Segunda-feira, 6 de Abril de 2015

Vedanta 108: Sabedoria Espiritual em Alta Resolução

 

 




Entrevista com Jagadisha Dasa



E se o antigo conhecimento védico se fizesse acessível a todos os falantes de língua portuguesa através de vídeos curtos, bem produzidos e falados com profundidade apesar de voltados para leigos no assunto? Isso e muito mais é aquilo a que se propõe o canal Vedanta 108.



Volta ao Supremo: Como surgiu o Vedanta 108? Qual sua proposta? Quem compõe a equipe por trás de toda a produção?



Jagadisha Dasa: Fui chamado para ministrar um curso regular da Bhagavad-gita na casa do Atmananda Prabhu para algumas pessoas. Chegando lá, me deparei com câmera, iluminação etc. A ideia era gravar para vender DVDs, mas logo vimos que a melhor coisa a ser feita seria criar um canal no Youtube com tudo gratuito. Pensamos rápido e chegamos ao nome Vedanta 108.

A proposta é levar o conhecimento espiritual para todas as pessoas sem distinção ou restrição temporal ou geográfica. São muitos os propósitos do canal. Queremos promover um estudo sistemático de todos os textos; prover associação virtual e física; honrar nossos mestres, em especial Srila Prabhupada, que empregou todo esforço possível para que pudéssemos ter acesso a esse conhecimento; eternizar os devotos; criar um grande acervo para benefício das pessoas e apoiar os projetos da ISKCON no Brasil e no mundo. Esse é nosso sonho. Elaboramos um conteúdo sobre nossa missão: www.vedanta108.com.br/nossa-missao.



Atualmente, somos três. Atmamanda Prabhu, que mencionei, é nosso homem da tecnologia. Todas as edições, vinhetas e demais efeitos são produzidos por ele. Ele é também o grande investidor do canal, aportando todos os recursos para que tudo acontecesse e continue a acontecer sempre melhorando.








Krishna nos mandou outra pessoa também, que é bhaktin Giselle. Ela é uma designer com muita experiência. Ela criou o site e desenvolve todos os logos e imagens.



O terceiro integrante sou eu. Sou responsável por criar o conteúdo e a apresentação de algumas aulas, elaborar perguntas, convidar os palestrantes, sincronizar as agendas, divulgar os novos vídeos e esclarecer as dúvidas dos internautas.



Volta ao Supremo: Por que o nome Vedanta 108?

Jagadisha Dasa: “Vedanta” porque é o conhecimento mais importante dos Vedas; aquele conhecimento que nos traz um ponto final a toda e qualquer busca por felicidade neste mundo. Parafraseando as Upanishads, é aquilo que, sendo conhecido, torna tudo conhecido.



Normalmente, as pessoas acreditam que só existe o vedanta monista de Shankaracharya, mas há outros vedantas igualmente fundamentados nos textos. Então, a ideia era mostrar às pessoas que existe vedanta nas tradições de bhakti também.



Há a questão da divulgação também. Como nosso trabalho é 99% na web, o nome do nosso “negócio” precisava ser a palavra-chave que consta em nosso domínio, nome do canal etc.

O 108 é um número especial que aparece em muitas situações: o número de gopis de Krishna, o número de pedras no jogo de contas de meditação etc.



Volta ao Supremo: Que atributos em comum têm aqueles que são convidados a participar do canal?



Jagadisha Dasa: Compreensão da filosofia, capacidade de explicar sem vícios ou fanatismo, desejo sincero de propagar o conhecimento espiritual, a vivência do conhecimento. São esses alguns dos fatores que buscamos para atender à proposta do canal.




Volta ao Supremo: Os convidados, conforme sua personalidade e sua formação, revelam diferentes formas de abordar o conhecimento védico. Que características destacaria em alguns dos convidados que participaram até hoje?



Jagadisha Dasa: Sua Santidade Chandramukha Swami tem uma enorme habilidade para oratória. É carismático e sabe expor o ensinamento de tal maneira que facilmente se torna algo prático. Sua Graça Loka-sakshi Prabhu parece ter uma mente semelhante à de Vyasa e nos leva a reflexões profundas. Sua Santidade Purushatraya Swami fala com muita propriedade e carisma sobre os temas, e sua vivência profunda é nítida. Sua Santidade Yadunandana Swami é muito erudito e doce em suas palavras. Todos os palestrantes têm características admiráveis que nos fazem entender o porquê de estarem há tanto tempo na trilha do yoga.



Volta ao Supremo: Até o momento, qual seu vídeo favorito?



Jagadisha Dasa: Difícil dizer, mas “Retidão” (veja aqui), de Chandramukha Swami, e “Postura coerente na vida e na morte” (veja aqui), de Purushatraya Swami, são muito tocantes.



Volta ao Supremo: O público interage bem com o canal? Como vem sendo a resposta?



Jagadisha Dasa: Sim, a iniciativa foi recebida com muita satisfação por parte das pessoas. Até agora só tivemos feedbacks positivos. As pessoas se dizem muito gratas pelo serviço. Isso é mostrado pelo contador de “likes” e “dislikes” também, que é a ferramenta do Youtube que mostra o número de pessoas que opinou sobre ter gostado ou não do conteúdo ao qual assistiu. Os comentários deixados em cada vídeo também revelam aprovação.



Volta ao Supremo: Como é o processo de uma gravação?



Jagadisha Dasa: Quando as aulas são da Bhagavad-gita, são feitas na casa do Atmananda. Aquele lindo altar que aparece nos vídeos é cuidado por ele. Lá é mais simples de gravar, pois já está praticamente tudo “engatilhado”. Quando o local de gravação é outro, dá um pouco mais de trabalho. Por exemplo, se for no templo do Rio de Janeiro, temos de combinar bem certinho para que não haja interrupções ou barulhos. Chegamos sempre uma hora antes do horário programado para o entrevistado já encontrar tudo pronto para a gravação. É um trabalho de formiguinha, mas gera muita satisfação.



Volta ao Supremo: Quais os próximos convidados?



Jagadisha Dasa: Temos uma lista enorme, indicada pelos próprios devotos. Por enquanto, estamos gravando com aqueles que passam pelo Rio de Janeiro. Embora ainda não tenhamos gravado fora do Rio, isso vai ocorrer em breve, inevitavelmente.



Volta ao Supremo: Quais são outros planos do canal para o futuro? Que outros conhecimentos veremos no canal?



Jagadisha Dasa: Vem muita coisa boa! Aula de sânscrito, culinária, mridanga, harmônio, Upadeshamrita, Ishopanishad, Bhakti-rasamrita-sindhu, histórias do Mahabharata, passatempos de Krishna, dicas de saúde, alimentação e esporte direcionados aos praticantes de bhakti-yoga e outras coisas ainda mais interessantes, para as quais estamos nos preparando. Também teremos ayurveda, sânscrito, mantras, astrologia védica, vastu-shastra etc.

8.



Nós lançamos um website para facilitar o acompanhamento do conteúdo publicado. Estimamos que, em um ano, tenhamos mais de 300 vídeos. Assim, se fez necessária a criação do site www.vedanta108.com.br. Com ele, ficou bem fácil localizar as aulas e as entrevistas.



Enfim, que mudanças positivas são esperadas no interior de quem acompanhe os vídeos do Vedanta 108?



Jagadisha Dasa: Temos dois tipos de audiência no canal: o público que assiste sem compromisso a um vídeo ou outro, e o público que estabeleceu um compromisso para si de acompanhar as aulas regulares. As mudanças já estão acontecendo para ambos. Com os vídeos que temos publicado até o momento desta entrevista, como os de Purushatraya Swami, Chandramukha Swami, Yadunandana Swami, Lokasakshi Prabhu, Yamunacharya Prabhu etc., recebemos, semanalmente, vários depoimentos espontâneos das pessoas contando suas experiências. Muitas pessoas recebem um alento para um período de sofrimento, outras recebem inspirações para se manterem firmes na senda da vida espiritual, outras recebem respostas providenciais para momentos difíceis. Já os cursos regulares não abordam apenas um tema, mas sim todos os temas relacionados ao conhecimento védico ou vedanta. Nosso objetivo é publicar conteúdo contínuo que leve o estudante a um nível de entendimento mais profundo, onde os temas são conhecidos, concatenados e vivenciados. Isso também está acontecendo. Há muita gente sedenta não só pelo conhecimento, mas por uma metodologia que verdadeiramente viabilize sua prática.



Com isso, esperamos que as pessoas se sintam mais estimuladas a se aprofundarem no vedanta e absorvam esse conhecimento sem lacunas ou falsos entendimentos.



Todo o conteúdo das publicações de Volta ao Supremo é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores, tanto o conteúdo textual como de imagens.

 

Todo o conteúdo das publicações de Volta ao Supremo é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores, tanto o conteúdo textual como de imagens.

 

Curta no Facebook: fb.com/vedanta108. Inscreva-se no YouTube: ovedanta108. Acesse a página oficial: www.vedanta108.com.br.

 

Se gostou deste material, também gostará destes: Grupo de Estudos Védicos:  Quando o Facebook é Sadhu-sanga, Ministério Prisional da ISKCON: Liberdade Espiritual Atrás das Grades, Sankirtana: Nós e o Público.

 

publicado por o editor às 21:43
link | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.subscrever feeds