Quinta-feira, 21 de Novembro de 2013

Casa da Leitura Manoel Carlos Karam recebe a escritora Lúcia Fidalgo

 



A Casa da Leitura Manoel Carlos Karam, inaugurada em 2006 como a primeira Casa da Leitura de Curitiba, recebeu o seu nome atual em 2008, em homenagem ao jornalista e escritor que marcou a literatura paranaense. Com sete anos de funcionamento, o espaço recebe nesta semana uma homenagem com atividades especiais, dentre elas, a palestra da escritora, contadora de histórias e mestre em educação, Lúcia Fidalgo, que acontece nesta sexta-feira (22), às 14h30.

A palestra é voltada aos mediadores de leitura e contadores de histórias que trabalham nas ações de incentivo à leitura do programa Curitiba Lê, da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), e também abre espaço à comunidade interessada. Ao todo são 70 vagas, das quais 30 são destinadas aos profissionais da FCC e o restante para o público geral. Segundo Diamila Medeiros, mediadora de leitura da Carlos Karam, a procura tem sido grande. “As vagas já estão acabando, tivemos uma demanda preenchida principalmente por professores da rede municipal de ensino, que têm particular interesse pelo tema”.

Experiência - Lúcia Fidalgo tem uma vasta experiência em literatura infantil e contação de histórias, e fará um panorama sobre as diversas formas de se contar uma história, tendo em vista o incentivo à leitura. “Ela é um nome de destaque na área literária e tem contribuído muito com a formação de leitores em nosso país. O contato com a Lúcia será ótimo para mim, que comecei na função de mediadora há apenas seis meses. Sei que vou aprender muito”, afirma Diamila.

Dia 19 (3ª feira)
Oficina Olhar de Vidro: um olhar para literatura

Mediação: Lucas Buchile
Classificação: 16 anos
Horário: 9h às 14h

Dia 20 (4ª feira)
Roda de leitura Para Viver Um Grande Amor

Mediação: Kelly Medeiros
Classificação: 16 anos
Horário: 9h30

Leitura dramática do Cão Fez-se O Dia
Mediação:
 Fabiane De Cezaro, Lilyan Souza, Lucas Buchile e Rafael Di Lari
Classificação: 16 anos
Horário: 14h

Dia 21 (5ª feira)
Contação de histórias
Mediação: Fabiane De Cezaro
Horário: 9h30

Oficina de gravura de cordel para crianças
Horário: 14h

Dia 22 (6ª feira)
Palestra sobre contação de histórias com Lúcia Fidalgo
Horário: 14h30

Toda a programação agendada é gratuita e acontece na Casa da Leitura Manoel Carlos Karam, que fica na Rua Batista Ganz, 453 – Santo Inácio (Parque Barigui). Para mais informações, entrar em contato pelo endereço clkaram@fcc.curitiba.pr.gov.br ou pelo telefone (41) 3240-1101.


Lúcia Fidalgo – Começou seu trabalho com a Literatura Infantil em 1989, na Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil-FNLIJ. Em 1990, formou o grupo Morandubetá, junto com outros integrantes, entre eles Eliana Yunes. Lúcia começou seu trabalho efetivo na promoção de leitura em 1992, quando integrou a primeira equipe do Proler (Programa Nacional de Leitura), desenvolvendo oficinas de contadores de histórias em todo o país. Como escritora, ganhou o prêmio de autora revelação pela FNLIJ, com o livro Menino Bom. Na área da Biblioteconomia, dirigiu o Departamento de Bibliotecas Públicas do estado do Rio de janeiro, e a Biblioteca Pública do estado, de 2000 a 2002. Atualmente, faz parte da direção do Conselho regional de Biblioteconomia (CRB7), como segunda secretária.Também trabalha com oficinas, cursos e palestras por todo o Brasil; atua como especialista de alguns projetos, entre eles, o Leia Brasil, do SESC-RJ; é pesquisadora da Cátedra Unesco de Leitura-PUC-RJ e professora do Departamento de Letras da PUC-Rio, no Curso de Formação do Escritor.


Casa da Leitura Manoel Carlos Karam – O espaço mantido pela Fundação Cultural de Curitiba, ocupa o antigo Centro Cultural Maria Fumaça, localizado no Parque Barigui. A proposta da Casa é funcionar como um centro de estudos e pesquisas voltado à leitura, não só do ponto de vista da promoção do hábito de ler, mas abrangendo discussões teóricas sobre os mecanismos e as formas de incentivo. No local são realizados cursos, seminários e conferências dirigidos aos agentes multiplicadores e incentivadores, como os professores da rede municipal de ensino, contadores de histórias, arte-educadores e voluntários, além de ações com estudantes e com a comunidade.
publicado por o editor às 17:26
link | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds