Quinta-feira, 30 de Junho de 2016

TEORIA MUSICAL E PREPARO VOCAL ACOMPANHAM AULAS DE INSTRUMENTOS NA CONTRACULTURA  

 

 

 
 
Aulas de instrumentos musicais aliadas à preparação do artista, tanto para apresentações quanto para o mercado, são alguns dos diferenciais da Escola de Criatividade Contracultura. Ela oferece oito cursos voltados para o mundo da música, incluindo canto, guitarra, viola caipira, baixo, violão, bateria, preparação para vestibulares de música e formação de banda. As férias de julho são uma boa oportunidade de início, com aulas que podem ser feitas individualmente, com uma aula por semana de, pelo menos, 60 minutos.
 
Cursos como Guitarra e Violão popular são acompanhados por aulas de produção vocal. Além de aprender a tocar o instrumento, o aluno é estimulado a pensar criativamente o processo de apresentação. Aliar o som da guitarra ou violão com o da voz dá outra visão ao ato musical, segundo o curador e diretor da escola, Alvaro Neves Jr. "Buscamos fazer o aluno se expressar melhor, além de aprender a tocar, mas se comunicar em vários aspectos  musicais", afirma.
 
O curso de Viola Caipira introduz um instrumento tradicional de raiz e apresenta novas maneiras de introduzi-lo a uma sonoridade moderna e bem produzida. "Desde o sertanejo até o rock, como em bandas como Charme Chulo, a viola caipira pode ser usada para produzir sons novos e originais. Estimulamos a criatividade quando entram em contato com esse instrumento", conta o fundador da escola.
 
Já na turma de Bateria, as aulas são acompanhadas por teoria musical. "O aluno passa a entender a rítmica específica da bateria e como harmonizar com outros instrumentos", explica Neves. O professor do curso, Pedro Gil Pajé, toca com os alunos para mostrar a musicalidade baseada em harmonia e melodia. Neves aponta: "vai muito além de aprender nomenclaturas, e sim de entender os ritmos e sonoridades que se criam nas apresentações".
 
O curso de Formação de Banda apresenta uma proposta inovadora: preparar os músicos para o mercado. "Aceitamos desde alunos dos nossos cursos tanto como bandas que queiram se aprimorar", conta Neves. O objetivo é explicar o mercado artístico e executivo para os integrantes de bandas, estimular a produção de músicas autorais e mostrar técnicas de apresentar o trabalho para estúdios e casas de shows. "A banda pode se beneficiar ao encontrar uma identidade própria, e sair preparado para apresentações, divulgando seus trabalhos de maneira concisa", explica.
 
SOBRE A ESCOLA
 
A Contracultura foi fundada em 2013, como uma maneira de preparar a nova geração para uma indústria criativa, valorizando a inovação pedagógica. O ideal de apresentar uma nova proposta às escolas culturais explica o nome “Contracultura”. A escola carrega os 16 anos de experiência no ensino de música de Alvaro Neves Jr., seu fundador. Graduado em Comunicação Social, ele incluiu técnicas comunicacionais para o melhor desenvolvimento dos alunos. Entre 2003 e 2013, Alvaro Neves desenvolveu o projeto Música e Cidadania, na Fundação Cultural de Curitiba, inserindo jovens no aprendizado de áreas artísticas e culturais.
 
 
CURSOS DE MÚSICA NA ESCOLA DE CRIATIVIDADE CONTRACULTURA
 
Curso de Baixo
Investimento individual: a partir de R$ 246,97
 
Curso de Bateria + Teoria musical
Investimento individual: a partir de R$ 246,97
 
Curso de Canto
Investimento individual: a partir de R$ 246,97
 
Curso de Formação de Bandas
Investimento individual: a partir de R$ 246,97
 
Curso de Guitarra + Produção vocal
Investimento individual: a partir de R$ 246,97
 
Curso de Viola Caipira
Investimento individual: a partir de R$ 246,97
 
Curso de Violão Pop + Produção vocal
Investimento individual: a partir de R$ 246,97
 
Curso preparatório para vestibular de Música
Investimento individual: a partir de R$ 276,97
 
Endereço: R. Álvaro Botelho, 84 – Bacacheri
Informações: (41) 3408-5256 | www.escolacontracultura.com

 

 
publicado por o editor às 00:57
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.FALE COM A GENTE


.subscrever feeds