Sexta-feira, 29 de Outubro de 2010

Mês da Consciência Negra


No Mês da Consciência Negra, CCBNB-Fortaleza comemora riqueza das manifestações culturais africanas


Em novembro, Mês da Consciência Negra, o Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 - Centro - fone: (85) 3464.3108) comemorará a riqueza das manifestações culturais africanas, através de uma série de apresentações gratuitas de Tradição Cultural Afro-brasileira. As apresentações acontecerão sempre às sextas feiras (dias 5, 12, 19 e 26) no CCBNB-Fortaleza e nas praças do BNB e José de Alencar. Todos os espetáculos têm classificação indicativa livre.

A Cia. Cordapés, com direção de Ênio Marques, apresentará o espetáculo "Tom e Raça", na Praça do BNB, no dia 5, às 17 horas. Partindo da tese de que 70% das danças brasileiras são de origem ou têm influência africana, este espetáculo apresentará, através da dança e da música, a cultura afro-brasileira e a africana, com o objetivo de divulgar e difundir a história da cultura negra existente no país.

Nos dias 5 e 26, sempre às 18h30, no CCBNB-Fortaleza, o Centro Cultural Capoeira Água de Beber apresentará o "Espetáculo Quilombo", com direção dos professores Virlenia e Mestre Ratto (Robério). Criado em 2003, o espetáculo é composto por vários quadros que retratam a captura de negros na África, a vinda para o Brasil em navios negreiros, a escravidão no país, o sofrimento nas senzalas e o trabalho forçado nos canaviais, bem como a formação dos quilombos, a luta pela liberdade e o nascimento da Capoeira.

Na sexta-feira seguinte, dia 12, às 17 horas, a Praça José de Alencar receberá o Projeto Quebra Mola, com direção do mestre Juninho Brasil. O Projeto Quebra Mola difunde a alegria, o entretenimento e a instrução profissionalizante das pessoas de baixa renda, levando auto-estima a comunidades carentes e provocando um novo olhar de conscientização no mundo.

No dia 19, às 17 horas, acontecerá a lavagem da entrada do CCBNB-Fortaleza e cortejo conduzido pela Mãe Taquinha, que desenvolve ações culturais afro-religiosas baseadas na Umbanda. Ela tem como meta o resgate dos elementos culturais negros, sobretudo a luta religiosa no Ceará, difundindo as matrizes africanas e afro-brasileiras. O cortejo acontecerá com entoação de cânticos pelo Grupo Cultural Mãe Taquinha e o Centro Espírita Um Dragão do Mar, além da lavagem simbólica da entrada do CCBNB-Fortaleza.

E no dia 26, às 17 horas, na Praça José de Alencar, o Instituto de Difusão da Cultura Afro-brasileira encenará o espetáculo "Afoxé Oxum Odolá". Baseando-se na estética do encantamento, da beleza e da alegria, o espetáculo celebra a cultura negra. As principais características são as roupas nas cores do orixá do Pai de Santo guardião do afoxé, as cantigas em Yorubá e os instrumentos de percussão (atabaques, agogôs, agbês, afoxés e xequerês). O ritmo da dança na rua é o Ijexá, o mesmo dos terreiros, bem como a melodia entoada.

publicado por o editor às 13:41
link do post | comentar | favorito

IMCLP Instituto de Música Clube Literário do Porto


Pretende-se com a formação do “Instituto de Música Clube Literário do Porto” criar no Porto um projecto no âmbito do ensino vocacional da música, numa instituição aberta a toda a sociedade, com um alto conceito de excelência musical, que contribua para o desenvolvimento integral do ser humano.

O projecto arrancou oficialmente em Outubro de 2010, com as seguintes opções:

* canto
* piano
* violino
* flauta transversal
* guitarra clássica
* canto (variante de jazz),
* piano (variante de jazz)
* contrabaixo (variante de jazz)


Este leque de instrumentos será alargado assim que o número de inscritos assim o justifique e que por cada novo instrumento haja um mínimo de três alunos inscritos. As inscrições para novos instrumentos que não atinjam este número ficarão a aguardar que se consiga reunir uma quantidade de alunos que justifique uma nova disciplina.

Os interessados em frequentar o IMCLP pagarão a respectiva mensalidade de acordo com os valores abaixo descritos. As aulas e ateliers funcionarão preferencialmente no horário de meio e final de tarde, até às 20:30 horas e sábados e domingos de manhã. Outros horários que sejam da conveniência dos professores e dos alunos serão aprovados se não interferirem com o normal funcionamento das actividades do CLP.

O plano curricular de cada aluno contém uma aula semanal individual de instrumento (45 minutos), duas aulas semanais de formação geral em música (45 + 45 minutos) e uma aula semanal de classe de conjunto (60 minutos). Outros planos curriculares poderão ser aprovados conjuntamente pelo professor de instrumento e pela direcção pedagógica.

Tabela de preços e condições de pagamento
• € 100,00/mês
• € 50,00 Taxa de inscrição (inclui seguro escolar)
• As mensalidades deverão ser pagas até ao dia 8 do mês a que dizem respeito.
• Estão isentos de pagamento de taxa de inscrição os alunos que no ano lectivo anterior frequentaram o IMCLP e liquidaram todas as mensalidades até ao mês de Julho, inclusive. Os alunos que se inscreverem até 30 de Setembro de 2010 estão isentos do pagamento de qualquer taxa.
• No caso de dois ou mais elementos inscritos pertencentes ao mesmo agregado familiar, há um desconto de 10% sobre o valor total das mensalidades.

Inscrições abertas na recepção do Clube Literário do Porto ou por e-mail:
musicaclp@gmail.com ou institutodemusica.clp@gmail.com



Clube Literário do Porto

Rua Nova da Alfândega, nº 22

4050-430 Porto

Tel. 222 089 228

Fax. 222 089 230

Email: clubeliterario@fla.pt

URL: www.clubeliterariodoporto.co.pt

http://clubeliterariodoportofla.wordpress.com/

 

publicado por o editor às 13:40
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Outubro de 2010

Suítes de Bach interpretadas por Maria Alice Brandão







A violoncelista curitibana se apresenta na Série Solo Música no Teatro da CAIXA





A Série Solo Música apresenta, no dia 26 de outubro, a curitibana Maria Alice Brandão. No concerto Maria Alice interpreta três suítes para violoncelo solo de Johann Sebastian Bach. As suítes de Bach são consideradas obras primas, fundamentais no repertório de um celista de primeira.



Maria Alice iniciou os estudos de violoncelo com Donato D’Alló, canto com Hildegard Martins e prática em música de câmara com os irmãos Teve. Entre os mestres, figuram ainda Zygmunt Kabala, Gerhard Mantel e Christophe Coin. A violoncelista é uma das fundadoras da Camerata Antiqua de Curitiba e integrou os grupos Sinfonieta, voltado para a música do século XX, e Terra, voltado para a divulgação da música latinoamericana na Europa. No Paraná, integrou a Orquestra de Câmara Solistas de Londrina.





Solo Música



O Solo Música apresenta um recital por mês, sempre às terças-feiras, nos quais são exibidas apresentações raras, com artistas solo tocando instrumentos que dificilmente são mostrados em outras programações culturais. A série foi desenvolvida a partir de uma observação dos espaços culturais da cidade. Segundo o produtor Álvaro Collaço, a série é exclusiva, pois diversifica os instrumentos e gêneros na mesma programação.



A Série não privilegia um gênero musical definido, mas a diversidade cultural em solo, promovendo assim uma aproximação entre a música instrumental e erudita, sendo que a única ligação entre os recitais apresentados é o fato de estar no palco um único músico, cuja característica principal é ter absoluta segurança na sua qualidade como instrumentista e intérprete.



A temporada 2010 do Solo Música já trouxe aos palcos da CAIXA Cultural Curitiba Toninho Ferraguti, Luhli, Ravi Justin Freeman, Alberto Marsicano, Fernando Deddos, Fernando Deghi, Pierre Hamon e Mariana Baraj.



Serviço



Série Solo Música – Maria Alice Brandão - Violoncelo

Local: Teatro da CAIXA

Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba/PR

Data: 26 de outubro

Horários: terça 20h30

Ingressos: R$10 e R$5 (meia – conforme legislação e correntistas CAIXA) e 20% de desconto para o Clube do Assinante Gazeta do Povo

Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta das 12 às 19h e sábado e domingo das 16 às 19h)

Classificação etária: Livre para todos os públicos

Lotação máxima do teatro: 125 lugares (02 para cadeirantes)

www.caixa.gov.br/caixacultural

 

publicado por o editor às 16:18
link do post | comentar | favorito

Sai reimpressão de Simulacro e poder



Sai reimpressão de Simulacro e poder - Uma análise da mídia, de Marilena Chaui


No reimpresso Simulacro e Poder, Marilena Chaui fala sobre a abolição da diferença entre os espaços público e privado, além de apontar como os códigos da vida pública passam a ser determinados e definidos pelos códigos da vida privada.

Para a professora, enquanto o pensamento e o discurso de direita reiteram o senso comum que permeia a sociedade, no caso da esquerda é preciso ultrapassar obstáculos - o que representa desmontar esse senso comum e a aparência de realidade e verdade que as condições sociais e as práticas existentes parecem possuir.

Publicado em 2004, Simulacro e Poder encontrava-se esgotado, e é um dos grandes sucessos da Editora Fundação Perseu Abramo. O livro poderá ser adquirido já nos próximos dias em livrarias e pela internet.


Os meios de comunicação de massa tornaram irrelevantes as categorias da verdade e da falsidade e as substituíram pelas noções de credibilidade ou plausibilidade e confiabilidade - para que algo seja aceito como real basta que apareça como crível ou plausível, ou como oferecido por alguém confiável. Os fatos cederam lugar a declarações de "personalidades autorizadas", que não transmitem informações, mas preferências, as quais se convertem imediatamente em propaganda. Qual a base de apoio da credibilidade e da confiabilidade? Trata-se do apelo à intimidade, à personalidade, à vida privada como suporte e garantia da ordem pública. Em outras palavras, os códigos da vida pública passam a ser determinados e definidos pelos códigos da vida privada, abolindo-se a diferença entre espaço público e espaço privado. A partir desses pressupostos, Marilena Chaui discute em Simulacro e poder: uma análise da mídia a questão do poder e dos meios comunicação na sociedade contemporânea, apresentando idéias e discussões instigantes sobre pontos centrais para entender o mundo de hoje. O livro traz ainda dois ensaios que abordam questões relativas à democracia, aos direitos e à violência no Brasil: "Direitos humanos e medo" e "Democracia e autoritarismo: o mito da não-violência".

UM LANÇAMENTO

 

publicado por o editor às 16:17
link do post | comentar | favorito

Políticas para o desenvolvimento local


Ladislau Dowbor e Marcio Pochmann organizam livro sobre Políticas para o desenvolvimento local

Sai da gráfica nesta semana o livro Políticas para o desenvolvimento local, organizado por Ladislau Dowbor e Marcio Pochmann, com artigos de Nadia Somekh, Gilson Schwartz, Selvino Heck, Jeroen Johannes Klink, Giuseppe Cocco, entre outros.

Contemplados nos artigos do livro, temas como desenvolvimento local e projetos urbanos, novos arranjos socioinstitucionais, cooperação intermunicipal, descentralização do poder e a regionalização das soluções, políticas de emprego e inclusão social, governos e governança metropolitana. A obra é publicada pela Editora Fundaçao Perseu Abramo (EFPA).

UM LANÇAMENTO

 

publicado por o editor às 16:16
link do post | comentar | favorito

I Simpósio de Cultura Védica



A Fundação Bhaktivedanta convida a todos para o I Simpósio de Cultura Védica,

de 13 a 15 de novembro, na Fazenda Nova Gokula, Pindamonhangaba - SP.

clique para ampliar

****

 

publicado por o editor às 16:16
link do post | comentar | favorito

Festival Ponto.CE



O Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 - Centro - fone: (85) 3464.3108) acolherá uma série de shows e palestras do Festival Ponto.CE, no período de 3 a 6 de novembro (quarta-feira a sábado).

Abrilhantam a programação do Ponto.CE no CCBNB-Fortaleza os shows de Miguel Cordeiro e das bandas cearenses Concreto & Asfalto, Thrunda, Verona, Tubo na Batera, Facada, My Fair Lady, Dago Red, Inflame e Clamus, além da goiana Black Drawing Chalks e a capixaba Merda. Serão doze espetáculos ao todo, sempre de 16h às 20h.

As palestras acontecem às 14h, antes dos shows, e versarão sobre "Empreendedorismo cultural", com Paulo Benevides (dia 3); "Experiências de associativismo e redes colaborativas na música", com Amaudson Ximenes, Lucas Gurgel, Felipe Ferreira e Thaís Andrade (dia 4); e "Experiências com turnês no exterior", com Ricardo Leão (banda River Raid, de Pernambuco), Talles Lucena (banda Full Time Rockers), Orlângelo Leal (banda Dona Zefinha) e Lucas Gurgel (banda SOH), no dia 6. Haverá, ainda, uma tarde de autógrafos com a banda Hevo, na sexta-feira, 5, às 15 horas.

Veja a seguir as sinopses sobre as bandas que se apresentam no CCBNB-Fortaleza, durante a quinta edição do Festival Ponto.CE:



Miguel Cordeiro

Canções de modo acústico, violões, violinos e violoncelos sempre fascinaram o artista. Suas novas composições, hoje, mesclam influências de músicos renomados como Glen Hansard, Damien Rice, Jeff Buckley, Moska e Vitor Ramil. Para acompanhá-lo nessa nova caminhada, ele conta com a parceria dos músicos: PH Oliveira (bateria), Renan Maia (baixo) e Rodrigo Cardozo (violino).



Concreto & Asfalto (pop-rock)

Banda de rock em fusão com outros gêneros musicais, residente em Fortaleza /CE. Suas principais influências são: The Beatles, Country Joe and The Fish, Pink Floyd, Sérgio Sampaio, Raul Seixas, Mutantes, Los Hermanos, Titãs, Paralamas do Sucesso, entre outros.



Thrunda (Punk-Rock)

Energia e velocidade à flor da pele, com letras de protesto e situações cômicas do dia-a-dia, é PUNK ROCK!!!



Tubo na Batera (Surf Music)

Natural Lidera a família TUBO NA BATERA, onde também é vocalista e autor das letras, e com vários parceiros, mandam um som que traz o feeling da água salgada que corre na veia dos surfistas e toca o coração de quem ama e vive a música.



Facada (Grindcore)

O Facada existe desde 2003 e já tem dois trabalhos no currículo: um CD demonstrativo e um full-length. A intensidade e a fúria de sua música já os fizeram viajar por quase todo Brasil, incluindo aí: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, sendo reconhecido pela mídia especializada e críticos musicais nacionais e internacionais, como uma das melhores bandas do grindcore. Em 2010, lançará seu segundo disco, chamado de "O Joio", que foi mixado na Suécia e será lançado por quatro gravadoras, sendo três brasileiras e uma inglesa. O Facada hoje é: James (baixo e vocais), Dangelo (bateria) e Danyel (guitarra).



My Fair Lady (Metal)

Figurando como uma das maiores bandas de metal moderno do Brasil, o My Fair Lady traz uma nova proposta musical que engloba técnica, qualidade e maturidade em suas composições. A banda, que tem apenas dois anos de existência, conseguiu destaque dentro de seu segmento com rapidez e solidez, facilitando assim a sua entrada definitiva para o mercado fonográfico.



Merda (Rock)

Merda tem em seu line-up duas lendas do grindcore-favela; estes são Mozine (Guitarra / vocal) e Paulista (Bateria / vocais), da banda Mukeka Di Rato, Juntamente com Rogério Japa (Baixo / vocal).



Dago Red (Punk-rock)

O Dago Red faz um rock de garagem com forte influência do punk rock 1977, unindo essa linguagem ao powerpop. Suas letras descrevem histórias simples, sobre a individualidade das pessoas. Sem se prender a temas, o grupo traz consigo uma forte influência da literatura marginal.



Inflame (Rock Alternativo)

A banda cearense INFLAME surgiu na cena de bandas independentes de Maracanaú (CE) em meados de 2006. Com influências do grunge ao hard rock, como Pearl Jam, Audioslave, Alice in Chains, Guns'n'Roses, Led Zeppelin, Soundgarden, Temple of the Dog e Metallica, a banda cultivou suas composições e definiu seu estilo como rock alternativo. Decididos a tocar apenas suas próprias composições ,logo surgiu a necessidade de renomear o conjunto. Não houve dúvida quanto a escolha do nome INFLAME, pois representa perfeitamente o espírito da banda que incendeia o palco e o público em seus shows.



Clamus (Thrash/Death Metal)

Em meados de março de 1999, foi formado no Estado do Ceará o CLAMUS, banda de Thrash/Death Metal de peculiar identidade e força sonora. Tendo na bagagem dois CDs demonstrativos lançados, três videoclipes e um álbum oficial de excelente repercussão e participações em importantes festivais nacionais, o grupo vem obtendo continuamente o reconhecimento junto ao público e à mídia especializada. Valendo ressaltar suas músicas que, além de contar com três vocalistas, apresentam letras em francês, inglês e português.



Black Drawing Chalks (Stone Rock)

Com frequente exposição na mídia, longas turnês e participação nos maiores festivais do Brasil, o grupo conquistou três indicações ao VMB 2009, nas categorias Aposta MTV, Rock Alternativo e Videoclipe do ano, com o vídeo da música "My Favorite Way", feito em uma parceria do coletivo Bicicleta Sem Freio com o estúdio Nitrocorpz, responsável por diversas vinhetas da MTV. Em 2009, o single "My Favorite Way" foi eleita pela Rolling Stone Brasil, a melhor música do ano.



Verona (Pop Rock / Alternativo)

Formada no fim de 2008 por quatro amigos de Fortaleza - João, Gerardo, Salsicha e Tatá - a banda, fazendo um rock pop alternativo autoral, vem se consolidando cada vez mais como uma das maiores promessas do rock cearense. O grupo tem uma bagagem considerável de shows. Em 2009, abriram para artistas como Beeshop (projeto solo de Lucas Silveira, vocalista da banda paulista Fresno) e a banda portuguesa The Aster. No primeiro semestre de 2010, foram convidados a abrir para a banda Fresno e a banda americana Amberlin.

 

tags:
publicado por o editor às 16:14
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Outubro de 2010

Conversa de Bicho



Conversa de Bicho

Lila Prap

Ilustrado pela autora

40 pp. / 24 x 24 cm /

A Editora Biruta lança Conversa de Bicho. Escrito e ilustrado por Lila Prap, este livro brinca com as letras para formar palavras e frases e estimular a criatividade do jovem leitor. As belas ilustrações de Lila Prap e as divertidas onomatopéias desse livro permitem que os jovens leitores exerçam sua criatividade, independente do nível de leitura em que se encontram. A associação de três níveis de leitura, na mesma obra, permite que esse livro seja utilizado pelas crianças de diferentes maneiras. As mais jovens, ainda não alfabetizadas, podem fazer uma leitura visual, ou ser acompanhada por um adulto na leitura das frases; outras já poderão ler algumas palavras e há aquelas que desvendarão sozinhas o sentido das frases. O objetivo deste livro não é apresentar a ordem alfabética, mas sim, propor um jogo de palavras, letras, imagens e frases, estimulando diferentes formas de leitura.


A AUTORA
Lila Prap nasceu na Eslovênia, em 1955. É uma das mais populares autoras e ilustradoras de seu país e é cada vez mais conhecida no resto do mundo. Ela trabalha com design gráfico, decoração de interiores, escrita e ilustração. Alguns de seus trabalhos foram incluídos na Exposição de Ilustradores da Bolonha Children's Book Fair de 1998. Em 2002 suas ilustrações do livro Por quê?, publicado no Brasil pela Editora Biruta, foram expostas no Salão A Trip Around The World, organizado pelo Instituto de Arte de Chicago.


Lila Prap foi indicada, em 2006, para o Prêmio Hans Christian Andersen e, em 2007, para a Prêmio Astrid Lindgreen. Além de Conversa de bicho e Por que?, a Editora Biruta já lançou da autora os livros Eu e meu pai e 1001 histórias.


*

um lançamento

 

publicado por o editor às 14:21
link do post | comentar | favorito

Livro de imagens conta a história de Tom e o seu amigo pássaro



Tom e o Pássaro

Patrick Lenz

Ilustrado pelo autor

32 p. / 23,5 x 31,5 cm /


O livro Tom e o Pássaro repercutiu na imprensa da Suíça entre os críticos de literatura infantil e de livros de imagens:



"As imagens do jovem Tom e de seu amigo pássaro exercem sobre o leitor uma atração quase mágica. É uma forma sensível de trabalhar sobre o mundo emocional da criança. (Neue Luzerner Zeitung)

"A estreita relação de uma criança e um animal é um tema para o qual não há palavras. Crianças e adultos reconstituem e enriquecem a trama por meio de sequência de ilustrações em que tanto a perspectiva, quanto o espaço e o tempo o oferecem muitas possibilidades de interpretação." (Literatura & Media Association of GEW, EKZ- serviço de biblioteca, Bücherbär).

O AUTOR
Patrick Lenz nasceu em 1965 na Suiça. Graduou-se em Artes Gráficas e Educação Artística. É ilustrador, design, atua em produções para a televisão e para internet.


*

um lançamento

 

publicado por o editor às 14:19
link do post | comentar | favorito

Outubro é o mês do cinema no Club Transatlântico



Outubro é o mês do cinema no Club Transatlântico Com entrada franca, Club exibe filmes sobre importante período da história alemã

Em outubro, o Club Transatlântico brinda os cinéfilos paulistanos com a exibição de filmes alemães todas as quartas-feiras do mês, sempre às 19h30, com entrada franca. Parceria entre o Club e o Goethe-Institut São Paulo, a mostra traz quatro longas com uma temática em comum: 20 anos de revolução pacífica.

Em, 20 de outubro, “Nos somos o povo – O amor não conhece fronteiras” (Alemanha/2008, 186 min.). No longa, cuja direção é de Direção: Thomas Berger, colorido a jovem mãe Katja (Anja Kling) tenta fugir com seu filho Sven (Lino Sliskovic) para a Alemanha Ocidental para tentar reunir a família rever o namorado que sobreviveu a fuga para o ocidente, mas ficou gravemente ferido. Katja não tem sucesso e caba presa, enquanto seu filho é abandonado sozinho no ocidente. Para Katja começa agora uma luta desesperada pela liberdade e a família. Enquanto ela deve se submeter aos interrogatórios exaustivos do oficial Bert Schäfer (Heiner Lauterbach), a Alemanha oriental caminha rumo ao „outono quente“ de 1989. Uma época que mudará tudo para sempre. Em alemão, sem legendas.

Encerrando a programação, dia 27 de outubro, é a vez de “Igreja São Nicolau” (Alemanha/1995, 133 min.), baseado no livro homônimo de Erich Loest, é o quarto longa da mostra. Com direção de Frank Beyer, a história se passa quando o fim da República Democrática da Alemanha está bem próximo e Astrid Potter (a personagem principal) vive um momento decisivo. Para ela, as coisas precisam mudar em seu casamento, no trabalho e na sociedade como um todo. Seu irmão, Alexander, um oficial do Serviço de Segurança do Estado, vai se transformando em uma séria ameaça ao governo ao mesmo tempo em que o movimento de paz da Igreja de São Nicolau. Legendas em português.


Sobre o Club Transatlântico:



O Club Transatlântico surgiu há 56 anos como um espaço para reunir os alemães que viviam no Brasil e seus familiares. Hoje, situado na rua José Guerra, na Chácara Santo Antonio, zona sul de São Paulo, transformou-se num espaço de negócios e o complexo conta com uma completa infra-estrutura para eventos, inclusive os culturais e artísticos, além das opções de gastronomia, entre elas dois restaurantes e bar. Mais informações e reservas (11) 2133 8600 ou na Internet www.clubtransatlantico.com.br

“Nos somos o povo – O amor não conhece fronteiras” (Alemanha/2008, 186 min.) Quinta-feira, 20 de outubro, às 19h30 Entrada Franca Censura: 12 anos Formato: DVD Em alemão, sem legendas. “Igreja São Nicolau” (Alemanha/1995, 133 min.) Quinta-feira, dia 27 de outubro, às 19h30 Entrada Franca Censura: 12 anos Formato: DVD Legendas português.. Endereço: Rua José Guerra, 130 – Próximo a estação Granja Julieta da CPTM Informações pelo telefone: 2133-8603 Estacionamento: R$ 10,00.

 

publicado por o editor às 01:08
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds