Domingo, 13 de Julho de 2008

BBT Brasil Volta à Ativa

 


BBT

Brazil

Makes A Comeback

por Madhava Smullen

A BBT brasileira remonta ao ano de 1975, quando Srila Prabhupada empunhou em suas mãos o primeiro Bhagavad-Gita em português. Isvara Svami dirigia a organização de maneira impressionante, traduzindo todos os livros de Prabhupada e os imprimindo na enorme tiragem de cerca de 100.000 a 400.000 livros, com a tiragem sem precedentes de um milhão de cópias de Perguntas Perfeitas, Respostas Perfeitas. Com esses livros voando da gráfica para as ruas, o Brasil era uma das maiores potências em sankirtana, ascendendo ao topo da carta de distribuição de livros e lá ficando por um ano inteiro.

 

 

Mas os ventos mudaram. Os anos oitenta e noventa testemunharam pessoas menos interessadas no estilo de vida monástico, e mais interessadas no materialismo. A espiritualidade oriental não era mais novidade. E a ISKCON também mudou, baseando-se mais em congregação do que em estudantes celibatários.

 

 

O exército de distribuidores de livros foi radicalmente reduzido em todo o mundo, e se reduziu quase que a zero no Brasil. Os diretores da BBT foram pegos de surpresa e tiveram dificuldades para se ajustarem à nova realidade.

 

 

Em 2001, a BBT brasileira obteve uma nova baixa. Seu estoque praticamente não existia – não havia Bhagavad-Gita integral, nem Krsna Book, nem Néctar da Instrução, e apenas alguns poucos volumes do Caitanya-Caritamrta. As vendas eram tão fracas que eles não tinham dinheiro sequer para sobreviverem até o fim do mês.

 

 

Hrdayananda Maharaja, o então supervisor da ISKCON Brasil, soube que ali era o momento de se agir. Ele pediu a Giridhari Dasa, um bem-disposto recém-chegado que havia se unido à ISKCON há apenas cinco anos, para ser o diretor da BBT. Filho de um diplomata brasileiro, Giridhari atuava como empresário até dar início a uma amizade com Mahavira Dasa, discípulo de Prabhupada. Giridhari foi gradualmente apresentado à Consciência de Krsna, até que, com a leitura do Bhagavad-Gita Como Ele É, fechou negócio.

 

 

Giridhari entrou em ação sem demora. Para evitar que a BBT tivesse de baixar suas portas naquele mesmo mês, ele primeiramente pegou emprestado $5.000 com seu guru, Hrdayananda Maharaja. Em seguida, ele reduziu o funcionamento de seis empregados de período integral e uma enorme edificação de dois andares para um funcionário e um escritório bem menor, reduzindo custos drasticamente.

 

 

Mas foram o Bhagavad-Gita e seu velho amigo Mahavira Dasa que novamente salvariam o dia de Giridhari. “Mahavira colocou-me em contato com Devi-Deva Prabhu, que fez a incrível doação de $25.000 para a impressão de nosso primeiro Bhagavad-Gita de luxo”, conta Giridhari.

 

 

“A edição resultante foi chamada por nosso querido Sridhara Svami, que agora não mais se encontra no planeta, de ‘O Gita mais bonito que já vi’. E era exatamente essa injeção de verba e esperança de que precisávamos – com o lucro dessas vendas, pudemos imprimir novos livros e voltarmos a caminhar com as próprias pernas”.

 

 

Giridhari agradece Devi-Deva Dasa continuamente e com muito sentimento. “Tudo o que temos agora é em virtude de sua doação”, ele diz. “Se não fosse ele, a BBT brasileira talvez não existisse hoje”.

 

 

A BBT Brasil pode ter sobrevivido, mas ainda há muitos desafios pela frente. Ela tem apenas dois funcionários em tempo integral – o gerente de depósito Haridasa no escritório em Brasília; e Trivikrama Dasa, designer gráfico e diagramador, que trabalha da fazenda Nova Gokula, próxima de São Paulo.

 

 

O administrador financeiro Sadhusanga Dasa, Giridhari e outros trabalham de suas casas gratuitamente, não recebendo sequer um tostão por seus serviços. E a distribuição de livros na rua continua fraca – diferente de muitos outros países, a ISKCON Brasil ainda não conseguiu revitalizar e aprimorar a distribuição de livros desde a queda nos anos noventa.

 

 

Assim, a BBT brasileira decidiu voltar-se para a internet. Pioneiro na pregação on-line, Giridhari está envolvido com o website da BBT, Krishna.com, desde seu início, e traduziu sua versão em português, o pt.krishna.com. Ele acredita firmemente que, nesta era de internet e Google, as vendas on-line apenas crescerão para a BBT. “Elas estabelecem uma conexão direta entre nós e o consumidor, e traz uma maior margem de lucro”, ele diz.

 

 

A atual loja virtual da BBT Brasil, www.bbt.org.br, inova com características únicas. Além de atender às necessidades do público geral, ela torna a prática de sankirtana mais acessível, oferecendo preços especiais para templos e distribuidores de livros autônomos.

 

 

“Agora que qualquer um pode simplesmente entrar no site e comprar com o mesmo preço que compram os templos, esperamos que membros da congregação sejam estimulados a comprarem e distribuírem mais livros”, diz Giridhari.. “Eles podem até mesmo usar cartões de crédito para dividirem o pagamento em seis meses”.

 

A pregação do futuro, ele acredita, baseia-se em sankirtana congregacional. “Com a transição da ISKCON de um movimento de estudantes celibatários para grhasthas vivendo fora do templo, há um grande potencial não-explorado de distribuição congregacional de livros”, ele diz. Ele cita, por exemplo, o Amigos de Krsna, um boletim informativo on-line a que a BBT Brasil deu início em 1996. “Até então, 7.500 pessoas se cadastraram voluntariamente, e mais estão se cadastrando todos os dias. Se cada um deles distribuísse apenas dez livros ao mês, isso seria algo muito grandioso – praticamente o equivalente a um ano inteiro de distribuição para nós”.

Por ora, a BBT Brasil está se focando na reimpressão de pequenos livros para distribuição como parte da iniciativa do GBC regional em revitalizar o Sankirtana brasileiro. Eles também estão reimprimindo o Srila Prabhupada-lilamrta. Mas a maior novidade deles é uma novíssima versão de luxo e capa dura do livro que os trouxe de volta à ativa – o Bhagavad-Gita Como Ele É.

Com todos os erros encontrados nas versões anteriores removidos, correções do Gita em inglês de 1989 pela primeira vez incorporadas no Brasil, e uma nova capa belíssima, eles esperam que esse Gita seja tão bem sucedido como o primeiro.

“Há algo muito místico em relação a trabalhar para a BBT”, Giridhari conclui. “A BBT é realmente o coração de Prabhupada. A cada nova edição que imprimimos, e a cada ano que se passa e mantemos tudo funcionando bem, sinto em meu coração que Prabhupada está satisfeito conosco”.

Tradução por Bhagavan dasa (DvS)

Esse artigo do jornal eletrônico Friends of the BBT foi publicado em Inglês, escrito por Madhava Smullen. O original pode ser visto aqui: http://friendsofthebbt.org/bbt_brazil.

 

saiba mais em www.harekrishna.com.br.

publicado por o editor às 21:51
link | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds