Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2016

Paiol recebe João Donato em show que comemora seus 80 anos

 

 

 


O Teatro do Paiol recebe nesta quinta-feira (15), à 21h, o pianista, arranjador e compositor João Donato, um dos expoentes da bossa nova. O show faz parte das comemorações dos seus 80 anos, completados em 2014, mas que ele continua celebrando com este espetáculo em que interpreta ao piano as composições mais significativas de sua carreira. 

Ao final do show que realizou no Rio de Janeiro, com as participações de Luiz Melodia, Caetano Veloso, BNegão, Leny Andrade, entre outros amigos, João Donato afirmou que iria comemorar as oito décadas de vida até os 90. "Como uma infinita trilha sonora tenho tocado o que me sensibiliza, o que mais gostei de ouvir e tocar nestes 80 anos", diz.

No show “O Piano de João Donato”, o pianista desfila alguns dos seus maiores ídolos do jazz, Shorty Rogers, trompetista, compositor e arranjador, um dos representantes do movimento West Coast Jazz. A envolvente “Paradise Found” recupera a nostalgia dos anos 50, quando o cool jazz gozava de alta popularidade e o jovem Donato, então com 20 anos, o descobria vorazmente. A passagem para "Outra Vez", clássico de Tom Jobim, é feita de forma harmoniosa e a execução suave e segura do pianista aponta para um profundo conhecedor do legado do maestro brasileiro.

Considerado pelo próprio João Donato como um dos maiores tradutores de sua obra em letras, Abel Silva assina com ele "Brisa do Mar", cuja melodia remete à infância de João nos igarapés acreanos e à maresia de sua adolescência nas visitas às praias de Copacabana e Ipanema.
O repertório segue com a música de mais um ídolo do instrumentista, o pianista Horace Silver, um dos mentores do hard-bop e do soul-jazz. “Jungle Juice” foi selecionada de sua memória afetiva, acentuando a pegada grave, mas com pisadas bem melodiosas. Do repertório intuitivo, mais uma canção que, aos olhos de Donato, é perfeita para a sonoridade peculiar do piano e que lhe dá prazer em tocar: "Manhã de Carnaval", de Luiz Bonfá e Antonio Maria. 

No set list mais um ídolo: Stan Kenton. “Invitation”, de autoria do pianista polonês Bronislaw Kaper e do repertório de Kenton, é tocada com a dissonância e a harmonia peculiares do pianista americano. O “Piano de João Donato” apresenta ainda três parcerias do pianista, que depois de 1972 começou a apostar em amigos para criar letras para suas composições. A mais popular, "A Paz", com Gilberto Gil, mostra a diversidade de João Donato numa melodia ora densa, ora suave. O mesmo clima se repete em "Rio Branco”, para a sua cidade natal, capital do Acre. "Fim de Sonho" (com João Carlos Pádua) traduz a inventividade e o vigor de Donato ao piano.
Serviço: 
O Piano de João Donato
Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/nº
Data e horário: 15 de dezembro de 2016 (quinta-feira), às 21h
Ingressos: R$ 120 e R$ 60 (meia-entrada ou ingresso solidário com um quilo de alimento)

 

 
publicado por o editor às 10:07
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2016

Rolando Castello Junior comemora 50 anos de Bateria & Rock com show no Paiol

 

 

 

 

                                             
Com 58 discos gravados, além de milhares de shows realizados no Brasil, Argentina, México e Estados Unidos, o baterista Rolando Castello Júnior está comemorando os seus 50 anos de bateria & rock com uma turnê pelo país. Ele estará se apresentando na próxima segunda-feira (12), às 21h, no Teatro do Paiol.
O veterano baterista foi pioneiro em inúmeras atividades dentro da cena do rock nacional, e teve atuação destacada também na indústria de instrumentos musicais, na produção musical e no ensino da bateria. As comemorações dos seus 50 anos de carreira tiveram início no mês de junho Em São Paulo, recentemente, foram realizados dois shows comemorativos no Sesc Belenzinho, que contaram com a participação de músicos convidados do Brasil e da Argentina, celebrando a obra do baterista junto aos grupos Patrulha do Espaço, Aeroblus e Inox.
No Teatro do Paiol, o show contará com a participação de grandes nomes da cena musical da cidade. As comemorações continuam em janeiro de 2017, em Buenos Aires, na tradicional casa de espetáculos La Trastienda, também com músicos convidados. Todos os shows comemorativos serão gravados e filmados para posterior lançamento de CD e DVD em 2017.
 
Serviço:
Rolando Castello Júnior – 50 Anos de Bateria & Rock
Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/nº
Data e horário: 12 de dezembro (segunda-feira), às 21h
Ingressos: R$ 30 e R$ 15

 

 
publicado por o editor às 12:45
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 8 de Dezembro de 2016

CONDE BALTAZAR LANÇA PRIMEIRO DISCO SOLO NO TEATRO DO PAIOL

 

 

 

 

 

Canções do álbum “Lover haus” serão apresentadas no dia 16 de dezembro

 

O músico e compositor Conde Baltazar estará no palco do Teatro do Paiol para o show de lançamento do seu primeiro álbum solo. Batizado de Lover haus, o disco será apresentado ao vivo pela primeira vez no dia 16 de dezembro (sexta-feira), às 20h.

 

Conde Baltazar é figura fácil nos palcos. Além da carreira de ator, tem se destacado com a Trombone de Frutas, banda que que ajudou a fundar, sendo o vocalista, letrista e, claro, frontman do grupo, hipnotizando o público com seus gestos, olhares e performances.

 

Lover haus começou a nascer em 2015, quando Conde foi contemplado com um edital do SESC Paço da Liberdade. Durante um mês, esteve no estúdio do local registrando músicas que havia acabado de compor. São 11 canções em que podemos ouvir o músico com mais intimidade.

 

“O processo de composição se deu num momento em que vivia uma paixão muito forte, um ciclo que desenhei, escrevi e compus muito. Quase todas as canções surgiram nesse momento. Era uma sensação recorrente no corpo”, explica Conde. “Pela primeira vez, pensei muito mais em como seria para uma pessoa pegar o disco e começar a tocar do começo. Acho que essa linha dramatúrgica fica um pouco exposta na hora de organizar o desenho cronológico do disco”, completa.

 

Se na Trombone de Frutas o músico se dá ao luxo fazer parte de uma miscelânea que vai da calmaria ao êxtase, com experimentos e brincadeiras em músicas com inúmeros momentos, em seu novo trabalho, Conde apresenta-se a si mesmo. São 11 canções diretas em que podemos confirmar a busca por um “desenho sonoro”- vale lembrar que é também um artista visual. Um resumo disso está no título do álbum, uma mistura de inglês e alemão. As letras, no entanto, são em português, com duas cantadas com um belo sotaque em inglês.

 

“As canções vêm e se instalam – de estar tocando e gostar de uma sequência de acordes, colocar uma melodia vocal e a música aparecer, mas muito partindo do que estou vivendo ou sentindo”, descreve. Conde compõe desde os 16 anos, quando aprendeu a tocar violão, estudando o método clássico na Embap – Escola de Música e Belas Artes de Curitiba. “Agora estou produzindo bastante com guitarra, palheta, amplificador, pedais. Isso está me dando um outro chão, outra referência para compor”, finaliza.

 

No disco, o músico conta com seus colegas de Trombone de Frutas: Marc Olaf (teclas e baixo), Rodrigo Chavez (baixo), João Taborda (bateria) e Lauro Ribeiro (trombone, trompete e flugel). Outros músicos também participaram da gravação, como Rodrigo Lemos (guitarra), Marano (baixo), Luis Bourscheidt (bateria) e Igor Amatuzzi (synths), que também mixou o disco. A captação foi feita por Lucas Paixão e a masterização ficou a cargo de Carlos Freitas.

 

Serviço:

Música: Conde Baltazar - lançamento "Lover haus"

Data: 16 de dezembro, sexta-feira, 20h

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia, conforme legislação)

Local: Teatro do Paiol - Praça Guido Viaro, s/n

Pontos de venda (somente dinheiro): Restaurante Mezanino das Artes (Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 805, segunda a sábado, das 11h30 às 23h)

Informações: (41) 3213-1340

 

Produção: Santa Produção, Fineza Comunicação e Cultura

Apoio: Prefeitura Municipal de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, Blog Tudo o que você (ou)vê

 

publicado por o editor às 13:24
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2016

Duo Folebaixo encerra programação do Terça Brasileira deste ano

 

 

 

 
 

O show do duo curitibano Folebaixo, dia 6, às 20h, no Teatro do Paiol, é a atração do último Terça Brasileira deste ano. O duo mostra as músicas do seu primeiro álbum e algumas composições inéditas como “Desfaz o Nó”, em parceria com a cantora Natalia Bermudez, convidada especial. Neste ano, o Projeto Terça Brasileira teve 14 edições com grupos curitibanos de diversas vertentes musicais. 
O duo Folebaixo une acordeom, teclado, guitarra, contrabaixo e percussão com as batidas eletrônicas, recheadas de ritmos brasileiros e influenciadas pela música latino-americana. A ambiência eletrônica soma-se à bossa nova, aos ritmos do sul do Brasil como a milonga, a chacarera e o chamamé, sofre a influência do tango argentino e incorpora ritmos nordestinos como o baião. As “capelas”, recurso utilizado na música eletrônica para inserir uma fala, aparecem nas músicas do duo criando uma atmosfera cinematográfica.
O show apresenta ainda projeções visuais, manipuladas ao vivo pelo videomaker Janio Rodrigues, que criam uma performance multimídia para a música do Folebaixo.
 
Sobre o Folebaixo - O Folebaixo é um duo instrumental formado pelo produtor musical, contrabaixista e guitarrista Marcelo Pereira e pela acordeonista Marina Camargo. É um projeto de música eletrônica autoral, unindo instrumentos tradicionais aliados a softwares de edição e produção de áudio. A manipulação do material sonoro é feita ao vivo, gerando uma performance única a cada show devido às possibilidades de improvisação.
 
Serviço:
Duo Folebaixo - Programa Terça Brasileira
Data e horário: 6 de dezembro de 2016 (terça-feira), às 20h
Local: Teatro do Paiol (Praça Guido Viaro s/n)
Ingressos: bilheteria: R$ 30 / R$ 15 (meia-entrada para estudantes, professores e idosos)
Lista amiga: mande um e-mail com seu nome completo para folebaixo@hotmail.com e pague meia-entrada.

 

 
publicado por o editor às 12:22
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Novembro de 2016

ALZIRA E APRESENTA PARCERIAS COM ITAMAR ASSUMPÇÃO EM SHOW NO TEATRO DO PAIOL

 

 

 

 

 

Repertório de O que vim fazer aqui, com participação de Peri Pane, será no dia 09 de dezembro e fecha temporada do projeto Brasis no Paiol

 

A cantora e compositora Alzira E vem a Curitiba no dia 09 de dezembro (sexta-feira). O show O que vim fazer aqui será apresentado no Teatro do Paiol, tem ingressos a R$ 10 e encerra a temporada 2016 do projeto Brasis no Paiol. No palco, a artista será acompanhada pelo músico Peri Pane.

 

O repertório da apresentação é baseado no disco O que vim fazer aqui, lançado pela cantora em 2014. Em Curitiba, as músicas ganham um novo formato, agora em duo, com violões e violoncelo.

 

O álbum colocou em evidência o momento criativo da parceria de Alzira E com o músico e compositor Itamar Assumpção (1949 – 2013), revelando canções inéditas, como Norte (Alzira E / Itamar Assumpção), Chuva no deserto (Alzira E / Itamar Assumpção) e algumas faixas como Sei dos caminhos (Itamar Assumpção / Alice Ruiz), Quem sabe sabe (Itamar Assumpção) de seu álbum AMME, produzido por ele em 1992, quando Alzira encontrou nos poemas de Itamar um incentivo para a liberdade musical que vem marcar toda sua trajetória como instrumentista, compositora e intérprete. O trabalho faz uma homenagem e traz a celebração dessa parceria.

 

A maior parte das músicas que compuseram juntos foram escritas na década de 90. Além das faixas acima, o programa contará também com Tristeza não e Já sei (as duas parcerias entre Alzira e Itamar), bem como Conversa mole, de Alzira e Iara Rennó. O show no Paiol terá duas participações especiais: Alice Ruiz e Estrela Leminski,

 

Trajetória

Alzira Maria Miranda Espíndola, Alzira E, é cantora, compositora e instrumentista. Nascida em 1957, em Campo Grande (MS), é a sétima filha de uma família de artistas. Deu início à carreira profissional com seus irmãos Tetê Espíndola, Geraldo Espíndola e Celito Espíndola, no lançamento do LP Tetê e o Lírio Selvagem (1978/80).

 

Em 1986, inicia sua carreira solo, com o primeiro LP, Alzira Espíndola, produzido por Almir Sater. Reúne neste disco vários compositores da região Centro Oeste, uma música inédita de Renato Teixeira (Homem não chora) e algumas canções autorais.Com o disco AMME, foi indicada para o Prêmio Sharp 1992, na categoria de melhor cantora pop.

 

Incorporando a música regional do centro-oeste à música pop, sua discografia conta com nove títulos entre 1987 e 2014, tendo como parceiros Almir Sater, Itamar Assumpção, Alice Ruiz, entre muitos outros.

 

Serviço:

Música: Alzira E – Show “O que vim fazer aqui”, com Peri Pane

Data: 09 de dezembro, sexta-feira, 20h

Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia, conforme legislação)

Local: Teatro do Paiol - Praça Guido Viaro, s/n

Pontos de venda (somente dinheiro): bilheteria do Paiol (terça a sexta, das 13h30 às 19h; sábado e domingo, das 15h até o horário do evento) e Restaurante Mezanino das Artes (Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 805, segunda a sábado, das 11h30 às 23h)

 

Produção: Santa Produção e Fineza Comunicação e Cultura

Apoio: Restaurante Mezanino das Artes, Jacobina, Blog Tudo o que você (ou)vê

Incentivo: Prefeitura Municipal de Curitiba e Fundação Cultural de Curitiba

 

PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO FUNDO MUNICIPAL DA CULTURA – PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA.

 

publicado por o editor às 12:02
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Novembro de 2016

Show Zum Zum Zum, do Grupo Stilnovisti, no Terça Brasileira

 

 

 

 

O Grupo Stilnovisti apresenta o show Zum Zum Zum, nesta terça-feira (22) às 20h, no Teatro do Paiol.  O espetáculo marca o lançamento do disco ‘Intertextualité’. A apresentação que integra o Projeto Terça Brasileira tem referências que vão do rock britânico ao impressionismo francês, passando pelo jazz e pela MPB, sem limitar-se às fronteiras entre estilos musicais.
Juntando em uma mesma ambiência sonora Vitor Ramil, Arrigo Barnabé, Tom Jobim, Rolling Stone, Bach, Piazzola, Debussy, Led Zeppelin e Beatles, o compositor e músico Martinuci utiliza sua memória afetivo-sonora para criar um jogo intertextual entre as canções e o público, abrangendo não só a música popular, mas evidenciando também o legado cultural da poesia paranaense. O show recebe este nome a partir da composição homônima ao poema do paranaense Paulo Leminski.
O disco pode ser encontrado no Spotify, Deezer, e i-Tunes entre outros portais de música e pode ser baixado gratuitamente no link: soundcloud.com/stilnovisti. 

Serviço:
Grupo Stilnovisti – Show Zum Zum Zum no Terça Brasileira
Data: Terça-feira, 22 de novembro
Horário: 20 horas
Local: Teatro do Paiol

Ingressos: R$30 e meia-entrada R$15

 

publicado por o editor às 13:59
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Novembro de 2016

ELOGIADA INTERNACIONALMENTE, BANDA GRAVEOLA SE APRESENTA PELA PRIMEIRA VEZ EM CURITIBA

 

 

 

Sexteto mineiro com turnês anuais pela Europa faz show de lançamento do disco Camaleão borboleta no Paiol no dia 11 de novembro

 

A banda mineira Graveola vem a Curitiba para o lançamento do álbum Camaleão borboleta, no dia 11 de novembro (sexta-feira). O sexteto, que pela primeira vez se apresenta na capital paranaense, estará no palco do Teatro do Paiol a partir das 20h, como atração do projeto Brasis no Paiol.

Com rumos bem traçados na sonoridade elétrica e psicodélica, Camaleão borboleta (Natura Musical) tem dez faixas autorais inéditas, trazendo referências de grupos como Novos Baianos, Doces Bárbaros e ritmos do maracatu, frevo, ijexá, pagode baiano e samba-reggae, o disco mostra o amadurecimento da sonoridade da banda.

O disco foi produzido por Chico Neves, responsável por discos de artistas como Lenine, Skank e O Rappa, e tem a participação especial de Samuel Rosa na faixa Talismã.

No meio do ano, o sexteto esteve mais uma vez na Europa, continente que tem visitado nos últimos seis anos. Lá, a turnê de lançamento do álbum garantiu diversos elogios a seu trabalho em várias publicações internacionais, como o jornal ingles The Guardian e a revista musical Mojo. Apresentaram-se, por exemplo, no Roskilde, um dos festivais mais importantes do mundo, realizado na Dinamarca e que reúne 50 mil pessoas por dia.

Camaleão borboleta, sexto trabalho da banda mineira, surgiu da vontade do grupo em registrar o seu momento atual, num recorte sonoro festivo e pop de sua carreira. Buscando ancoragem em diversos ritmos afro-latino-americanos, o grupo nunca soou tão alegre e tropical.

Em uma metamorfose ininterrupta, a banda desenvolveu, ao longo de 11 anos, uma sonoridade distinta, caracterizada principalmente por uma enorme empatia e por um diálogo franco com as mais diversas vertentes da música brasileira. Fato claramente observável em sua discografia: Graveola e o Lixo Polifônico (2009), Um e meio (2010), Eu preciso de um liquidificador (2011), Dois e meio - Vozes invisíveis (2014) e o EP London Brigde (2015).

Desse modo, a banda foi amadurecendo e enriquecendo por meio de um processo contínuo, privilegiando a porosidade e a capacidade de aglutinar novas informações a cada trabalho. O grupo é formado por LG Lopes, Luiza Brina, José Luis Braga, Bruno de Oliveira, Gabriel Bruce e Ygor Rajão.

Serviço:

Música: Graveola – Lançamento do álbum “Camaleão Borboleta”

Data: 11 de novembro, sexta-feira, 20h

Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia, conforme legislação)

Local: Teatro do Paiol - Praça Guido Viaro, s/n

Pontos de venda (somente dinheiro): bilheteria do Paiol (terça a sexta, das 13h30 às 19h; sábado e domingo, das 15h até o horário do evento) e Restaurante Mezanino das Artes (Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 805, segunda a sábado, das 11h30 às 23h)

Produção: Santa Produção e Fineza Comunicação e Cultura

Apoio: Restaurante Mezanino das Artes, Jacobina, Blog Tudo o que você (ou)vê

Incentivo: Prefeitura Municipal de Curitiba e Fundação Cultural de Curitiba

PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO FUNDO MUNICIPAL DA CULTURA – PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA – FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA E DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA.

 

publicado por o editor às 08:11
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 28 de Outubro de 2016

Aline Morena estreia show em Curitiba

 

 

 


O espetáculo "O Amor em Música e Dança", da cantora, compositora e multi-instrumentista Aline Morena, estreia no próximo domingo (30), no Teatro do Paiol, em duas sessões, às 17h30 e às 19h30. Trata-se de um espetáculo de música e dança universais, com toques de outras artes, como poesia, teatro e artesanato, valorizando todas as culturas. As composições são de Aline Morena, Hermeto Pascoal, clássicos do repertório erudito, folclórico e da música popular brasileira.
O show conta com os músicos Gilberto Fernandes ("Tampinha"), na bateria  e percussão, João Pedro Teixeira no acordeon, Peter Nitch (músico alemão) no baixo acústico e elétrico, Ademir Júnior (de Brasília), nos sopros, e Aline Morena na voz, piano, viola caipira, violão, percussões diversas (inclusive corporal e na água) e dança. Conta também com os dançarinos de dança de salão cariocas Gustavo Reis e Juliana Lima, a dançarina de flamenco universal Trini Fumero, os dançarinos de dança de salão Luiz Dalazen e Giuliana Manfio, Rodrigo Costa e Pâmela Ribeiro, Thiago Marghoti e Andressa Motta.
“O amor em música e dança” está dividido em subtemas com músicas e danças específicas para cada forma de amor, como o amor próprio, o amor a Deus, aos amigos, o romântico, à família, à música, à dança, o amor a um lugar e a natureza, o amor à vida e à liberdade. Cada set contará com repertório diferente um do outro. De acordo com Aline Morena “quem assistir aos dois sets prestigiará dois shows diferentes”.
O espetáculo tem como objetivos renovar as esperanças do público, incentivando as pessoas a amar cada vez mais, propiciar um ambiente aconchegante com muito amor e incentivar a participação da plateia, fazendo música e dançando com os artistas. O show conta com a produção de Tatjane Garcia.
 
Serviço:
Show “O amor em Música e Dança” , com Aline Morena e banda
Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/nº - Prado Velho
Data e horários: 30 de outubro de 2016 (domingo), às 17h30 e 19h30
Informações: 3213-1340
Contato com a artista: aline@alinemorena.com.br
 
publicado por o editor às 14:11
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Outubro de 2016

Leandro Leal apresenta “Para a Caixinha de Música do Paiol” na Terça Brasileira

 

 

 

 

“Para a Caixinha de Música do Paiol” é a apresentação que o músico, compositor e arranjador Leandro Leal prepara para a próxima edição do programa Terça Brasileira, dia 25 de outubro, às 20h. O show que acontece no Teatro do Paiol traz a diversidade como sua principal característica, aliada à ideia da sonoridade de uma caixinha de música – aquela usada para guardar pertences, adereços e que funciona movida por cordas.
O show apresenta elementos da livre criação expressiva, da cultura paranaense e brasileira, como o fandango, samba, bossa nova, baião, além do rap, rock e jazz. Tanto nas músicas cantadas, quanto nas instrumentais, os arranjos valorizam a simplicidade, que envolve os ouvintes em uma atmosfera própria.
A experimentação também é representada na formação do grupo, desta vez com os músicos Leandro Leal (composições, arranjos, voz, bateria e percussão), Gilson Hack (violão e voz), Bárbara Kirchner (voz), Lissandro Leite (baixo), Levy de Castro (tuba), Zaqueo Rodrigues (bombardino) e Alexandre Mazza (baixo).
 
Serviço:
Programa Terça Brasileira:  “Para a Caixinha de Música do Paiol”, de Leandro Leal
Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/nº - Prado Velho
Data e horário: 25 de outubro de 2016 (terça-feira), às 20h
Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada)
 

 

publicado por o editor às 09:32
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Outubro de 2016

Dupla Vanessa Moreno e Fi Maróstica apresenta-se no Paiol

 

 

 


 
 
A cantora e compositora Vanessa Moreno e o baixista Fi Maróstica se apresentam em Curitiba em show de lançamento do CD “Cores Vivas”, no próximo sábado (22), às 20h, no Teatro do Paiol. O disco tem um repertório baseado em canções de Gilberto Gil. O show terá a participação especial do cantor, compositor e preparador vocal Wagner Barbosa. 
O duo formado por Vanessa Moreno (voz e percussão) e Fi Maróstica (baixo acústico e elétrico) surgiu de maneira inusitada, concretizando a grande afinidade musical entre os integrantes nesta ousada formação. Através de pesquisas da música regional brasileira, influências do jazz e da música erudita, uma interessante mistura é obtida e adaptada em arranjos que exploram toda a riqueza rítmica, melódica e harmônica que esta reduzida roupagem pode oferecer, criando assim uma atmosfera sonora peculiar.
Os músicos foram ganhadores dos prêmios de melhor intérprete (Vanessa Moreno) e melhor instrumentista (Filipe Maróstica) no VII Festival Botucanto (renomado festival da canção), em 2010, dando o pontapé inicial para a formação da dupla e a realização desse trabalho.
 
            Serviço:
            Show de Vanessa Moreno (voz e percussão) e Fi Maróstica (baixo acústico e elétrico)
            Local: Teatro do Paiol – Praça Guido Viaro, s/nº - Prado Velho
            Data e horário: 22 de outubro de 2016 (sábado), às 20h
            Ingressos: R$ 30 e R$ 15
            Pontos de venda: bilheteria do Paiol, Libélula Brechó (R. Mateus Leme, 291) e vendas on line (http://goo.gl/7Bz4MT)
            Produção e assessoria de imprensa: (41) 9981-6869 (Muvee Produções)

 

 
publicado por o editor às 09:22
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds