Quarta-feira, 9 de Novembro de 2011

evento - teatro Aderbal Freire-Filho traz peça de Brecht para a CAIXA Cultural em Curitiba

 






“Na Selva das Cidades” tem tradução inédita e conta com Daniel Dantas e Maria Luisa Mendonça no elenco





Considerado um dos textos mais enigmáticos escritos por Bertolt Brecht, “Na Selva das Cidades” estreia no dia 11 de novembro, na CAIXA Cultural. Sob direção de Aderbal Freire-Filho e com um elenco estrelado por Daniel Dantas e Maria Luisa Mendonça, o espetáculo fica em cartaz até o dia 13 de novembro e a bilheteria arrecadada será revertida em vales-brinquedo para o evento Natal Encantado, do Instituto Pró-Cidadania de Curitiba.



“Na Selva das Cidades” é o oitavo texto do dramaturgo alemão Bertolt Brecht, escrito de 1921 a 1923 e originalmente sob o titulo “Na Selva”, sendo retrabalhado em 1926, quando foi publicada sua versão final. A trama se passa em 1912 em Chicago e conta a saga da família Garga, que deixa o campo em busca de melhores condições de vida na cidade. Na metrópole, o convívio urbano se mostra desumano, brutal e sarcástico. O foco da ação está na luta violenta entre dois homens, que se inicia quando um deles não admite vender sua opinião ao outro.



Apresentada pela última vez em 1969, a peça não é encenada profissionalmente na cidade há mais de quatro décadas. Para o ator Marcelo Olinto, idealizador do projeto, o texto permanece atual: “As condições políticas e estéticas do mundo de hoje nunca foram tão oportunas para se debater e compreender as ideias do teatro de Brecht. Montá-lo é procedente, sempre! Encenar ‘Na Selva das Cidades’ representa para mim a possibilidade de poder mexer na ferida aberta, naquilo que causa incômodo e desagrada. Se deparar, com algum senso de humor, com a vida como ela é e não como se deseja”, defende.



Nesta montagem, o drama de Brecht conta com uma tradução exclusiva, assinada em parceria por Aderbal Freire-Filho, Nehle Franke, Patrick Pessoa e Roberto Franke. “Estamos trabalhando com um tipo de fidelidade que vai além da palavra. Discutimos o texto com os atores em cena, modificamos e ele volta para revisão”, conta Aderbal Freire-Filho, que complementa: “cada dia de ensaio é um dia de revelações”.



O elenco de grandes atores-criadores com diferentes formações e forte personalidade é um dos pontos fundamentais do espetáculo, cuja escrita cênica se desenvolve com maestria por Aderbal Freire-Filho, um dos grandes diretores da atualidade. Os artistas tocarão instrumentos e cantarão durante a peça, criando diferentes atmosferas sonoras para as cenas. O resultado é um rico caleidoscópio em que o caos e a pulsação do ator dão vida a ricos e complexos personagens, fazendo surgir humanos reconhecíveis e, por isso mesmo, admiráveis e odiáveis, mas acima de tudo, apaixonantes.



Com direção musical de Marcelo Alonso Neves (vencedor do Prêmio Shell/RJ de Melhor Música - 2011), cenário de Fernando Mello da Costa (prêmio Shell/RJ) e iluminação de Maneco Quinderé (prêmios SHARP, Shell/RJ e SP, Mambembe/RJ e SP e Molière).



Ficha Técnica:

Texto: Bertolt Brecht

Tradução: Aderbal Freire-Filho, Nehle Franke, Patrick Pessoa e Roberto Franke

Direção: Aderbal Freire-Filho

Elenco: Daniel Dantas, Maria Luisa Mendonça, Fernanda Boechat, Inez Viana, Joelson Medeiros, Leonardo Netto, Marcelo Olinto, Milton Filho e Patrick Pessoa

Cenário: Fernando Mello da Costa

Iluminação: Maneco Quinderé



Serviço:



Teatro: Na Selva das Cidades

Local: CAIXA Cultural – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)

Data: de 11 a 13 de novembro

Horário: Sexta e sábado 20h e domingo 19h

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntista CAIXA)

Bilheteria:             (41) 2118-5111       (de terça a sexta, das 12h às 19h, sábado e domingo, das 16h às 19h)

Classificação etária: Não recomendado para menores de 16 anos

Lotação máxima: 125 lugares (02 para cadeirantes)

www.caixa.gov.br/caixacultural

publicado por o editor às 14:18
link | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds