Segunda-feira, 3 de Março de 2008

O GRANDE VAZIO



- Diálogos sobre política, sexo, Deus, boxe, moral, mito, pôquer e má consciência na América
de Norman Mailer e John Buffalo Mailer
Tradução Isa Mara Lando
Capa Hélio de Almeida
Páginas 184

"As questões estão na mesa", diz Norman Mailer, duas vezes ganhador do prêmio Pulitzer, recentemente falecido. "Tenho a esperança de que elas possam levar a percepções mais amplas, que, em contrapartida, trarão questões mais afiadas." Neste verdadeiro show de inteligência e argúcia que é O grande vazio, Mailer, já com 82 anos, instigado por seu filho John Buffalo, de 27, aborda com seus insights certeiros esse sedutor cardápio de temas centrais e periféricos do mundo contemporâneo, transformando em arte o ato de pensar. É excitante o embate entre o filho, jovem jornalista, dramaturgo e escritor, e seu pai, veterano de seis casamentos e dono de uma vasta obra que inclui romances, relatos jornalísticos e coletâneas de ensaios. Instigado pelo filho, Mailer pai sobrevoa, com seu olhar desafiador, quase sete décadas do que se convencionou chamar de "vida moderna" nos Estados Unidos, desde 1948, com a publicação, aos 25 anos, de seu primeiro e consagrador romance, Os nus e os mortos. Lançamento da Cia das Letras

 

A MÃO DO AMO

 



de Tomás Eloy Martínez


Tradução Lucas Itacarambi, Sérgio Molina
Capa João Baptista da Costa Aguiar
Páginas 168


O aclamado autor de Santa Evita, O romance de Perón e O cantor de tango mostra aqui uma faceta pouco conhecida de sua criação. Diferentemente de seus livros mais famosos, em que realizou brilhantes operações ficcionais sobre a Grande História, em ousadas operações jornalístico-narrativas, este romance puro se aprofunda na "pequena história", nas lendas e pesadelos familiares. Tomás Eloy Martínez volta aqui a seu grande tema obsessivo, os mecanismos e chagas do poder, não mais como o jornalista-historiador, mas como um sociólogo-poeta disposto a mergulhar no imaginário provinciano expondo o drama íntimo e universal de um grande artista fracassado.A história pode ser resumida a um argumento mínimo: um cantor dotado de "voz absoluta" passa a vida marcando passo, sem nunca chegar à glória prometida desde seus tempos de menino-prodígio. Tudo por não conseguir se desvencilhar da teia de amor e ódio em que o prende uma arquetípica mãe castradora, para quem o dom do filho é apenas um objeto de satisfação de seus caprichos. A narração começa justamente com o funeral de "Mãe" (único nome que a figura merece), quando toda a loucura é exposta como no preâmbulo de uma ópera e o protagonista começa a passar em revista sua vida de eternas promessas e malogros. Ao mesmo tempo, seu presente se degrada na depressão, no alcoolismo, na demência. Enquanto isso, reveza-se em cena - a do presente e a da memória - uma galeria de personagens singulares, como sobre um palco de ópera entre surrealista e expressionista, em que sonhos, devaneios, fantasias, memória e realidade se misturam e se distorcem mutuamente.


Lançamento da Cia das Letras

 

sinto-me:
publicado por o editor às 17:48
link | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds