Quarta-feira, 13 de Agosto de 2014

PROGRAMAÇÃO CINEMATECA

 

PROGRAMAÇÃO CINEMATECA
14 a 20 de agosto de 2014

Data: 14 a 17 de agosto de 2014
Nome da atração: Mostra Miguel Gonçalves Mendes
Descrição: O português Miguel Gonçalves Mendes é diretor do aclamado “José e Pilar”, documentário sobre Saramago e sua amada Pilar Del Río – candidato oficial de Portugal ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2012. Atualmente o diretor reside no Brasil para filmar e produzir mais uma etapa do seu novo projeto: “O Sentido da Vida”. A mostra Palavra e Imagem: O Cinema de Miguel Gonçalves Mendes é a apresentação audiovisual de um trabalho em construção.
Serão exibidas nesta mostra as produções “José e Pilar”, “Floripes”, “Autografia”, “D. Nieves”, “Curso de Silêncio” e “Nada Tenho de Meu” em sessões gratuitas para o público, conforme programação abaixo.
http://www.mgm.org.pt/index.shtml
BIOGRAFIA
Miguel Gonçalves Mendes nasceu em 1978 na Covilhã, em Portugal. Trabalhou como ator, diretor e produtor e realizou diversos longas-metragens e documentários. Fundou, em 2002, a produtora JumpCut, uma produtora de teatro e cinema, com sede em Lisboa. Atualmente é um dos expoentes da nova geração de cineastas portugueses. Realizou uma série de documentários premiados, filmes experimentais e projetos sob encomenda. Seu filme “Floripes”, lançado em 2007, é a sua primeira produção híbrida (documentário-ficção), formato que o diretor passaria a explorar. Em 2011, estreia seu projeto “José e Pilar”, em co-produção com a O2 Filmes e a espanhola El Deseo (dos irmãos Almodóvar). Aclamado internacionalmente por crítica e público, o filme colecionou prêmios em diversos festivais e foi eleito para representar Portugal na categoria de Melhor Filme Estrangeiro do Oscar 2012. Entre seus trabalhos mais recentes está o seriado “Nada Tenho de Meu”, exibido pelo Canal Brasil em 2013. Seu mais novo projeto é o documentário “O Sentido da Vida” – um filme que conta a história de um jovem portador de paramiloidose e sua emocionante busca por propósito, significado e verdade. Em paralelo, Miguel também desenvolve o longa-metragem de ficção “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”, adaptação do polêmico romance de José Saramago.
Programação:
Dia 14/08, às 19h: 
Autografia (2004, doc, 103')
Com este documentário, pretende-se retratar não o poeta e pintor Mário Cesariny, mas sim a sua vida, o seu percurso e a sua individualidade. Sendo este um trabalho que vive sobretudo das questões colocadas (ausentes) e das respectivas respostas, optou-se por assumir, como fio condutor, um dos seus poemas – “Autografia” – que serve de mote, através da sua análise, para as questões intencionadas, de modo a que o filme assuma um caráter intimista, estabelecendo-se um diálogo entre quem vê e quem é retratado. Neste documentário/registo existem vários planos: o de análise do poema; o das respostas; o do seu trabalho (exposto na sua intimidade) e o da nossa própria interpretação; uma espécie de respigar/reciclar de citações e de conteúdos que acabam por nos permitir uma apropriação de Mário Cesariny.
PALMARÉS
Melhor Documentário Português (DocLisboa)
Grande Prêmio da Lusofonia (Fama Fest)
Melhor Documentário (FEST Espinho)
Dia 15/08, às 19h: 
Floripes (2007, ficção, 87')
Reza a lenda que Floripes, uma moura encantada, deambula todas as noites pela vila de Olhão, seduzindo os homens à procura daquele que a libertará do seu feitiço. O homem que a desejar terá de atravessar o mar e levar consigo uma vela acesa. Se esta se apagar, morrerá. Floripes representa o imaginário desta comunidade de pescadores e evocá-la é pretexto para nos confrontarmos com o nosso maior medo – a morte.
Exibido no IndieLisboa'07 e na Semana dos Realizadores do Fantasporto'07
 Dia 16/08, às 18h:
Nada tenho de Meu (2013, doc, 60')
O realizador português Miguel Gonçalves Mendes e os escritores brasileiros Tatiana Salem Levy e João Paulo Cuenca viajaram até o Extremo Oriente para uma troca de experiências com artistas e pensadores de Macau, Hong Kong, Vietnam, Cambodja e Tailândia. Desse contato, que surgiu depois dos três autores terem sido convidados a estar presentes no "1º Festival Literário de Macau - Rota das Letras", nasceu a série de 11 episódios “Nada tenho de meu”, descrita pelos seus autores como “uma mistura de caderno de viagens e ficção"
Dia 16/08, às 19h15:
 José e Pilar (2011, doc, 128')
Mostra do dia-a-dia do casal em Lanzarote e Lisboa, na sua casa e em viagens de trabalho por todo o mundo, “José e Pilar” é um retrato surpreendente de um autor durante o seu processo de criação e da relação de um casal empenhado em mudar o mundo – ou, pelo menos, em torná-lo melhor.
“José e Pilar” revela um Saramago desconhecido, desfaz ideias feitas e prova que gênio e simplicidade são compatíveis. “José e Pilar” é um olhar sobre a vida de um dos grandes criadores do século XX e a demonstração de que, como diz Saramago, “tudo pode ser contado de outra maneira”.
PRÊMIOS
VENCEDOR DO PRÊMIO MELHOR DOCUMENTÁRIO Festival Cineport 2011
VENCEDOR PRÊMIO DO PÚBLICO
34ª Mostra Internacional de São Paulo
VENCEDOR PRÊMIO DO PÚBLICO
2ª Mostra de Cinema Visões do Sul
FILME DE ABERTURA
DOCLISBOA 2010
PRÊMIO AUTORES SPA 2011
Indicação de Melhor Filme
ACADEMIA BRASILEIRA DE CINEMA
Indicação de:
Melhor Documentário
Melhor Montagem
Melhor Banda Sonora Original
Dia 17/08, às 18h:
Exibição de três filmes: D.Nieves , Segunda-Feira e Curso de Silêncio
D.Nieves (2003, doc, 27')
Apesar da ideia inicial para este filme se centrar na proximidade cultural entre Portugal e a Galiza, no decurso da rodagem, uma mulher com uma força indescritível, repleta tanto de inocência como de malícia – D. Nieves – acaba por se sobrepor a este mote, tornando-se o motor da ação.
PRÊMIOS
“Migliore Opera Portoghese sez Cultura Tradizioni d'Europa” 2003
Prêmio Europeu “Massimo Troisi” (Itália)
Jovem realizador Festival Ovarvídeo
Melhor documentário Fest 2003
Segunda-Feira (ficção, 12’)
Uma mulher, angustiada por uma espera, isola-se em casa. Do outro lado, um homem procura tranquilizá-la por telefone, mas apenas a vacuidade dos programas televisivos matinais e a obsessão por um filme a distraem. A notícia finalmente chega.
Parte integrante do projeto "Diagnóstico": quatro curtas-metragens de quatro realizadores com uma mesma premissa – a doença. Filmadas e montadas em 24 horas.
PALMARÉS
Prêmio Especial do Júri Festival de Cinema Digital de Odemira
Presente no Annual Program without Frontiers – Short Film Festival of Los Angeles
Curso de Silêncio (2007, ficção, 35')
Co-realizado pela Coreógrafa Vera Mantero. É um filme baseado no universo imagético de Maria Gabriela Llansol que, ao seguir o seu processo de construção narrativa, explora a chamada "cena fulgor". O núcleo da "cena fulgor" pode ser uma imagem, um pensamento ou um sentimento. Não nos encontramos perante a realidade na sua totalidade, mas antes perante o que deveria ser o cerne dessa realidade. Uma encomenda para o Festival Temp des Images e Circular Festival de Artes Performativas em parceria com o CCB.
Classificação Indicativa: 12 anos
Local: Cinemateca
Ingresso: gratuito
Data: 20 de agosto de 2014
Nome da atração: Lançamento do documentário “Gastronomia Urbana”
Gênero: 2014, documentário, 96’
Descrição:.O filme documentário de longa-metragem “Gastronomia Urbana”, do diretor curitibano Ricardo E. Machado, tem sua estreia marcada para o dia 20/8, uma quarta-feira, às 20h, na Cinemateca de Curitiba. No filme, personagens inusitados apresentam um olhar crítico e bem humorado sobre a cidade. Com duração de 1h 36 minutos o filme foi financiado pelo Fundo Municipal de Cultura da Fundação Cultural de Curitiba. 

Durante as filmagens, a equipe percorreu dezenas de locações coletando imagens e depoimentos em diferentes ambientes e condições. Entre os locais visitados, estabelecimentos como um restaurante luxuoso, uma lanchonete humilde, um salão de cabeleireiros frequentado por socialites, uma barbearia tradicional, o CEASA e até o aterro da Caximba, entre outros. Nestes locais, Ricardo e sua equipe encontraram personagens das mais diversas classes sociais, tais como um caminhoneiro, um rapper da Vila Capanema, um artista plástico, um mendigo, ciclistas, índios nativos do Paraná, estudantes, madames, entre outros.

“Eu queria fazer um filme cuja estrutura fosse baseada na receita do pão francês. Curitiba é um prato complexo, onde se mistura uma perfeita combinação de sabores e texturas, culturas e povos, planejamento e execução. O filme registra a Curitiba atual através da comparação das relações entre os elementos urbanos com os ingredientes de uma grande receita culinária. Sob esta ótica são retratadas as diversas vertentes do cotidiano de Curitiba. A sinfonia visual composta pelo movimento constante da população e de seus ofícios revela a cidade” explica Ricardo.

O documentário do diretor curitibano Ricardo E. Machado faz uma analogia entre uma receita culinária e a administração da capital, tida como cidade modelo.
Direção: Ricardo Machado
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 20h
Local: Cinemateca
Ingresso: gratuito

 

publicado por o editor às 18:01
link | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds