Quinta-feira, 6 de Novembro de 2014

SOFIA COPPOLA CRIA COMERCIAIS NATALINOS INUSITADOS PARA A GAP

 

 

 

 De forma divertida, a renomada diretora mostra situações de final de ano pelas quais todos já passaram

 

Novembro, 2014 – A icônica marca americana Gap acaba de lançar uma série de comerciais dirigidos por Sofia Coppola. Os vídeos apresentam de forma divertida situações comuns das festas de final de ano e mostram como o estilo despreocupado da Gap é confortável e se encaixa na maior parte de nossas vidas. Nos filmes, é possível dar uma olhada nas novidades que a marca preparou para o inverno no hemisfério norte e que chegam ao Brasil junto com o frio, em maio de 2015.

Os curtas fazem parte da campanha de natal da Gap, que celebra o espírito da época por meio do conceito Dress Normal (“Vista-se Normalmente”, em tradução livre), e estão todos disponíveis no canal da marca no YouTube (youtube.com/gap). A campanha foi desenvolvida em parceria com a agência global da Gap, Wieden + Kennedy, de Nova York.

Sobre Dress Normal

Dress Normal aposta no individualismo e na autenticidade de ser você mesmo, valores nos quais a Gap aposta abertamente desde a sua criação, há 45 anos. Dress Normal instrui as pessoas a moldarem seus próprios estilos e a terem a ousadia de se vestirem para elas mesmas.

Sobre a Blue Bird

Há 56 anos no mercado de produção e varejo de roupas, e com cerca de 100 lojas no País, a Blue Bird é detentora das empresas Tudo Bem Tudo Bom, franqueada da marca GAP no Brasil, e da GEP, dona das marcas Cori, Luigi Bertolli e Emme, referências da moda nacional nos seus segmentos de atuação.

Sobre a Gap      

Gap Inc. é líder global varejista oferecendo roupas, acessórios e produtos de cuidados pessoais para homens, mulheres, crianças e bebês sob as marcas Gap, Old Navy, Banana Republic, Piperlime, Athleta e Intermix. No ano fiscal de 2013, as vendas líquidas foram de US$ 16.1 bilhões. Os produtos Gap Inc. estão disponíveis para compra em mais de 90 países em todo o mundo através de aproximadamente 3.100 lojas operadas pela empresa, mais de 350 lojas franqueadas e sites de comércio eletrônico. Para mais informações, acesse www.gapinc.com.

 

publicado por o editor às 04:49
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Junho de 2009

Entre mulheres


Entre mulheres
Depoimentos homoafetivos


de Edith Modesto

168 pág.
 

Este livro traz depoimentos de mulheres lésbicas e bissexuais de várias idades, profissões e classes sociais. Os temas são variados: relações familiares, juventude, religião, trabalho e preconceito. Trata-se do relato vivo da experiência de cada uma dessas mulheres, que deixaram todo o conforto emocional do mundo convencional para viver a dura vida de homossexual em um país tipicamente machista.


A AUTORA
Edith Modesto

É mestre e doutora em Semiótica Francesa pela Universidade de São Paulo (USP) e lecionou durante mais de 25 anos em faculdades de Jornalismo. Pesquisadora da diversidade sexual, já publicou três livros sobre o assunto: Diversidade sexual na escola – Uma metodologia de trabalho com adolescentes e jovens, Vidas em arco-íris – Depoimentos sobre a homossexualidade e Mãe sempre sabe? Mitos e verdades sobre pais e seus filhos homossexuais e Entre Mulheres (Edições GLS, 2009).

Além de fundadora e presidente da ONG GPH – Associação Brasileira de Pais e Mães de Homossexuais, é idealizadora do Purpurina – projeto sociocultural para adolescentes e jovens LGBTS de 13 a 24 anos – e colabora com diversos projetos de educação para a diversidade, oferecendo também palestras para psicólogos, profissionais da saúde e militantes.


Clique aqui para ler o
sumário e as primeiras páginas

deste livro



UM LANÇAMENTO


 

publicado por o editor às 21:51
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Laços e nós


Laços e nós
Amor e intimidade nas relações humanas

de Beatriz Helena Paranhos Cardella


192 pág.
 

Utilizando uma linguagem coloquial, a autora discute o amor e a intimidade à luz de suas experiências pessoais e profissionais. Em um momento em que as pessoas buscam compreensão e envolvimento, ela mostra que é impossível falar de amor sem falar também em respeito às diferenças individuais. Leitura rica para todos os que se interessam pelas relações humanas.


A AUTORA
Beatriz Helena Paranhos Cardella
É psicóloga, psicoterapeuta e supervisora clínica há 23 anos. Mestre em Educação pela Universidade Paulista (Unip), pós-graduada em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo e professora de pós-graduação em Gestalt-terapia

no Instituto Sedes Sapientiae, em São Paulo, foi também professora convidada nos cursos de pós-graduação em Arteterapia da mesma instituição e da Associação Brasileira de Eutonia. É autora dos livros O amor na relação terapêutica e A construção do psicoterapeuta, editados pela Summus e Laços e nós (Ágora, 2009), além de ter inúmeros artigos publicados em revistas científicas de psicologia.

Coordena o Grupo de Estudos de Temas Clínicos, rabalho de formação continuada para psicoterapeutas e psicólogos clínicos que enfatiza a relação terapeuta-paciente, o sofrimento e o adoecimento humano na contemporaneidade.

Pesquisa e estuda a questão dos relacionamentos amorosos e do sagrado na condição humana na poesia de Adélia Prado e Fernando Pessoa, bem como na obra de Guimarães Rosa e Rubem Alves.



Clique aqui para ler o
sumário e as primeiras páginas
deste livro


UM LANÇAMENTO


publicado por o editor às 09:38
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 1 de Abril de 2009

Era uma vez um casal diferente

Era uma vez um casal diferente
A temática homossexual na educação literária infanto-juvenil

de Lúcia Facco

Esta obra discute até que ponto a educação literária de crianças e adolescentes pode diminuir o preconceito e a discriminação, mostrando como determinados títulos trabalham a temática de forma adequada. Com caderno de atividades especialmente direcionadas a professores.


O livro mostra como a literatura infanto-juvenil pode ajudar os educadores a trabalhar temas delicados como a discriminação por diferença de classe social, de etnia, de orientação sexual, de gênero etc. A autora mistura depoimentos pessoais em um texto com forte embasamento teórico. A obra traz ainda um encarte com sugestões de trabalhos a serem desenvolvidos com estudantes de diversas faixas etárias, com pais e professores, tudo a partir da literatura.

“O título já define com irretocável precisão seu conteúdo: “Era uma vez”, pano de fundo da pesquisa; “um casal diferente”, a base sociocultural da arte literária; tudo se aprofunda e aperfeiçoa com a proposta de educação social real, a indispensável educação literária. É a leitura integral da arte da palavra, a mesma palavra que usamos para expressar sentidos, emoções, ideias, pensamentos, reflexões, agressões, ironias, agregações e desagregações. Trata-se, assim, da soma profunda e articulada de educação, literatura e homossexualidade. Como se orientam a leitura, a análise e a compreensão da arte da palavra na escola? Algumas páginas do livro deveriam ser distribuídas aos passantes, nos mais diversos espaços públicos. Haveria grandes mudanças em nossa sociedade, posso garantir”, afirma a escritora Cyana M. Leahy-Dios, tradutora e doutora em Educação Literária pela Universidade de Londres, que escreve na quarta capa do livro.

Clique aqui para ler o
sumário e as primeiras páginas
deste livro




A AUTORA
Lúcia Facco

É graduada em Letras (protuguês-Francês), especialista e mestre em Literatura Brasileira, doutora em Literatura Comparada pela Universidade do Estado do Rio de janeiro (Uerj), crítica literária e escritora. Tem Várias publicações técnico-científicas, além de livros de ficção.

É autora dos livros As heroínas saem do armário (GLS, 2004), Lado B (GLS, 2006) e Era uma vez um casal diferente (Summus, 2009).

A preocupação com a violência que permeia as relações entre “diferentes”está presente em seus textos acadêmicos e em sua literatura, mas de uma maneira calma, que tranqüiliza os seus leitores e lhes transmite a confiança em um mundo mais pacífico.

Mora com sua família “diferente” e seus bichos no Rio de Janeiro, no charmoso bairro de Santa Teresa, onde tece histórias e reflexões.

LANÇAMENTO

AUTORA DE “ERA UMA VEZ UM CASAL DIFERENTE” AUTOGRAFA NA LIVRARIA SARAIVA (RJ), DIA 4 DE ABRIL

A Summus Editorial e a Livraria Saraiva (Shopping Rio Sul-RJ) promovem no dia 4 de abril (sábado), das 19h às 22h, a noite de autógrafos do livro Era uma vez um casal diferente, de Lúcia Facco. A obra discute até que ponto a educação literária de crianças e adolescentes pode diminuir o preconceito e a discriminação. A autora mostra como determinados títulos trabalham a temática de forma adequada. A Saraiva MegaStore Shopping Rio Sul fica Rua Lauro Müller, 116 – 3ª piso, Botafogo – Rio de Janeiro.

UM LANÇAMENTO








 

 
publicado por o editor às 14:04
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Março de 2009

Sorria, você está sendo controlado

Sorria, você está sendo controlado
Resistência e poder na sociedade de controle
de Sonia Regina Vargas Mansano


192 pág.
 

Basta caminhar pelas ruas centrais de uma cidade para perceber como nossa vida encontra-se monitorada por diferentes instrumentos tecnológicos – como as câmeras e os comerciais que atraem nossa atenção para diferentes mercadorias ou serviços.

Pensando na maneira como vivemos hoje percebemos que somos controlados de diversas formas e em todo lugar. O controle tornou-se um dispositivo sofisticado que se disseminou no cotidiano e passou a fazer parte da vida da população sem ser necessariamente identificado como tal. Como resistir a ele? Sonia Mansano analisa os diversos tipos de controle a que estamos submetidos e propõe algumas formas de resistência.

Os dispositivos de controle descritos nesta obra, fundamentada pelos estudos de Deleuze e Foucault, atingem dimensões da existência outrora preservadas e praticamente inacessíveis. No decorrer da leitura, é possível perceber que esses dispositivos não são meramente impostos à população, contando com a legitimação do cidadão comum. Diante desse quadro, a autora fala sobre a possibilidade de resistir e de criar novos modos de vida que não estejam baseados no controle.


A AUTORA

Sonia Regina Vargas Mansano é psicóloga pela Universidade Estadual de Londrina, onde é docente do Departamento de Psicologia Social e Institucional. Seguiu seus estudos de mestrado e doutorado na área de Psicologia Clínica, obtendo o título de doutora pela PUC-SP. É autora de Vida e profissão: cartografando trajetórias (Summus, 2003) e co-autora de Falando de Amor: uma escuta musical dos vínculos afetivos (Ágora, 2006).

Para ler as primeiras páginas do livro, clique aqui


UM LANÇAMENTO






 

publicado por o editor às 11:25
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

O OLHAR


O Olhar
de José Ângelo Gaiarsa

152 pág.

Coleção: Psicologia/Psicodrama
 

Subestimamos o olhar, supervalorizamos a palavra. A frustração, a tristeza e o amor estão na cara de quem sente, nos gestos. Ainda assim, optamos por fingir que não estamos vendo. Partindo dessa constatação, J. A. Gaiarsa mostra quanta hipocrisia se gera com essa falta de olhar – tanto para o outro quanto para nós mesmos. Além disso, ressalta a importância pedagógica do olhar e a importância da visão múltipla do mesmo fato para acabar com todo tipo de repressão – na escola, na família, na sociedade.





Clique aqui para ler o
sumário e as primeiras páginas
deste livro


UM LANÇAMENTO


publicado por o editor às 10:57
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

MG EDITORES PUBLICA 5ª EDIÇÃO REVISTA DE “UMA NOVA VISÃO DO AMOR”, DE FLÁVIO GIKOVATE

“Os relacionamentos devem se basear muito mais em laços de amizade que de dependência.” O psicoterapeuta Flávio Gikovate defendeu essa tese em sua primeira grande obra a respeito do amor, em 1990. Em toda sua produção seguinte ele trata do tema com base nos fundamentos que aparecem neste texto. Clique aqui para saber mais sobre este livroNo livro Uma nova visão do amor, ele tece relações entre amor, casamento, solidão e individualidade, passando pelo tão falado tema da paixão. E propõe uma nova maneira de enxergar a relação entre duas pessoas, apontando a vaidade como um dos principais obstáculos à felicidade e mostrando que o uso da razão é um dos caminhos para viver plenamente o amor.

Partindo de considerações pessoais muito peculiares, sempre apoiadas em sua experiência clínica de mais de quarenta anos, Gikovate parte do princípio de que o amor, por ser considerado o mais nobre dos sentimentos, raramente é associado a elementos negativos, o que impede uma reflexão crítica sobre ele. Além disso, o quase obrigatório contraponto entre esse sentimento e a razão leva à depreciação da segunda.

Por isso, Gikovate apresenta novas formas de relacionamento, baseadas na consciência de que somos seres plenos e não apenas metades em busca de complemento. “O amor dito ‘romântico’ é imaturo e regressivo e não condiz com uma relação de boa qualidade. O amor é um sentimento que temos pela pessoa cuja presença provoca em nós a sensação de paz e aconchego que perdemos ao nascer. A mãe é o nosso primeiro objeto de amor. Quando crescemos e nos tornamos independentes, queremos nos entreter com outras coisas, mas, vez por outra, nos sentimos inseguros e corremos atrás do aconchego físico materno. Portanto, o amor é o sentimento que se tem pela pessoa com a qual você supre a sensação de desamparo, de incompletude. Mas essa sensação de que falta alguma coisa não pode ser preenchida por outra pessoa. Temos de nos resolver interiormenteantes de nos unir a alguém”, afirma o autor.

Uma nova visão do amor
de Flávio Gikovate


Edição 5 / 2009
232 pág.

O amor, por ser considerado o mais nobre dos sentimentos, raramente é associado a elementos negativos, o que impede uma reflexão crítica. Além disso, o contraponto entre esse sentimento e a razão leva à depreciação da segunda. Analisando novas formas de relacionamento, baseadas na consciência de que somos seres plenos e não apenas metades em busca de complemento, este livro derruba diversos tabus sobre o assunto.
Edição revista.

Clique aqui para ler o
sumário e as primeiras páginas
deste livro



UM LANÇAMENTO



 

publicado por o editor às 11:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

Educação familiar e escolar para o terceiro milênio

Educação familiar e escolar para o terceiro milênio

de José Ângelo Gaiarsa


288 pág
 

Neste livro, Gaiarsa combate a idéia de que o indivíduo nasce com aptidões mínimas de aprendizado. Ao contrário, a revolução pedagógica proposta pelo autor fundamenta-se no seguinte: toda criança, ao nascer, é um gênio potencial; aprender vai muito além de palavras; durante a infância são incutidas no indivíduo grande parte das perturbações mentais, psiconeuróticas e psicossomáticas que conhecemos. Obra indicada para psicólogos, educadores e leigos.


O AUTOR

José Ângelo Gaiarsa
Iconoclasta, irreverente e pioneiro, J. A. Gaiarsa é um dos psiquiatras mais conhecidos e respeitados do país. Palestrante de sucesso, trata de temas como família, sexualidade e relacionamentos amorosos. Pela Editora Ágora, Gaiarsa publicou os seguintes livros: Amores perfeitos; A cartilha da nova mãe; Couraça muscular do caráter; Educação familiar e escolar para o terceiro milênio; O espelho mágico; A família de que se fala e a família de que se sofre; Meio século de psicoterapia verbal e corporal; Minha querida mamãe; Organização das posições e movimentos corporais; Poder e prazer; Sexo, Reich e eu; Sexo: tudo que ninguém fala sobre o tema; Sobre uma escola para o novo homem; Tratado geral sobre a fofoca; As vozes da consciência.


Clique aqui para ler o
sumário e as primeiras páginas
deste livro

 

UM LANÇAMENTO


publicado por o editor às 12:44
link do post | comentar | favorito
Domingo, 5 de Outubro de 2008

BOCA DO LIXO



BOCA DO LIXO
de Nuno Cesar Abreu


Páginas - 224

 

Obra que aborda o ciclo da Boca do Lixo, um processo de produção cinematográfica que desenvolveu formas econômicas, artísticas e de relacionamento com características próprias, nos anos 70, no centro de São Paulo. Através de pesquisa bibliográfica, levantamento de filmografia, comentários sobre filmes e, principalmente, entrevistas, o autor busca compreender o papel que o ciclo desempenhou no interior da indústria cultural e sua formação a partir da afluência de um contingente egresso de classes populares que ali se profissionalizou.

Um lançamento
 
publicado por o editor às 13:22
link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds