias, das memórias e dos bens culturais dos moradores dos Quilombos Urbanos e Favelas de Belo Horizonte.



·         Janelas, Histórias e Memórias em Extinção (Marco Mendes

·         Esperança, a vila que nunca existiu? e  Muro, o lado de cá (Jorge Quintão)

·         Meu Reino sem Folia (Bianca de Sá)

·         Meu olhar sobre a Favela (Fabiano Valentino - Pelé)



Esta nossa primeira mostra itinerante acontece no Palazzo Liviano, sede do Departamento dos Bens Culturais da Universidade de Padova, justamente por ter sido aqui o local de “gestação” do Muquifu. Percorrendo estes corredores, frequentando as aulas, questionando e sendo questionado a respeito da possibilidade de haver ou não algum tipo de patrimônio cultural que merecesse minha atenção nas favelas, busquei aprofundar questões relacionadas a uma museologia mais social - forjada na América Latina - que viesse a contribuir na tutela do patrimônio material e imaterial presente nas periferias, com as quais convivo quotidianamente e que é alvo de nossas ações enquanto espaço de preservação.  Tentando responder à pergunta que me persegue há tantos anos, parafraseando Adélia Prado posso afirmar: “O que a memória ama, fica eterno." E, a partir de todas estas  vivências, à favela digo: "Te amo com a memória, imperecível”.


Durante a comemoração do Dia Nacional da Consciência Negra, será lançado o livro de receitas do Projeto Gastronomia no Morro, uma parceria entre a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais e o Muquifu. O projeto busca diminuir as distâncias entre a favela e a cidade por meio da gastronomia. Além do lançamento do livro, também serão realizadas visitas às mostras e exposições do Muquifu, oficinas de literatura e contação de história, entre outras. No dia 20 de novembro também é celebrado o Dia da Consciência Negra.

Aniversário do Muquifu
20 de novembro - 14h às 17h

·         Tarde de Autógrafos com a participação dos 11 cozinheiros que apresentam suas receitas

·         Chá da Dona Jovem no Muquifu

·         Visita guiada às quatro exposições do Museu


Local: Beco Santa Inês, 30 - Barragem Santa Lúcia - BH/MG

Contato: (31) 3296 6690 / 9257 0856

publicado por o editor às 19:13
link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Junho de 2013

IMAGEM DOS POVOS 2013 EXIBE HERANÇA DA DIÁSPORA AFRICANA

 


IMAGEM DOS POVOS 2013 EXIBE HERANÇA DA DIÁSPORA AFRICANA

E DEBATE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL NO AUDIOVISUAL EM BH



Uma das atrações culturais paralelas à Copa das Confederações, oitava edição da mostra internacional de cinema

terá 50 filmes e homenagem ao ator e cineasta Zózimo Bulbul, entre 15 e 30 de junho

 

Belo Horizonte ganha na segunda quinzena de junho uma chance preciosa de enxergar os efeitos da diáspora africana sobre a cultura global. Em sua oitava edição, a mostra internacional de cinema Imagem dos Povos volta o foco para a produção audiovisual contemporânea de matriz afrodescendente, com a exibição de 50 filmes de diferentes formatos, linguagens e origens.

Com apoio da Belotur, o Imagem dos Povos 2013 integra as ações da programação cultural paralela à Copa das Confederações. Este ano, o evento será realizado em dois espaços da capital mineira, de 15 a 30 de junho: o Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes, e no Memorial Minas Gerais Vale, no Circuito Cultural Praça da Liberdade.

Ícone do cinema brasileiro nos anos 60, o ator e cineasta Zózimo Bulbul, morto em janeiro, receberá homenagem especial na noite de abertura. À frente de papéis de destaque em clássicos como “Cinco Vezes Favela” (1962), “Ganga Zumba” (1963) e “Terra em Transe” (1967), Bulbul foi o primeiro ator negro a protagonizar uma novela (“Vidas em Conflito”, na TV Excelsior) no Brasil.

Com presença da viúva do homenageado, Biza Viana, e do presidente da Fundação Palmares, Hilton Cobra, a cerimônia prevê a exibição do curta-metragem “Alma no Olho” (1973), dirigido por BulBul (com trilha original assinada por John Coltrane), e a apresentação de uma coreografia de Rui Moreira criada para a ocasião.

A noite reserva também a estreia do longa “FAN do Brasil”, de Steve e Stèphanie James, coprodução entre Guadalupe e Brasil, a partir de uma parceria entre Shaktis Produtions e T'AI Criação e Produção (realizadora do Imagem dos Povos), com apoio da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

A partir de um diálogo com o dançarino e coreógrafo Rui Moreira, diretor-artístico do Festival de Arte Negra (o FAN), o documentário discute a adoção de ações afirmativas voltadas para a população negra e celebra a contribuição afrodescendente ao desenvolvimento cultural e econômico do país, em um processo permanente de busca de identidade, similar ao vivido no contexto caribenho.

Esta edição marca o lançamento em Minas Gerais de “Raça”, novo filme de Joel Zito Araújo, co-dirigido por Megan Mylan. Entre as atrações internacionais, merece destaque a primeira retrospectiva brasileira do cineasta e ativista político haitiano Raoul Peck, ministro da cultura em seu país na década de 1990, com uma seleção de filmes (em 35mm) assinada pela Cinemateca Francesa.

Nestes oito anos de existência, Imagem dos Povos se afirma como um expressivo polo de articulação na cadeia produtiva audiovisual brasileira, com debates em torno dos mecanismos de financiamento e do cenário da cooperação internacional no setor.

A mostra reforça este ano seu empenho em posicionar o cinema nacional como uma janela privilegiada de promoção da riqueza natural e da diversidade cultural do país. Para isso, lança mão da plataforma digital Brasil Imagem dos Povos, um banco de conteúdos com informações sobre destinos turísticos associado a um canal de exibição de filmes brasileiros, que permitirá acompanhar a mostra de qualquer lugar do planeta. O Brasil Imagem dos Povos conta com a chancela do GECOPA, o grupo executivo responsável pela organização da Copa do Mundo de 2014.

A experiência foi iniciada no ano passado e obteve excelente acolhida. Em sua fase piloto, o acesso por streaming foi limitado a mil visualizações completas para cada um dos vinte filmes disponibilizados –com destaque para a produção belo-horizontina. Todos os filmes atingiram o limite de exibições previsto, com espectadores em 193 cidades de 29 países, nos cinco continentes.

Histórico

Criada em 2004 em Ouro Preto, a mostra internacional Imagem dos Povos já exibiu mais de 700 filmes, realizou sete seminários e workshops sobre temas estratégicos para o setor e oito exposições com conteúdos artísticos e educativos das regiões enfocadas a cada edição, além de ter promovido o intercâmbio entre realizadores de Belo Horizonte e convidados de 53 países.

Em 2008, a mostra ganhou um braço em Belo Horizonte. Foco principal da edição passada, a produção belo-horizontina ganha relevo novamente, com uma seleção de filmes que tem a cidade como cenário ou tema.

O formato da mostra enlaça, a cada ano, a cinematografia de um estado brasileiro e um país diferentes. Desta vez, o recorte territorial foi expandido para o tema da diáspora, catalisadora de uma visão de mundo que vai além de fronteiras rígidas, geográfica e esteticamente.

Em seu percurso, Imagem dos Povos já voltou-se à cinematografia dos estados do Rio Grande do Sul, Recife, Amazonas e Minas Gerais e de países como Nova Zelândia, China, Japão e Índia.

O objetivo é diagnosticar o estágio de produção de determinada região, tomar contato com soluções inovadoras de cada localidade e identificar oportunidades de intercâmbio com o Brasil.

Para aprofundar os temas, os seminários sobre as relações de produção audiovisual são desdobrados em workshops, que se debruçam sobre ferramentas de coprodução, acesso a fundos de financiamento, o impacto da nova ordem digital sobre a relação entre cinema e televisão ou os desafios e oportunidades do universo transmídia, tanto do ponto de vista da linguagem como dos negócios.



SERVIÇO

O quê?: Imagem dos Povos – Mostra Internacional de Cinema. Exibição de 50 filmes, com sessões comentadas, debates e workshops.

Quando?: 15 a 30 de junho

Onde?: 15 a 30 de junho

             Cine Humberto Mauro (Av. Afonso Pena, 1.537 - Centro)             

             25 a 27 de junho

             Memorial Minas Gerais - Vale (Pça. da Liberdade, s/nº, esquina com R. Gonçalves Dias - Savassi)

Quanto?: Programação gratuita [observação: a abertura, no sábado-15.jun, é restrita a convidados]



PARA SABER MAIS

www.imagemdospovos.com.br

www.facebook.com/imagemdospovos 
publicado por o editor às 03:34
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Maio de 2013

Abertas inscrições para Festival “Pães e Quitandas de Minas 2013”

 

Estão abertas inscrições para a segunda edição do Festival Pães e Quitandas de Minas, organizado pela Amipão – Sindicato e Associação Mineira da Indústria da Panificação, em parceria com o ITPC - Instituto Tecnológico de Apoio à Panificação e Confeitaria e Sebrae Minas. As padarias de Belo Horizonte e região metropolitana terão até o dia 10/05 para oficializar a participação em um dos principais eventos gastronômicos de Minas Gerais.

Nesta edição do Festival, as padarias devem criar receitas com dois itens obrigatórios: milho e leite. Como no ano passado, a avaliação será feita, primeiro, pelo público, que poderá degustar os quitutes entre os dias 4 de setembro a 4 de outubro. Após a contabilização dos votos, serão escolhidos cinco finalistas que passarão por avaliação técnica, realizada na feira Superminas Food Show, no dia 23 de outubro.

Os interessados devem entrar em contato com o ITPC. Após a inscrição, as empresas passarão por capacitações realizadas por consultores do ITPC, em parceria com o Sebrae Minas. A capacitação ocorrerá a partir do dia 20 de junho, com foco nas áreas de atendimento ao cliente e vendas, padronização e qualidade dos produtos, boas práticas de fabricação e apresentação do produto.

Para informações e inscrições, as padarias podem entrar em contato com o ITPC no telefone (31) 2101-9999, ou com os consultores Simone Collet, (31) 9461-8458, e Luiz Brandão, (31) 9183-5252.

publicado por o editor às 00:58
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Setembro de 2012

Mostra do renomado quadrinista espanhol Max reúne 160 obras entre quadrinhos, cartazes e ilustrações

 





Instituto Cervantes recebe retrospectiva do artista Max. Conhecido pela série em quadrinhos "Peter Pank", o acervo da exposição é do Museu Valenciá de la Ilustración y la Modernidad (MuVim), na Espanha. O artista estará em Belo Horizonte para abertura da exposição e ministrará curso de quadrinhos



Belo Horizonte irá receber, de 3 de outubro a 7 de novembro, uma retrospectiva visual do artista espanhol Francesc Capdevilla, mais conhecido como Max, considerado um dos mais importantes cartunistas da atualidade. A mostra é uma iniciativa do Instituto Cervantes em Belo Horizonte, órgão oficial do Governo da Espanha e referência mundial no ensino do espanhol e na difusão da cultura hispânica. A entrada é gratuita.



A exposição “Max, Panóptica (1973-2011)”, com curadoria da também espanhola Marta Sierra, traz mais de 160 obras que aproximam o público da vida artística deste importante ilustrador, que contribui ao longo das últimas décadas com a modernização da linguagem das histórias em quadrinhos. O acervo é do Museu Valencià de la Ilustración y la Modernidad, o MuVIM, em Valencia, na Espanha.



A mostra é dividida em quatro blocos, que correspondem às décadas do trabalho do artista: os anos 70 estão representados pelo underground em Barcelona quando esteve à frente da revista El Víbora, publicação que trouxe uma nova estética para os quadrinhos do país na época; os anos 80 aparecem com o humor selvagem de Peter Pank, um de seus mais lembrados personagens. Já os anos 90 surgem com a história “El Pronlogado Sueño Del Sr. T” e os anos 2000, com “Bardín, o Superrealista”, que rendeu a Max o Prêmio Nacional de Quadrinhos, em 2007, na Espanha. 



Em atuação há quatro décadas, Max é um dos poucos de sua geração em atividade e ainda produzindo obras de relevância. Além dos quadrinhos, a mostra também conta com diversos materiais produzidos pelo artista, como fotografias, postais, revistas, cartazes e recortes de jornais, entre outros. A mostra, que já esteve em Madrid e no Rio de Janeiro, segue para Salvador.



Oficina de quadrinhos



No dia 25 de setembro, Max realizará uma oficina de quadrinhos, no Instituto Cervantes, das 10h às 19h. O valor do curso é R$ 50,00. Inscrições e mais informações:  (31)3789-1600.



Encontro com jovens do Plug Minas



Já no dia 29 de setembro, o artista tem um encontro com os jovens do Plug Minas, projeto que oferece cursos de formação e atividades variadas para jovens de 14 a 24 anos que estudam ou se formaram em escolas públicas de Belo Horizonte ou Região Metropolitana. O Instituto Cervantes é parceiro do Plug Minas e ministra aulas de espanhol e cultura hispânica.



Abertura da exposição



Na abertura da exposição, em evento só para convidados no dia 2 de outubro, a partir das 19h, o artista irá realizar uma apresentação sobre a mostra e autografar o seu novo livro "O Prolongado Sonho do Sr. T”, da Zarabatana Books. O evento contará com a presença da curadora da exposição Marta Sierra e do professor e quadrinista Daniel Leal Werneck, responsável pelo grupo de pesquisa sobre Narrativas Gráficas da UFMG.



Serviço:



EXPOSIÇÃO “MAX, PANÓPTICA (1973-2011)”



Data: 3  de outubro a 7 de novembro

Local: Salão de Exposições do Instituto Cervantes de Belo Horizonte

Endereço: Praça Milton Campos, nº 16 – Serra, Belo Horizonte (MG)

Horário:  segunda a sexta, das 10 às 19h; sábados, das 10h às 14h.

Informações: (31) 3789-1600/ belohorizonte.cervantes.es.

Entrada Franca.



OFICINA DE QUADRINHOS COM MAX

Data e horário: 25 de setembro (terça-feira), das 10h às 19h

Local: Instituto Cervantes de Belo Horizonte - Praça Milton Campos, nº 16 – Serra

Valor: R$50,00

Inscrições e mais informações:  (31) 3789-1600

publicado por o editor às 03:07
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Julho de 2011

Evento: Concertos no Parque – com a OSMG e Chris Potter

 

show de saxofonista americano na Série Concertos no Parque em Belo Horizonte

 

Evento, que será realizado no dia 31 de julho, integra a programação do Savassi Festival

 

A Coca-Cola FEMSA é patrocinadora oficial do show do saxofonista americano Chris Potter, que será realizado no domingo (31 de julho), às 10h, no Parque Municipal de Belo Horizonte. O evento, que é aberto ao público e tem entrada gratuita, faz parte da Série Concertos no Parque, projeto da Fundação Clóvis Salgado. Essa edição do projeto integra a programação do Savassi Festival, festival de música instrumental realizado todos os anos na capital mineira.

O saxofonista, considerado um dos melhores do mundo pela revista Downbeat, apresenta-se ao lado da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, sob regência do maestro Marcelo Ramos. Na ocasião, será apresenta a peça inédita “Dream Tree”, elaborada por Potter especialmente para sua participação no Savassi Festival.

A Coca-Cola FEMSA realizará ações de ativação de marca durante o concerto, com a presença de balões. Além disso, fornecerá 100 cadeiras para acomodar o público do evento.

 

Serviço
Evento:
Concertos no Parque – com a OSMG e Chris Potter

Data: 31 de julho

Horário: 10h

Local: Parque Municipal Renné Giannetti

Entrada gratuita

Duração: 1h

Classificação etária: livre

Informações: (31) 3236-7400

publicado por o editor às 17:05
link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Maio de 2011

EVENTOS - Música - Jack Johnson em Belo Horizonte

 

Evento integra turnê do último disco do cantor havaiano, To The Sea, lançado em junho de 2010



A marca de energéticos Burn é patrocinadora oficial da apresentação do havaiano Jack Johnson em Belo Horizonte, que será realizada, no dia 24 de maio, no Mineirinho. O show na capital mineira integra a turnê do último disco do cantor, To The Sea, lançado em junho de 2010.

O norte-americano é reconhecido internacionalmente por suas músicas do estilo surf music. Ao lado do amigo Ben Harper, Jack Johnson é umas das referências do ritmo e estourou nas paradas musicais mundo afora com os sucessos “Times like these” (do disco On and on, de 2003) e “Sitting, waiting, wishing” (do disco In between dreams, de 2005).

Além de cantor, Johnson é também surfista, produtor e estudou cinema na Universidade da Califórnia. São as referências de todas essas esferas que o artista traz para suas músicas, que possuem sonoridade singular e remetem às praias do Havaí, onde nasceu.

A apresentação de Jack Johnson em Belo Horizonte terá venda exclusiva de produtos da Coca-Cola e da marca Heineken. Além da comercialização de bebidas da companhia, haverá ações especiais de divulgação das marcas Heineken e Burn no espaço do show.



Serviço

Show de Jack Johnson em Belo Horizonte



Data: 24 de maio

Horário: Abertura dos portões às 18h

Local: Arena do Mineirinho (Avenida Antônio Abrahão Caram, 1001, Pampulha).

publicado por o editor às 13:24
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Abril de 2011

EVENTOS - Música e Dança - bailarino Joaquín Sánchez

 

Instituto Cervantes traz o bailarino Joaquín Sánchez Guerrero a Belo Horizonte



Apresentação gratuita mescla teatro e dança contemporânea no Teatro Marília



Na quinta-feira, 28 de abril, às 20h, o Instituto Cervantes de Belo Horizonte, órgão oficial do Governo da Espanha e referência mundial na difusão da cultura hispânica, traz à capital mineira o bailarino Joaquín Sánchez Guerrero, considerado um dos grandes nomes da dança internacional. A apresentação será no Teatro Marília, localizado à Av. Prof. Alfredo Balena, 586 – Centro, e a entrada é franca.



Joaquín Sánchez Guerrero vai apresentar o solo de dança contemporânea e teatro “Que siempre mires al mar”, que já passou por diversos festivais internacionais. “Sobreviver é fácil, você só precisa levantar a cada dia, comer no horário e beber água. Viver é o difícil. Um dia, sobreviver não é mais suficiente e você decide que quer e deseja se sentir vivo de verdade. ‘Que siempre mires al mar’ é o resultado desse objetivo”, afirma.



"Que siempre mires el mar" mostra um mundo poético e pessoal, que o bailarino deseja compartilhar abertamente com o público. Texto e dança não lutam entre si e acompanham palavras e sensações, movimentos e gestos conjuntamente. Na peça, Joaquín não utiliza qualquer tipo de cenografia, dança sozinho e sem trocar de figurino.



O espetáculo ganhou o primeiro prêmio de coreografia no 14º Festival Internacional de Solos de Stuttgart, na Alemanha. Foi representado em festivais internacionais como STEPS, na Suíça, e LE REVERIE, na Bélgica.



Joaquín Sánchez Guerrero



Joaquín Sánchez Guerrero começou sua formação em dança contemporânea no Instituto Andaluz de Dança e na Sala Manuel Cañadas Endanza. Continuou seus estudos na Escola de Dança Codarts, uma das mais prestigiadas na Europa, localizada em Rotterdam, na Holanda.



Trabalhou com várias companhias como Meekers, DOX Theater e Ro Theater, na qual leciona para dançarinos e atores atualmente. Com “Que siempre mires el mar”, ganhou o prêmio de melhor coreografia no Concurso Internacional de Solo de Dança em Stuttgart, na Alemanha.



Serviço



Evento: "Que siempre mires al mar" - Apresentação de dança contemporânea com o bailarino Joaquín Sánchez Guerrero

Data: Quinta-feira, 28 de abril

Horário: 20h

Local: Teatro Marília - Av. Prof. Alfredo Balena, 586 – Centro

Informações e reservas: (31) 3789-1600 ou rec1belo@cervantes.es

Entrada Franca. Vagas limitadas.



O Instituto cervantes de Belo Horizonte fica na Pça Milton Campos, 16 – 2º andar - Serra – Belo Horizonte - MG - Tel.: (31) 3789-1600

publicado por o editor às 22:20
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Abril de 2011

EVENTOS - Música e Dança - bailarino Joaquín Sánchez

 

Instituto Cervantes traz o bailarino Joaquín Sánchez Guerrero a Belo Horizonte



Apresentação gratuita mescla teatro e dança contemporânea no Teatro Marília



Na quinta-feira, 28 de abril, às 20h, o Instituto Cervantes de Belo Horizonte, órgão oficial do Governo da Espanha e referência mundial na difusão da cultura hispânica, traz à capital mineira o bailarino Joaquín Sánchez Guerrero, considerado um dos grandes nomes da dança internacional. A apresentação será no Teatro Marília, localizado à Av. Prof. Alfredo Balena, 586 – Centro, e a entrada é franca.



Joaquín Sánchez Guerrero vai apresentar o solo de dança contemporânea e teatro “Que siempre mires al mar”, que já passou por diversos festivais internacionais. “Sobreviver é fácil, você só precisa levantar a cada dia, comer no horário e beber água. Viver é o difícil. Um dia, sobreviver não é mais suficiente e você decide que quer e deseja se sentir vivo de verdade. ‘Que siempre mires al mar’ é o resultado desse objetivo”, afirma.



"Que siempre mires el mar" mostra um mundo poético e pessoal, que o bailarino deseja compartilhar abertamente com o público. Texto e dança não lutam entre si e acompanham palavras e sensações, movimentos e gestos conjuntamente. Na peça, Joaquín não utiliza qualquer tipo de cenografia, dança sozinho e sem trocar de figurino.



O espetáculo ganhou o primeiro prêmio de coreografia no 14º Festival Internacional de Solos de Stuttgart, na Alemanha. Foi representado em festivais internacionais como STEPS, na Suíça, e LE REVERIE, na Bélgica.



Joaquín Sánchez Guerrero



Joaquín Sánchez Guerrero começou sua formação em dança contemporânea no Instituto Andaluz de Dança e na Sala Manuel Cañadas Endanza. Continuou seus estudos na Escola de Dança Codarts, uma das mais prestigiadas na Europa, localizada em Rotterdam, na Holanda.



Trabalhou com várias companhias como Meekers, DOX Theater e Ro Theater, na qual leciona para dançarinos e atores atualmente. Com “Que siempre mires el mar”, ganhou o prêmio de melhor coreografia no Concurso Internacional de Solo de Dança em Stuttgart, na Alemanha.



Serviço



Evento: "Que siempre mires al mar" - Apresentação de dança contemporânea com o bailarino Joaquín Sánchez Guerrero

Data: Quinta-feira, 28 de abril

Horário: 20h

Local: Teatro Marília - Av. Prof. Alfredo Balena, 586 – Centro

Informações e reservas: (31) 3789-1600 ou rec1belo@cervantes.es

Entrada Franca. Vagas limitadas.



O Instituto cervantes de Belo Horizonte fica na Pça Milton Campos, 16 – 2º andar - Serra – Belo Horizonte - MG - Tel.: (31) 3789-1600

publicado por o editor às 23:45
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Abril de 2011

Evento - Musica - Carla Mattioli apresenta recital de música espanhola

 

 

Carla Mattioli apresenta recital de música espanhola no Teatro da Assembleia



Instituto Cervantes promove concerto da mezzo-soprano mineira no projeto “Segunda Musical”



Na segunda-feira, 11 de abril, às 19h, o Instituto Cervantes de Belo Horizonte, órgão oficial do Governo da Espanha, traz à capital mineira a mezzo-soprano Carla Mattioli para concerto no Teatro da Assembleia, à Rua Rodrigues Caldas, nº30, Santo Agostinho. A apresentação integra o projeto “Segunda Musical”, cujo objetivo é incentivar jovens talentos da música.



O repertório terá obras de alguns dos mais influentes compositores da música espanhola, como Manuel de Falla, Fernando J. Obradors, Xavier Montsalvatge e Enrique Granados. A apresentação contará também com a participação da pianista Rize Lorentz. A entrada é gratuita. Outras informações pelo (31) 3789-1600.



Carla Mattioli



Nascida em Belo Horizonte, Carla Mattioli é Bacharel em Canto Lírico pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente, estuda técnica vocal e interpretação com Neyde Thomas em Curitiba, onde reside.



Como solista, tem sido convidada por várias orquestras de renome, como a "Camerata Antiqua de Curitiba". Atuou junto a grandes maestros na execução de importantes obras, como a "Sinfonia nº 2" de Gustav Mahler. Foi solista em óperas como "Il Ballo delle Ingrate" (Monteverdi), "Così Fan Tutte" (Mozart), Suor Angélica (Puccini), L'Enfant et Les Sortilèges (Ravel), L'Occasione fa il ladro (Rossini) e La Didone (Cavalli). Em 2009, obteve o primeiro lugar no concurso “Salvalírico II”, realizado em Salvador.



Programa

1. Enrique Granados

Danza española nº 5



2. Fernando J. Obradors

Canciones clásicas españolas

1. Con amores, la mi madre

2. Aquel sombrero de monte

3. El Vito



3. Manuel de Falla

Siete Canciones Populares Españolas

1. El Paño Moruno

2. Seguidilla Murciana

3. Asturiana

4. Jota

5. Nana

6. Canción

7. Polo





4. Xavier Montsalvatge

Cinco Canciones Negras

1. Cuba dentro de um piano

2. Punto de Habanera (Siglo XVIII)

3. Chévere

4. Canción de cuna para dormir a un negrito

5. Canto Negro



Serviço

Concerto Carla Mattioli - Participação especial da pianista Rize Lorentz

Data: Segunda-feira, 11 de abril

Horário: 19h

Local: Teatro da Assembleia - Rua Rodrigues Caldas, 30 – Santo Agostinho

Ingressos: entrada franca.

Outras informações: (31) 3789-1600

publicado por o editor às 23:23
link do post | comentar | favorito
Sábado, 2 de Abril de 2011

EVENTO -“Encontro de Escritores” no Palácio das Artes

 

Instituto Cervantes promove “Encontro de Escritores” no Palácio das Artes Evento reúne autores espanhóis e mineiro para debater sobre material transgressor e autobiográfico


O Instituto Cervantes de Belo Horizonte, órgão oficial do Governo da Espanha e referência mundial na difusão da cultura espanhola, promove, em 7 de abril, quinta-feira, às 19h30, no Palácio das Artes, o “Encontro de Escritores”, cujo tema central será “Material Transgressor e Autobiográfico”. O evento é aberto ao público e a entrada é franca.



Na ocasião, estarão presentes os escritores espanhóis Andrés Barba (representante do romance existencialista), Marta Sanz (representante do romance Noir e de gênero), e Marcos Giralt (representante da literatura autobiográfica), além do mineiro Luís Giffoni, que vão falar sobre a renovação das formas e dos gêneros literários ao longo dos anos, destacando os pontos de convergência mais significativos entre eles. Os autores também farão uma breve abordagem sobre as primeiras intuições acerca da própria obra.



O encontro será na forma de uma mesa de diálogo, que abordará, inicialmente, os difusos limites entre material biográfico e material ficcional, para prosseguir para uma discussão sobre o material literário: quais são seus temas específicos —e se eles realmente existem— e qual sua utilização correta, ao se escolher o literário como ferramenta de conhecimento. O debate será mediado pelo jornalista Rogério de Vasconcelos Faria Tavares e pelo catedrático de língua e literatura espanhola, Elias Serra.



“Encontro de Escritores” no Palácio das Artesfoi idealizado pela Embaixada da Espanha no Brasil e, além de Belo Horizonte, ocorre no Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo.



Sobre os autores



Os escritores espanhóis integram uma geração que tem trabalhado para a renovação das formas e dos gêneros literários sem deixar de lado a tradição — e usando-a como apoio para tal. Os três autores possuem, além disso, um traço comum significativo: o de aproximar-se da literatura como um laboratório de testes para a compreensão da condição humana.



Marcos Giralt

Marcos Giralt se caracteriza por utilizar literariamente seu material biográfico (e autobiográfico) desde o primeiro romance “Paris” (laureado com o prêmio Herralde), passando por “Los seres felices”, e, em especial, o último livro, “Tiempo de vida” (sobre o falecimento do pai). Os temas do autor são de cunho íntimo e versam sobre o tópico da família e do casal com problemas —assuntos (intimidade e o biografia como material literário) que divide com Marta Sanz, sobretudo em seu romance “Lección de Anatomía”.



Marta Sanz

A escritora madrilenha se destaca do mesmo modo, mas a partir de uma aproximação mais sombria e inquietante, utilizando sempre como reserva os territórios nos quais a vida e a transgressão das normas e comportamentos convencionais permanecem à margem. Esse é o ponto de união (e contraste) com Andrés Barba.



Andrés Barba

Sua temática aborda, quase sempre, assuntos delicados (doenças, pederastia, anorexia, deficiências físicas e psíquicas), mas a partir de uma perspectiva humanística.





Luís Giffoni

Mineiro de Baependi, Luís Giffoni tem em seu currículo 21 livros publicados, dentre eles “O Pastor das Sombras”, “Dom Frei Manoel da Cruz”, “China-O Despertar do Dragão”, “Retalhos do Mundo”, “Infinito em Pó”, “Adágio para o Silêncio”. Giffoni já recebeu premiações e indicações da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), Bienal Nestlé, Prêmio Minas de Cultura, Prêmio Nacional de Romance (e de Contos) Cidade de Belo Horizonte e Prêmio Jabuti.


Serviço Encontro de Escritores – “Material Transgressor e Autobiográfico” Data: Quinta-feira, 7 de abril Horário: 19h30 Local: Palácio das Artes - Av. Afonso Pena, 1537 Entrada franca. Informações: (31) 3789-1600

publicado por o editor às 19:40
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds