Segunda-feira, 25 de Agosto de 2014

FUNDAÇÃO EDSON QUEIROZ PROMOVE INTERCÂMBIO ENTRE ACERVOS DAS COLEÇÕES FUNDAÇÃO EDSON QUEIROZ E ROBERTO MARINHO ATÉ JANEIRO DE 2015

 



Abraham Palatnik - Sem título, W41, 2004
acrílica sobre madeira
Coleção Fundação Edson Queiroz
A Fundação Edson Queiroz apresenta a mostra Abstrações – Coleção Fundação Edson Queiroz e Coleção Roberto Marinho, em cartaz até 11 de janeiro de 2015, no Espaço Cultural Unifor, campus da Universidade de Fortaleza. Com curadoria de Lauro Cavalcanti, a mostra promove um intercâmbio entre os acervos das coleções da Fundação Edson Queiroz e de Roberto Marinho (1904-2003), colocando em conversa 169 obras de artistas como Mira Schendel, Antônio Bandeira, Ubi Bava, Cícero Dias, Hércules Barsotti, Iberê Camargo, Abraham Palatnik e Tomie Ohtake.
O conjunto de 62 obras reunidas por Marinho é especialmente forte no que toca ao abstracionismo informal, enquanto a coleção apresentada pela Fundação Edson Queiroz, que conta com 107 obras, permite-nos acompanhar os caminhos trilhados pela abstração geométrica.

A mostra Abstrações segue-se à exposição Trajetórias, exibida em 2013 e curada por Paulo Herkenhoff, que trouxe uma excelente visão do percurso da arte brasileira a partir das peças da Coleção Fundação Edson Queiroz.

Abstrações examina um período mais restrito, porém importantíssimo, na definição dos caminhos da modernidade tardia e pós-modernidade precursora de nosso país.  A abstração, nos seus caminhos abstratos e geométricos, é matricial na formação da linguagem contemporânea brasileira que bebeu e misturou água das duas fontes.

“Esta exposição mostra dois importantes fluxos que, se misturando com outros, formaram esse fascinante universo de águas profundas que chamamos de arte contemporânea”, refere Lauro Cavalcanti.

Sobre a Fundação Edson Queiroz - Como poucas instituições no Brasil fora do eixo Rio-São Paulo, a Fundação Edson Queiroz, no Ceará, construiu um amplo acervo de arte brasileira do século 20, com obras de artistas do porte de Eliseu Visconti, Di Cavalcanti, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Alfredo Volpi, entre outros.

A articulação entre a educação superior e as artes faz parte da essência da Fundação Edson Queiroz, mantenedora da Universidade de Fortaleza (Unifor), onde a comunidade acadêmica convive em harmonia com as artes visuais, o teatro, a música, a dança, por meio da realização de exposições e espetáculos e do apoio permanente a seus grupos de arte – Big Band, Camerata, Companhia de Dança, Coral, Grupo Mirante de Teatro e Orquestra Infantil de Sanfonas.

Sobre o Espaço Cultural Unifor - Criado em 1988 e ampliado em 2004, o Espaço Cultural Unifor apresenta estrutura compatível à dos grandes salões de arte do mundo. O espaço, localizado no prédio da Reitoria da Universidade, já recebeu nomes de importância da arte internacional, como Rembrandt, Rubens e Miró, artistas brasileiros consagrados, como Iberê Camargo, Antonio Bandeira e Candido Portinari, e novos talentos da arte cearense e nordestina.

O ambiente reflete a figura do chanceler Airton Queiroz, presidente da Fundação Edson Queiroz, que parte da compreensão da capacidade que a arte detém de ampliar conhecimentos em todas as áreas do conhecimento. No Espaço Cultural, a visitação é gratuita. E, pelo Projeto Arte-Educação, estudantes de escolas públicas e particulares são guiados por monitores especialmente treinados, reforçando o caráter educativo da visitação.

Serviço
Abstrações – Coleção Fundação Edson Queiroz e Coleção Roberto Marinho
Abertura | 17 de julho, às 20h
Visitação | 18 de julho de 2014 a 11 de janeiro de 2015
A visitação ao Espaço Cultural Unifor é gratuita e pode ser feita de terça a sexta, das 9h às 19h; sábados, das 10h às 18h; domingos, 12h às 18h

 

tags:
publicado por o editor às 15:01
link | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds