Sábado, 24 de Maio de 2014

A GUERRA PELO OLHAR INFANTIL NA CAIXA CULTURAL CURITIBA

 


A GUERRA PELO OLHAR INFANTIL NA CAIXA CULTURAL CURITIBA
 
Histórias de Família, última parte da “trilogia da guerra” encenada pelo Amok Teatro, traz à cena a guerra da Iugoslávia nos anos 90
 
A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, de 29 de maio a 01 de junho, Histórias de Família, da prestigiada companhia carioca Amok Teatro. Montagem inédita no Brasil do texto da dramaturga sérvia Biljana Srbljanovic, a peça é dirigida por Ana Teixeira e Stephane Brodt, e traz à cena a guerra de desintegração da Iugoslávia nos anos 90 pelo olhar de quatro personagens infantis. No elenco, Rosana Barros, Stephane Brodt, Vanessa Dias e Wanderson Rosceno. A companhia também oferece oficina de interpretação de 30 de maio a 01 de junho.



Histórias de Família encerra a trilogia de guerras empreendida pela Amok Teatro, iniciada comO Dragão, de 2009, sobre o conflito no Oriente Médio, e Kabul, de 2010, um mergulho no Afeganistão. Maior projeto do grupo desde a sua fundação, a trilogia traz para o teatro questões do mundo contemporâneo, abordadas a partir do olhar do “outro”, em espetáculos independentes.



Na peça que estreia na CAIXA Cultural, a lógica da guerra, criada e mantida pelo poder político é revelada na brincadeira de quatro crianças, que reproduzem o comportamento delirante de adultos desorientados. Em seu texto, censurado na Sérvia, a autora Biljana Srbljanovic descreve a confusão na qual seu país mergulhou, sob a liderança de dirigentes cuja ideologia levou toda a região dos Balcãs à barbárie e à destruição. O que se vê no palco é, ao mesmo tempo, a imagem da situação da ex-Iugoslávia e a de qualquer sociedade.



A montagem estreou em junho de 2012 no Festival Cena Brasil Internacional e foi um dos espetáculos selecionados para participar da Mostra do Teatro Brasileiro nos Festivais de Avinhão (França) e Edimburgo (Escócia).



Sobre a autora:

Biljana Srbljanovic, nascida em 1970, em Belgrado, tem peças traduzidas em 20 idiomas. Se opôs firmemente ao regime de Milosevic, não só em seus escritos, mas em sua recusa em deixar Belgrado durante os bombardeios da Otan. Escreve sua primeira peça, A Trilogia de Belgrado, em 1996. Em seguida, vieram Histórias de Família, premiada como melhor peça original no Festival de Novi Sad, em 1998; A Queda, em 2000; Supermercado, em 2001, eAmerika, Suíte, em 2003.



Sobre a companhia:

Dirigida por Ana Teixeira e Stephane Brodt, a companhia Amok Teatro se dedica à pesquisa contínua do trabalho do ator e das possibilidades de encenação. Além dos espetáculos, a companhia desenvolve uma intensa atividade pedagógica, com ênfase na formação de atores. Desde sua fundação, em 1998, o grupo tem recebido os mais importantes prêmios de teatro brasileiro e um grande reconhecimento de público e crítica. Com Cartas de Rodez (1998) recebeu o Prêmio Shell de direção, de melhor ator e o prêmio Mambembe de melhor espetáculo. O grupo também inclui em seu repertório outras peças premiadas como O Carrasco (2001), Macbeth (2004), Savina (2006), O dragão (2008) e Kabul (2010).





Serviço:

Local: CAIXA Cultural Curitiba – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Centro – Curitiba (PR)

Data: 29 de maio a 01 de junho de 2014 (quinta-feira a domingo)

Horário: de quinta-feira a sábado às 20h e domingo às 19h

Ingressos: Vendas a partir de 24 de maio. R$10 e R$5 (meia - conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA)

Bilheteria: (41) 2118-5111 (De terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo das 16h às 19h).

Lotação: 125 lugares (2 para cadeirantes)

Classificação etária: Não recomendado para menores de 12 anos


Oficina de interpretação

Local: CAIXA Cultural Curitiba – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Centro – Curitiba (PR)

Data: de 30 de maio a 01 de junho de 2014 (sexta-feira a domingo)

Hora: sexta-feira a domingo, das 13h30 às 17h30

Inscrições: de 14 a 20 de maio pelo e-mail caixacultural08.pr@caixa.gov.br . As vagas são limitadas

 

publicado por o editor às 02:43
link | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds