Quinta-feira, 26 de Março de 2015

Eleições israelenses  

 


No último dia 17 de março, ocorreram eleições antecipadas em Israel, convocadas pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu após a decisão do governo israelense de mudar a constituição para fazer de Israel um “Estado judeu”, o que provocou a renúncia de dois ministros. Esta mudança significaria que Israel passaria a ser classificado como Estado-nação do povo judeu, a língua árabe perderia o status de língua oficial do país, poderiam ser construídos cidades e povoados exclusivos para judeus e a lei religiosa judaica serviria de inspiração para decisões judiciais.

No final da campanha, a coligação União Sionista, de centro-esquerda, aparecia com a maioria das intenções de voto, mas os resultados finais indicaram que os eleitores escolheram o Likud, que conseguiu 29 cadeiras no Knesset (parlamento israelense). Netanyahu vai, assim, para seu terceiro mandato consecutivo e o quarto em sua carreira política. Espera-se que o novo governo seja formado exclusivamente por uma coalizão de forças de direita, extrema-direita e ortodoxas.

A grande novidade desta eleição foi a Lista Conjunta, união entre o esquerdista Hadash e os três partidos árabes (Balad, Lista Unida, Movimento para a Renovação). Esta união foi uma resposta à mudança na legislação eleitoral que elevou a cláusula de barreira de 2% para 3,5% (este novo número significa obter quatro assentos no Knesset), que traria sérios riscos à representação árabe-israelense, cujos partidos teriam dificuldade para atingir esse número concorrendo individualmente. Como resultado, esta coligação será a terceira força parlamentar com 14 cadeiras, ante as 11 que os partidos individuais tinham anteriormente, quando concorriam separados. No entanto, se antes os prognósticos indicavam que eles poderiam ser uma força de apoio a um possível governo de centro-esquerda, mesmo tendo deixado claro que não fariam parte de uma coalizão, agora seu papel será limitado ao de uma “voz crítica” nesta nova legislatura.

Um fato de destaque nestas eleições foi o discurso de Netanyahu no Congresso estadunidense. Este episódio produziu ainda mais ruído entre o governo Obama e este novo governo israelense, pois foi feito a convite da bancada republicana no Congresso e sem o aval da presidência, que até mesmo fez um pedido direto para que o discurso não fosse realizado.

Um outro ponto de divergência entre a Casa Branca e Netanyahu foi a declaração deste, antes das eleições, de que caso vencesse não iria mais discutir a questão dos dois Estados. Porém, ante uma reação de Washington afirmando que poderia rever sua política em relação a Israel, voltou atrás e amenizou seu discurso.

Mesmo assim, as relações entre EUA e Israel são ainda muito próximas para que sofram qualquer mudança substancial.

Para ler mais:

Artigo sobre a modificação da constituição e da natureza laica ou religiosa do Estado)
leia mais

Vitória de Netanyahu ofusca perspectiva de acordo de paz
leia mais

EUA criticam 'retórica divisiva' de Netanyahu e, com vitória do Likud, vão reavaliar processo de paz
leia mais

* As opiniões aqui expressas são de inteira responsabilidade do seu autor, não representando a visão da FPA ou de seus dirigentes.

FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
Rua Francisco Cruz, 234 - Vila Mariana - CEP 04117-091 - São Paulo - SP - Brasil
Fone: (11) 5571-4299 - Fax (11) 5573-3338
Agência FPA: Imprensa - imprensa@fpabramo.org.br

 
publicado por o editor às 14:51
link | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds